Publicidade

Ataques à Moldávia indicam nova frente de guerra, alertam autoridades

Apesar de acusada, Rússia nega autoria das explosões e diz estar acompanhando a situação de perto

Ataques à Moldávia indicam nova frente de guerra, alertam autoridades
Explosões atingiram um prédio de segurança, uma torre de comunicação e de uma unidade militar | Reprodução
Publicidade

Autoridades ucranianas e norte-americanas alertaram, na noite de 3ª feira (26.abr), para uma série de ataques inexplicáveis em Moldávia, país vizinho da Ucrânia, o que pode indicar uma nova frente de guerra promovida pelo exército russo. Segundo informado, os bombardeamentos foram registrados na região separatista da Transnístria, apoiada pela Rússia.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Continuamos preocupados com qualquer tentativa potencial de escalada de tensões", disse o porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Ned Price. "Ainda não sabemos todos os detalhes, mas reiteramos o apelo à calma do governo moldavo em resposta a esses incidentes e apoiamos plenamente a integridade territorial e a soberania da Moldávia", completou.

Os ataques mencionados são referentes à destruição de um prédio de segurança do governo da Transnístria, bem como de uma torre de comunicação e de uma unidade militar, fazendo com que os líderes da região convocassem uma reunião de emergência do conselho de segurança. Para a Ucrânia, ambos os incidentes foram planejados e provocados pela Rússia.

O governo de Moscou, no entanto, nega a autoria dos ataques e diz estar acompanhando de perto a situação na região separatista. "A única coisa que posso dizer é que estamos a acompanhar com muito cuidado a forma como a situação se desenvolve na Transnístria. Sem dúvida, as notícias que chegam de lá causam preocupação", afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

+ Ucrânia derruba monumento à amizade com a Rússia

A Transnístria se separou da Moldávia após uma breve guerra civil em 1992, depois do desmembramento da União Soviética, da qual tanto Moldávia como Ucrânia faziam parte. Apesar da região separatista, que possui quase 500 mil habitantes, ter a própria moeda, o governo é extremamente dependente da Rússia, que fornece gratuitamente gás para o território, além de ter 1,5 militares posicionados em solo.

Leia também

+ Ocupação de Chernobyl por tropas russas foi 'muito perigosa', diz ONU

+ Em Moscou, secretário-geral da ONU pede cessar-fogo à Rússia

+ "Podemos fazer mais", diz chefe do Pentágono sobre guerra na Ucrânia

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
ataques
russos
indicam
nova frente
guerra
autoridades
ucrania
estados unidos
transnístria
moldovia

Últimas notícias

Vítima de atentado contra Trump era bombeiro e tinha duas filhas

Vítima de atentado contra Trump era bombeiro e tinha duas filhas

Corey Comperatore, de 50 anos, foi ferido mortalmente pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Em nota, a pasta declarou que “o governo de Israel segue sabotando o processo de paz e o cessar-fogo no Oriente Médio”
Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Pacheco alertou para sucessão de "atos extremistas que vêm se repetindo mundo afora"
Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Thomas Matthew Crooks atingiu o ex-presidente de raspão, feriu gravemente duas pessoas presentes e causou a morte de outra
Publicidade
Publicidade