Publicidade

PF instaura inquérito para investigar ataque hacker no STJ

Tribunal suspendeu todas as atividades de suas plataformas digitais até, pelo menos, 9 de novembro

PF instaura inquérito para investigar ataque hacker no STJ
Agente da PF apurando informações em um computador
Publicidade
A Polícia Federal instaurou nesta 5ª feira (5.out) um inquérito para investigar a invasão hacker aos sistemas do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O ataque à base de dados do STJ ocorreu na terça-feira (3). 

Questionado sobre o ataque, o ministro do STJ, Nefi Cordeiro, disse que a invasão obrigou o tribunal a interromper os trabalhos feitos virtualmente na terça-feira e afirmou não saber a extensão dos prejuízos causados pelo ataque. 

"Nós realmente tivemos uma interrupção dos trabalhos desde terça-feira. E enquanto se investiga qual é a extensão desse ataque e quais foram os prejuízos causados", afirmou o ministro, após um encontro com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). "O STJ está trabalhando nisso com a policia federal, com órgãos de inteligência, para descobrir, responsabilizar os autores e retornar aos trabalhos". 

Desde terça, o tribunal suspendeu todas as atividades feitas pelos seus sistemas - desde transmissão de julgamentos videoconferências, até sessões virtuais para análise de recursos internos. Funcionários do STJ relataram que até mesmo o serviço de e-mail foi temporariamete bloqueado. 

"A área de TI do STJ recomendou aos usuários ? ministros, servidores, estagiários e terceirizados - que não utilizem computadores, ainda que os pessoais, que estejam conectados com algum dos sistemas informatizados da Corte, até que seja garantida a segurança do procedimento", diz a nota divulgada pelo tribunal. 

Por meio de uma resolução, o STJ suspendeu as atividades do tribunal, pelo menos, até o dia 9 de novembro.     

Embora não saibam ainda a dimensão do prejuízo dessa invasão, técnicos afirmam que o tribunal possui cópia de todas as informações que abriga em sua base de dados. 

Outros ataques

Dois dias depois da invasão hacker no STJ, todos os sistemas de informação do governo do Distrito Federal também sofreram uma tentativa de ataque. 

A informação foi confirmada por meio de uma nota divulgada nesta quinta-feira (5) pela Secretaria de Economia, órgão responsável pela segurança de informação de toda a administração distrital. 

No texto, a pasta informou já estavam em alerta por causa da invasão à base de dados do STJ e que tirou todos os sistemas do ar como medida de segurança. 

"A Secretaria de Economia informa que a Polícia Civil do Distrito Federal atua em conjunto com a Subsecretaria de Tecnologia (Sutic) quanto à tentativa de invasão dos sistemas do Governo do Distrito Federal (GDF) e que os técnicos da pasta já constataram que não houve sequestros de dados", diz o comunicado. "Agora, a pasta age adotando protocolos de segurança para impedir a continuidade de ataques e reestabelecer o ambiente". 

Os sistemas de informação do Ministério da Saúde também apresentaram problemnas na manhã desta quinta-feia (5), mas não há confirmação de que isso tenha sido causado por uma invasão hacker. 
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
justica
ataque hacker
stj
gdf
policia federal
investigacao
ricardo-chapola

Últimas notícias

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Em nota, a pasta declarou que “o governo de Israel segue sabotando o processo de paz e o cessar-fogo no Oriente Médio”
Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Pacheco alertou para sucessão de "atos extremistas que vêm se repetindo mundo afora"
Publicidade
Publicidade