Publicidade

Barroso manda investigar possível genocídio de governo Bolsonaro com indígenas

Ministro do STF aponta indícios de omissão de autoridades e determinou proteção a Yanomamis

Barroso manda investigar possível genocídio de governo Bolsonaro com indígenas
Publicidade

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, apontou indícios de omissão de autoridades para com indígenas yanomamis e determinou o início de uma investigação para apurar possível genocídio cometido por autoridades do governo de Jair Bolsonaro (PL). O pedido de Barroso foi direcionado, nesta 2ª feira (30.jan), à Procuradoria-Geral da República (PGR), ao Ministério Público Militar e ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Além da apuração do crime de genocídio, o magistrado cita desobediência a decisões judiciais, quebra de segredo de justiça e de delitos ambientais, e afirma que as ações podem ter prejudicado a segurança e saúde em comunidades indígenas. Os nomes dos investigados não foram divulgados e o processo vai tramitar sob sigilo.

"Tais fatos e os demais noticiados nos autos ilustram quadro gravíssimo e preocupante, sugestivo de absoluta anomia no trato da matéria, bem como da prática de múltiplos ilícitos, com a participação de altas autoridades federais", diz Barroso em um dos despachos.

Paralelo às investigações, o ministro determinou que pontos de garimpo ilegal sejam retirados de terras indígenas pelo governo Lula em até 30 dias, citando sete locais  -- Terras Indígenas Yanomami, Karipuna, Uru-Eu-Wau-Wau, Kayapó, Arariboia, Mundurucu e Trincheira Bacajá.

O magistrado ainda definiu abertura de crédito no orçamento para que sejam tomadas as providências necessárias para preservação da saúde e segurança das comunidades indígenas em risco. 

Mais cedo, o Ministério Público Federal (MPF) abriu um inquérito civil para apurar a responsabilidade do Estado brasileiro na crise social e de saúde pela qual passa o povo indígena Yanomami em Roraima. O anúncio foi feito pela Procuradoria da República no estado e afirma que o órgão vai apurar também a exata dimensão da crise, quais as causas e impactos socioambientais dela e "como as ações e omissões de gestores e políticos podem ter contribuído para a situação atual das comunidades que vivem na Terra Indígena Yanomami".

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
justiça
stf
supremo tribunal federal
luís roberto barroso
yanomamis
pgr
procuradoria-geral da república
lis-cappi

Últimas notícias

Professora cai do 2º para o 1º andar após chão de escola desabar em Vitória

Professora cai do 2º para o 1º andar após chão de escola desabar em Vitória

Segundo a unidade de ensino, não havia alunos na sala no momento do acidente; aulas foram suspensas
Funai planeja remover sete invasões em terras indígenas nos próximos 12 meses

Funai planeja remover sete invasões em terras indígenas nos próximos 12 meses

Instituição destaca direitos dos povos originários na data comemorativa de 19 de abril
Quem são Stevie Nicks e Clara Bow, mencionadas no novo álbum de Taylor Swift

Quem são Stevie Nicks e Clara Bow, mencionadas no novo álbum de Taylor Swift

Stevie faz o prelúdio do álbum físico de Taylor; Já Bow é título de uma das canções
Joel Jota desiste de ser padrinho do Time Brasil após críticas na internet

Joel Jota desiste de ser padrinho do Time Brasil após críticas na internet

Influenciador digital é acusado de mentir sobre carreira de natação
"Tio Paulo": Defesa de sobrinha entra com pedido de liberdade condicional

"Tio Paulo": Defesa de sobrinha entra com pedido de liberdade condicional

Advogados alegam que Erika de Souza Vieira Nunes tem uma filha de 14 anos que depende de cuidados especiais
Residência é atingida por árvore após forte ventania no RJ

Residência é atingida por árvore após forte ventania no RJ

Pai e filho ficaram feridos; Defesa Civil ainda não foi no local retirar o pedaço que restou da árvore
"Eu tinha razão, fui mau profeta", diz Gilmar Mendes sobre críticas à Lava Jato

"Eu tinha razão, fui mau profeta", diz Gilmar Mendes sobre críticas à Lava Jato

Ministro do STF voltou a defender criação de uma comissão da verdade para avaliar excessos e irregularidades na condução da operação
Vai esquentar? Veja previsão do tempo para o final de semana

Vai esquentar? Veja previsão do tempo para o final de semana

Sol deve aparecer na maior parte das capitais brasileiras, acompanhado de chuva em alguns estados. Confira
Flagra: Macaco foge de zoológico e vai parar em presídio no RJ

Flagra: Macaco foge de zoológico e vai parar em presídio no RJ

Caso foi registrado na zona norte da capital; bichinho circulou pela penitenciária até ser resgatado
Rendimento mensal do 1% mais rico é quase 40 vezes maior que dos 40% mais pobres no Brasil, diz IBGE

Rendimento mensal do 1% mais rico é quase 40 vezes maior que dos 40% mais pobres no Brasil, diz IBGE

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) aponta aumento no valor médio recebido em 2023, mas desigualdade segue alta
Publicidade
Publicidade