Publicidade

STF condena a 14 anos de prisão o 2º réu julgado pelos crimes do 8/1

O paulista Thiago de Assis Mathar foi sentenciado pelos 5 crimes denunciados pela PGR, incluindo golpe de Estado

STF condena a 14 anos de prisão o 2º réu julgado pelos crimes do 8/1
stf
Publicidade

O Supremo Tribunal Federal (STF) condenou na tarde desta 5ª feira (14.set) o segundo réu julgado pelos crimes de 8 de janeiro. Thiago de Assis Mathar foi preso no dia das invasões às sedes dos Três Poderes, em Brasília, e vai cumprir pena de 14 anos de prisão - 12 anos e meio em regime fechado.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A maioria dos ministros seguiu o voto do relator dos processos, ministro Alexandre de Moraes, que estipulou uma pena reduzida em relação ao primeiro condenado. Aécio Lúcio Costa Pereira - o primeiro condenado - pegou péna de 17 anos, em julgamento pela manhã.

No voto do processo contra Mathar, o relator explicou que a pena prevista por ele era inferior, por não ter postado imagens das invasões. "Diferentemente do réu anterior, ele não postou e não ficou incentivando que outros adentrassem. Então entendo que sua conduta tenha uma reprimenda menor do que a conduta do réu anterior."

Os crimes denunciados pela Procuradoria Geral da República (PGR): 

  • golpe de Estado; 
  • abolição violenta do Estado Democrático de Direito; 
  • associação criminosa armada; 
  • dano qualificado contra o patrimônio  da União e com considerável prejuízo para a vítima;
  • deterioração de patrimônio tombado.

Condenado

Mathar tem 42 anos e é de São José do Rio Preto. O defensor, o advogado Hery Waldir Kattwinkel Junior, argumentou que o cliente não estava envolvido em um plano de golpe de estado, nem se associou a qualquer  crime. 

"Nós temos sim, mesmo em crimes multitudinários, que olhar para cada grupo. Temos grupos executores, mas também temos grupos manifestantes", afirmou o advogado, em sua sustentação oral no STF. Segundo ele, o cliente não estava e entre os que foram à Praça dos Três Poderes para fazer "bandalheira".

O defensor ainda criticou diretamente os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. Segundo o advogado, o relator julga com "raiva", "rancor" e "com pitadas de ódio". Disse ainda que Barroso fez afirmações falsas.

O ministro Barroso rebateu e foi apoiado pela presidente do STF, Rosa Weber. Já Moraes foi duro na resposta e classificou de "patética e medíocre" a fala do defensor. 

"É patético e mediocre que um advogado suba à tribuna do Supremo Tribunal Federal com um discurso de ódio, com discurso para postar depois nas redes sociais, que veio aqui para agredir o Supremo Tribunal Federal, talvez pretendendo ser vereador do seu município no ano que vem." 

Leia também:

+ Condenado por bomba em aeroporto de Brasília, blogueiro bolsonarista é preso no Paraguai

+ STF condena 1º réu a 17 anos de prisão por atos golpistas do 8/1

+ 8/1 no STF: voto de Mendonça tem condenação de réu e bate-boca com Moraes

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
sbt
stf
pgr
congresso
planalto
rosa weber
alexandre de moraes
luis roberto barroso
8/1

Últimas notícias

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Recurso impede que o CPF da pessoa seja incluído de forma indevida em quadro societário de empresas
Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Senador Jaques Wagner deve incluir acordo referente aos municípios no mesmo Projeto de Lei
Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Serra Gaúcha pode ter temperatura abaixo de zero durante o final de semana
Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Microblog da Meta tem parceria com mais de 100 agências de checagens de fatos no mundo
Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Estados Unidos devem anunciar cerca de R$ 1,42 bilhão em novas artilharias e munição para os ucranianos
Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Parecer foi protocolado um dia após a defesa do empresário pedir na Justiça pela revogação da prisão
Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Ao programa Perspectivas, presidente tucano reclamou do extremismo político no Brasil atualmente
Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Fantasia de presidiário, algema de pelúcia de sex shop e sapatos rasgados estão entre os itens; doações de roupa foram suspensas pelos Correios
Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Presidente diz que fim da isenção seria injusto com pessoas mais pobres e que "bugigangas" vendidas em sites asiáticos não competem com produtos nacionais
Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Projeto de Lei Complementar prevê quarentena de quatro anos para juízes, promotores, policiais e militares que quiserem concorrer em eleições
Publicidade
Publicidade