Publicidade

Humorista Juliano Gaspar nega agressões, e Lea Maria mostra hematomas

Comediante alemã registrou boletim de ocorrência por violência doméstica contra o marido

Humorista Juliano Gaspar nega agressões, e Lea Maria mostra hematomas
Lea Maria (Reprodução/Instagram)
Publicidade

O humorista Juliano Gaspar negou, em vídeo publicado no Instagram, que tenha alguma vez agredido a também humorista Lea Maria, com quem é casado desde 2017. A mulher o acusa de ter cometido violência doméstica, física e psicológica, contra ela.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

No vídeo, Juliano fala não saber o que está acontecendo. Segundo ele, o casal tem "uma vida muito intensa" e "discussões acabam acontecendo". O rapaz ainda relata que discutiu com Lea no dia 2 de fevereiro por trabalho. "Tem pessoas que trabalham para a gente, e a gente teve algumas divergências sobre pessoas que trabalham para a gente e discutimos, e aí, para eu não me estressar, porque o que eu costumo fazer quando a gente começa a discutir é sair de casa. Eu não consigo ficar ouvindo, e eu não gosto de conflito, não gosto de confusão, eu sempre saio. E nesse dia 2 ela não queria deixar eu sair. Ela fechou a porta, me prendeu em casa, arrancou minha camisa fora, porque, na hora que eu consegui sair na porta, ela puxou minha camisa. Tive que voltar para trocar a camisa", afirma.

Conforme o humorista, essas informações sobre a discussão constam no boletim de ocorrência por violência doméstica registrado por Lea e são a "parte verdadeira" do BO. "Tem muita coisa ali que parece que ela foi, eu não sei se eu posso dizer induzida a falar, mas não faz nenhum sentido, porque não houve agressão, eu não sei se ela machucou o pulso dela tentando me puxar pela camisa, porque ela botou o pé e puxou a minha camisa", fala. Juliano diz que ela poderia ter machucado também na porta, quando ele tentou abrir e ela fechou. 

"Então, eu sei que a gente só descobriu que ela tinha machucado o pulso à noite. No mesmo dia à noite a gente fez um show no Guarujá e começou a ficar roxo. E no Guarujá ela botou um gelo. E aí uma menina que estava com a gente perguntou para uma pessoa que trabalha com a gente se ela tinha se machucado, se tinha a ver comigo e alguma coisa, e essa pessoa acabou espalhando um boato que fugiu de proporção assim. Fugiu de controle. Um boato de que eu tinha agredido a Lea", prossegue, no vídeo.

Ao perceber o pulso dela ficando roxo, eles teriam ido a uma unidade de saúde, para descobrir o motivo. Nos dias 3 e 4 de fevereiro, então, fala Juliano, o casal já havia se recuperado de toda a situação e estava "bem". Mas, no dia 4, ele saiu de casa para passar uma noite no hotel, para "respirarem um pouco" e ela "descansar a mente". Quando retornou, no dia seguinte, Lea já teria ido embora.

"E partir daí eu não tive mais contato com a minha esposa. A Lea está comigo sempre, eu sinto que eu sou um protetor da Lea, porque a gente, desde que a gente chegou no Brasil, quando éramos mochileiros, a gente viveu nas piores condições possíveis, a gente não tinha dinheiro, não tinha fama, teve que dormir em quarto de amigo e tal. Então sempre foi um lugar meio zoado, e sempre tentei proteger ela, e eu sinto agora que eu não estou podendo proteger ela, porque eu vi que tem acusações falsas na polícia, eu acho que ela não sabe, ela não tem nem noção do que está acontecendo, ela nõa desmentiu mentira absurdas", diz o humorista.

Segundo Juliano, não sabe se há terceiros falando com a esposa e se "estão criando um terrorismo psicológico, porque tem muita gente envolvida nessa caso que pode estar interessada em outras coisas". Ele fala também que preparará sua defesa, mas deseja que ela apareça, porque "foi afastada" dele como se fosse "um terrorista psicológico". "Ela sabe que eu não sou nenhum abusador, ela sabe de tudo isso. Isso com certeza não foi ideia dela. Eu aguardo, não quero nem me defender, não quero falar nada contra ela, porque eu sei que não isso que a gente quer. A gente está há sete anos juntos, viajamos o mundo, nunca teve agressão no nosso relacionamento. E não faz nenhum sentido tudo acabar, aparecer um pedido de divórcio urgentíssimo, que é muito suspeito, ela não pode ter contato com ninguém", acrescenta. Juliano se emociona em vários momentos do vídeo.

De acordo com o humorista, ele e Lea vivem "um sonho", e "estão tirando" isso deles. Na mesma data da publicação do vídeo, na 6ª feira (10.fev), a mulher publicou um novo em sua conta no Instagram. Na gravação, ela mostra hematomas em suas pernas e pontua: "Eles não estão me respeitando. Eles tentaram entrar em contato nos últimos dias, por pressões, mensagens, pelo e-mail, pelo Instagram, pelo celular, família, amigos. Minhas agressões estão comprovadas pelo laudo médico". Ela diz ainda só querer paz.

Segundo o boletim de ocorrência registrado por Lea, Juliano cuspiu no rosto dela, tentou enforcá-la, deu tapa em seu braço, rosto e colo e a jogou no chão, além de ter puxado seu top para que os seios ficassem à mostra e dado chutes nas costas dela. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo.

Veja também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
policia
crime
humoristas
comediantes
lea maria
juliano gaspar
defesa
discussão
agressões
violência doméstica
acusação
boletim de ocorrência
hematomas
vídeos
guilherme-resck
casamento
trabalho
vida

Últimas notícias

Rodrigo Pacheco chama projeto sobre aborto de “irracional” e “inviável”

Rodrigo Pacheco chama projeto sobre aborto de “irracional” e “inviável”

Presidente do Senado se posicionou acerca do polêmico tema diante de parte da bancada feminina da Casa
Policiais civis são alvo de tiros durante operação na Maré (RJ)

Policiais civis são alvo de tiros durante operação na Maré (RJ)

Agentes realizavam operação contra estabelecimentos comerciais que receptavam e revendiam roupas de grifes roubadas
Caso Paquetá: Senado aprova convite para ouvir o jogador na CPI da Manipulação no Futebol

Caso Paquetá: Senado aprova convite para ouvir o jogador na CPI da Manipulação no Futebol

Por se tratar de um convite, o jogador pode recusar a participação
Incêndio de grande proporção atinge prédio comercial na Grande SP

Incêndio de grande proporção atinge prédio comercial na Grande SP

Nove equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e conseguiram conter o fogo no local
Brasil aparece entre os piores países em pensamento criativo nas salas de aula

Brasil aparece entre os piores países em pensamento criativo nas salas de aula

No ranking com 56 países, o Brasil aparece na 44ª colocação, empatado com Peru, Panamá e Arábia Saudita
Quase 500 criminosos são presos em operação na Bahia

Quase 500 criminosos são presos em operação na Bahia

Segundo a polícia, integrante de um grupo criminoso que gerenciava um laboratório de drogas em Castelo Branco foi localizado por equipes do Depom
80 milhões de pessoas estão sob alerta para altas temperaturas nos Estados Unidos

80 milhões de pessoas estão sob alerta para altas temperaturas nos Estados Unidos

Onda de calor extremo afeta quase todo o território americano
Lira anuncia que debate de projeto antiaborto só ocorrerá no segundo semestre

Lira anuncia que debate de projeto antiaborto só ocorrerá no segundo semestre

Presidente da Câmara afirma que projeto não "irá retroagir nos direitos já garantidos e nada irá avançar que traga qualquer dado aos diretos das mulheres"
"Não vamos intervir", afirma porta-voz de Milei sobre foragidos do 8 de janeiro

"Não vamos intervir", afirma porta-voz de Milei sobre foragidos do 8 de janeiro

Em entrevista ao SBT, Manuel Adorni disse que não cabe ao governo decidir sobre asilo a brasileiros condenados por atos antidemocráticos que estão na Argentina
Ministério da Saúde envia 738 mil doses da vacina contra dengue para São Paulo

Ministério da Saúde envia 738 mil doses da vacina contra dengue para São Paulo

Anúncio acontece depois do secretário Municipal da Saúde de São Paulo, Luiz Carlos Zamarco, afirmar que a capital não tem mais imunizantes nos postos
Publicidade
Publicidade