Publicidade

MP notifica cantor que parou trio elétrico para reclamar de “homens se beijando”

Banda terá até 24h para explicar suposta fala homofóbica durante Carnaval em Salvador

MP notifica cantor que parou trio elétrico para reclamar de “homens se beijando”
Publicidade

O Ministério Público da Bahia notificou a banda “Oh Polêmico” e o vocalista do grupo, Davison Nascimento, para esclarecer em até 24h uma suposta fala homofóbica durante uma apresentação no Carnaval de Salvador no último dia 9. Na data, o cantor parou o show e se dirigiu à plateia para reclamar de homens que estariam se beijando na festa.

"Fazendo uma festa e um bocado de homem se beijando. Feião isso aí, véi. Vai curtir o bloco. Cheio de mulher aí, pô”, disse Davison quando parou o show.

O momento foi capturado e publicado por foliões que estavam acompanhando o trio, o que gerou repercussão nas redes sociais. O caso chegou até Davison, que se defendeu dizendo que a fala foi uma tentativa de apartar brigas e convencer o público a curtir a festa. Na publicação, o cantor disse não ser homofóbico e apoiar a comunidade LGBTQIA+.

“Não sou homofóbico. Não tenho nada contra, super apoio os LGBTs. Família, isso é uma gíria que se usa muito da comunidade quando está rolando muita briga, muita covardia. Então eu parei e falei: vão ficar nessa aí, se pegando, ao invés de curtir? Muita gente entendeu de forma errada, tá pegando tá usando de forma errada”, disse Davison.

A declaração, no entanto, não foi bem recebida por alguns internautas e organizações. Em nota conjunta, a Associação das Paradas do Orgulho LGBT de Salvador (ASPOLGBT) e o Grupo Gay da diversidade (GGD), por exemplo, afirmaram que a fala de Davison no dia 9 foi homofóbica, configurando-se como crime.

+ Parentes de vereadores são presos com procurações falsas para retirada de ingresso de camarote no Rio

“A homofobia é crime no Brasil desde 2019. A ASPOLGBT e o GGD cobra ações efetivas dos órgãos competentes para que puna o infrator, além de promover mais ações de conscientização contra a discriminação, a homofobia e em defesa da diversidade e do respeito no âmbito do carnaval e na sociedade como um todo”, diz o comunicado.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Carnaval
Ministério Público
Bahia
Davison Nascimento

Últimas notícias

STF derruba regras sobre distribuição de vagas na Câmara

STF derruba regras sobre distribuição de vagas na Câmara

Se aprovada a regra, sete deputados federais perderiam os mandatos, mas a decisão só valerá a partir de 2024
Ministro da Educação defende aprovação do Novo Ensino Médio no 1º semestre

Ministro da Educação defende aprovação do Novo Ensino Médio no 1º semestre

Camilo Santana defende avanço rápido de proposta para aplicação em 2025, e atribui medida à melhoria do ensino
Assinar impeachment de Lula e participar do governo é "bizarro", diz Padilha

Assinar impeachment de Lula e participar do governo é "bizarro", diz Padilha

Ministro das Relações Institucionais disse que caso algum parlamentar da base tenha assinado a lista, é sinal de que não quer participar do governo
STJ decide no dia 20 se Robinho cumprirá pena no Brasil por estupro

STJ decide no dia 20 se Robinho cumprirá pena no Brasil por estupro

Ex-jogador da seleção foi condenado a noves anos de prisão por delito cometido na Itália
Ministro da Educação assume erros na divulgação de resultados do Sisu: "Está sendo avaliado"

Ministro da Educação assume erros na divulgação de resultados do Sisu: "Está sendo avaliado"

Camilo Santana citou adequações da nova lei de cotas e disse que a pasta apura internamente as causas da falha
Chuvas fortes devem atingir o Brasil até 4 de março

Chuvas fortes devem atingir o Brasil até 4 de março

Dados do Inmet mostram que grandes acumulados de chuva devem afetar 19 Estados brasileiros, sendo os principais Minas Gerais e os das regiões Norte e Nordeste
Bolsonaro diz que estado de sítio não é crime ao falar sobre "minutas do golpe"

Bolsonaro diz que estado de sítio não é crime ao falar sobre "minutas do golpe"

Ex-presidente voltou a negar que tenha sido dado o primeiro passo, em seu governo, para instauração de um estado de sítio no país
Poder Expresso: Fugitivos de Mossoró despistam há 14 dias o governo federal

Poder Expresso: Fugitivos de Mossoró despistam há 14 dias o governo federal

A força-tarefa que busca os detentos é formada por 540 agentes federais, drones, helicópteros e cães farejadores
Operação da PF mira esquema bilionário de comércio ilegal de ouro

Operação da PF mira esquema bilionário de comércio ilegal de ouro

Uma pessoa foi presa e treze mandados de busca e apreensão foram cumpridos
80% das mulheres não conhecem bem a Lei Maria da Penha, aponta pesquisa

80% das mulheres não conhecem bem a Lei Maria da Penha, aponta pesquisa

Já a Delegacia da Mulher é o serviço mais conhecido entre elas. Entenda o levantamento
Publicidade
Publicidade