Publicidade

Delegações da Rússia e da Ucrânia chegam a Belarus

Representantes dos dois países tentam uma nova rodada de negociações para um cessar-fogo

Delegações da Rússia e da Ucrânia chegam a Belarus
Até o momento, o sétimo dia de combates foi o mais violento, com bombardeios em Kiev e Kharkiv, segunda maior cidade ucraniana | Divulgação/Forças Armadas da Ucrânia
Publicidade

Os conflitos militares entre a Rússia e a Ucrânia tiveram intensidade moderada nas últimas horas da manhã desta 5ª feira (3.mar). Apesar de alguns analistas especularem problemas logísticos entre os batalhões, como a falta de combustível, outros sugerem que a pausa refere-se a nova rodada de negociações entre as delegações.

+ Diário da Guerra 8: siga as últimas informações sobre o ataque à Ucrânia
+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Até o momento, o sétimo dia de combates foi o mais violento, com bombardeios em Kiev e Kharkiv, segunda maior cidade ucraniana. Também houve a tomada do município de Kherson pelos soldados russos, considerada estratégica pelos acessos portuários. Segundo o governo da Ucrânia, ao menos 2 mil civis já morreram devido ao conflito.

Hoje, os representantes de ambos os países anunciaram o encontro na fronteira com Belarus e Polônia, onde devem discutir novas exigências para chegar a um acordo de cessar-fogo. A primeira rodada de negociações foi feita no dia 28 de fevereiro, quando Moscou e Kiev esboçaram uma série de tópicos prioritários, mas não chegaram a maiores resultados.

Entre as exigências, a Rússia pede que a Ucrânia se mantenha como território neutro e desista de ingressar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Ao mesmo tempo, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, tenta manter a independência do país e negociar as demandas russas de rendição, classificadas por ele como "inaceitáveis".

+ "Nossa nação acabou com os planos de anos da Rússia", diz Zelensky

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, ressaltou que o país está aberto para uma conversa, mas que a operação militar iria continuar até um acordo ser acertado.

Veja também

+ Mais de 1 milhão de pessoas deixaram a Ucrânia após o início da guerra

+ Jornalista mostra civis ucranianos alimentando soldado russo após rendição

+ Polônia apresenta plano de reconstrução de 100 bilhões de euros para Ucrânia

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerranaucrania
ofensiva russa
ucrania
pausa relativa
negociaçoes
delegaçoes
belarus
polonia
invasao
russia
conflito militar
guerra-na-ucrania

Últimas notícias

PF abre inquérito para investigar leilão do arroz, para suprir demanda com tragédia no RS

PF abre inquérito para investigar leilão do arroz, para suprir demanda com tragédia no RS

Conab, responsável pela compra dos grãos importados, suspendeu o negócio após suspeitas de irregularidades
Polícia argentina usa gás de pimenta para reprimir protestos contra a Lei de Bases

Polícia argentina usa gás de pimenta para reprimir protestos contra a Lei de Bases

Pacote de reformas enviado pelo governo Milei está em debate no Senado
Tarcísio autoriza abertura de licitação para privatizar gestão de 33 novas escolas

Tarcísio autoriza abertura de licitação para privatizar gestão de 33 novas escolas

O prazo de concessão será de 25 anos, de acordo com a Secretaria de Educação do estado
Alexandre de Moraes prorroga mais uma vez inquéritos das fake news e milícias digitais

Alexandre de Moraes prorroga mais uma vez inquéritos das fake news e milícias digitais

O ministro deu mais 180 dias para conclusão das investigações, atendendo a pedido feito pela Polícia Federal (PF)
Lula: “O Brasil não vai desperdiçar oportunidade de se tornar uma grande economia”

Lula: “O Brasil não vai desperdiçar oportunidade de se tornar uma grande economia”

Presidente brasileiro participou de abertura de evento no Rio de Janeiro que reúne investidores árabes e brasileiros
Senado aprova projeto que obriga restaurantes a terem cartaz ensinando manobra de desengasgo

Senado aprova projeto que obriga restaurantes a terem cartaz ensinando manobra de desengasgo

Texto foi aprovado na forma de um substitutivo da relatora, senadora Damares Alves (Republicanos-DF), e volta agora à Câmara dos Deputados
Erika Hilton processa Nikolas Ferreira por crime de transfobia e cobra indenização de R$ 5 milhões

Erika Hilton processa Nikolas Ferreira por crime de transfobia e cobra indenização de R$ 5 milhões

A acusação da deputada foi após uma fala de Nikolas na reunião da Comissão da Defesa dos Direitos das Mulheres, na última quarta-feira
"Queremos liderar a transição energética", diz Mercadante, presidente do BNDES

"Queremos liderar a transição energética", diz Mercadante, presidente do BNDES

Executivo destacou investimentos do banco de desenvolvimento em energia limpa e disse que Brasil está aberto para parcerias comerciais
Câmara aprova urgência de projeto que iguala aborto ao crime de homicídio

Câmara aprova urgência de projeto que iguala aborto ao crime de homicídio

Defendida por conservadores, proposta agrava punição para pausa na gravidez com mais de 22 semanas
Câmara aprova urgência de projeto que restringe delações premiadas de presos

Câmara aprova urgência de projeto que restringe delações premiadas de presos

Texto limita ações da Justiça e coloca acordo como alternativa apenas em casos voluntários, além de oferecer recurso a afetados por delações
Publicidade
Publicidade