Publicidade

COP27: países em desenvolvimento pedem criação de fundo para perdas e danos

Envio de recursos ajudaria nações a lidar com eventos extremos, como furacões e enchentes

COP27: países em desenvolvimento pedem criação de fundo para perdas e danos
Proposta foi apresentada pela ministra da Mudança Climática do Paquistão e representante do G77, Sherry Rehman | Flickr/USAID U.S. Agency
Publicidade

O G77 - bloco de países em desenvolvimento - entregou uma proposta aos líderes da 27ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27) pedindo a criação de um fundo para financiar perdas e danos climáticos. Segundo o grupo, o mecanismo seria construído nos moldes do Fundo Verde do Clima - iniciativa global.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"É crucial para nós. Medimos perdas e danos enquanto buscamos um terreno comum para as metas de adaptação e mitigação. Funciona para todos nós e não apenas para aqueles que podem se dar ao luxo de adiar as decisões, a maioria pode, mas não podemos", disse a representante do G77, Sherry Rehman. "Esperança não é um plano", frisou.

O tema de perdas e danos é o mais delicado da COP27. Ele foi introduzido nas negociações climáticas em 2012 e prevê o financiamento de recursos para países em desenvolvimento lidar com eventos extremos, como furacões e enchentes. Tais valores seriam providenciados pelos principais contribuintes do aquecimento global.

+ COP27: Brasil subsidia R$ 120 bi em combustíveis fósseis, revela estudo

A ideia, no entanto, não agrada todos os governos. Para os países mais ricos, pagar por perdas e danos pode virar uma espécie de reparação ou compensação, como se estivessem assumindo a culpa pela crise climática. Em meio ao cenário, os líderes pedem mais diálogo sobre a criação do mecanismo, que seria ativo em 2024.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
cop27
paises
pedem
criaçao
fundo
perdas
danos
furacoes
enchentes
aquecimento global
paises ricos

Últimas notícias

Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Padrinho e testemunha do casamento também foram raptados; crime foi cometido enquanto mulher entregava buquê para pintura
Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Cinco pessoas morreram no acidente; investigações sobre a expedição continuam nos Estados Unidos
Justin Timberlake é preso em Nova York

Justin Timberlake é preso em Nova York

Cantor foi detido por estar dirigindo embriagado e está sob custódia da polícia local
Brasil registrou 127 homicídios por dia em 2022, diz Atlas da Violência

Brasil registrou 127 homicídios por dia em 2022, diz Atlas da Violência

Estudo também destaca mais de cinco mil mortes classificadas como "ocultas", quando a causa não foi esclarecida
Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Homem teve fotos e vídeos divulgados nas redes sociais como se fosse assaltante
Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Presidente admitiu acordo para cobrar 20% de PIS/Cofins em projeto do Mover; petista também falou sobre derrota no PL das "saidinhas"
Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Projeto visa construir unidade energética em uma antiga usina de carvão em Wyoming para atender a crescente demanda por eletricidade do país
Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Para presidente, debate é "cru" e assunto deveria ser razões que motivam necessidade do procedimento: "Estamos retrocedendo nesta pauta"
Lula diz que presidente do Banco Central tem lado político e trabalha para prejudicar o Brasil

Lula diz que presidente do Banco Central tem lado político e trabalha para prejudicar o Brasil

Presidente da República afirmou que Roberto Campos Neto pode se tornar um "novo Sergio Moro"
Danilo Forte fala ao Perspectivas sobre Reforma Tributária e PL do "devedor contumaz"; assista ao vivo

Danilo Forte fala ao Perspectivas sobre Reforma Tributária e PL do "devedor contumaz"; assista ao vivo

Deputado dá detalhes sobre evento em que participou com Bernard Appy, secretário extraordinário da Reforma Tributária
Publicidade
Publicidade