Publicidade

ANÁLISE: Acorda Brasil, por Carlos Nascimento

Leia a análise do âncora do SBT Brasil sobre a situação da saúde pública brasileira

ANÁLISE: Acorda Brasil, por Carlos Nascimento
Daniel Schlydi/Unsplash
Publicidade


Agora é o momento de juntar forças para combater o vírus, não dividi-las. Cada dose da vacina deve ser aproveitada como ouro. Foto: Unsplash

Há uma semana previmos o que aconteceria com a vacinação da Covid se não houvesse uma liderança com conhecimento, liberdade e credibilidade para comandar a campanha. Este é um assunto médico, científico e epidemiológico e não apenas um movimento logístico e muito menos político.

A reunião de ontem mostrou que vamos continuar batendo cabeça com os estados e a União optando por soluções diferentes. O resultado é que a população brasileira corre o risco de ver repetido o desastre que foi e está sendo o enfrentamento da pandemia.

Com exceção daqueles empenhados em salvar vidas nas UTIs, enfermarias, prontos-socorros e hospitais, públicos e particulares, nas unidades do SUS e centros de triagem dos estados e prefeituras municipais. 

Teríamos perdido muito mais de 178.159 vidas não fosse a determinação e a coragem de médicos, enfermeiros, laboratoristas, pesquisadores, biomédicos, técnicos de enfermagem, equipes de ambulâncias e de funcionários dos hospitais que entram em ambientes contaminados pelo vírus para que outros continuem vivendo.

A hora é de juntar forças e não dividi-las.

Cada dose de vacina que entrar no País, desde que aprovada pelas agências de Saúde internacionais e liberada pela Anvisa deve ser aproveitada como ouro. 

Não importa quem comprou e quem distribuiu. Importa aproveitar cada centavo com sabedoria. 

Por ridículo que pareça estamos no caminho de repetir a patetice de jogar fora os exames comprados para detectar a Covid, agora sob risco de perderem a validade sem ter sido usados. Sem contar que algumas autoridades falam em vacinação sem o resultado dos testes, o atraso na negociação com os fabricantes  e um prazo de sessenta dias para a análise de um pedido de vacina.

No fundo desse imbróglio está o absurdo de grupos de brasileiros negarem a gravidade - e até a existência da Covid - e se movimentarem de novo para por em dúvida a eficácia da vacina. Não respeitam sequer o recrudescimento da pandemia que está enchendo os hospitais e ameaçando a vida de novos cidadãos.

O Brasil já foi referência internacional em inúmeras campanhas de vacinação e sempre soube fazer isso - com as lideranças certas, competentes e desvinculadas de brigas políticas e picuinhas pessoais. 

Que todos entendam : não é hora de ganhar eleições, de promover candidaturas, de salvar a reputação de  governos e muito menos de apostar no insucesso da vacinação.

É hora de nos organizarmos para defender as pessoas e honrar a competência da Saúde Pública brasileira  perante o mundo.

Ou vamos confirmar um fiasco que já custou centenas de milhares de vidas.

*O jornalista Carlos Nascimento é âncora do SBT Brasil
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
analise
análise
carlos nascimento
vacinação
vacina
saúde pública
saúde

Últimas notícias

Lula diz que nunca teve uma relação tão boa com o Congresso; derrotas mostram contradição

Lula diz que nunca teve uma relação tão boa com o Congresso; derrotas mostram contradição

Presidente diz que conseguiu aprovar todos os projetos prioritários para o país, mas no Congresso governo encontra dificuldades em 5 temas, ao menos
Famoso em Paris, museu Pompidou vai abrir primeira filial no Brasil

Famoso em Paris, museu Pompidou vai abrir primeira filial no Brasil

Nova unidade, a primeira da instituição na América Latina, será instalada em Foz do Iguaçu, no Paraná
Preço médio do aluguel sobe 8% no primeiro semestre no Brasil; Brasília teve maior alta

Preço médio do aluguel sobe 8% no primeiro semestre no Brasil; Brasília teve maior alta

Índice de monitoramento da Fipe identificou aumento em 24 das 25 cidades avaliadas; reajustes superaram a inflação oficial
Vídeo feito por IA mostra encontro de famosos com suas versões jovens; veja

Vídeo feito por IA mostra encontro de famosos com suas versões jovens; veja

Michael Jackson, Will Smith, Paul Mccartney, entre outros, foram recriados abraçando suas versões mais novas
Anvisa confirma terceiro caso de malária em navio no Porto de Santos

Anvisa confirma terceiro caso de malária em navio no Porto de Santos

Infectados eram tripulantes de dois navios que chegaram do continente africano neste mês
Em meio a debate sobre autonomia do BC, Kajuru chama Campos Neto de ‘desprezível’ e ‘antibrasileiro’

Em meio a debate sobre autonomia do BC, Kajuru chama Campos Neto de ‘desprezível’ e ‘antibrasileiro’

Críticas foram feitas pelo senador durante sessão na CCJ que discutia PEC do BC
O que "Era uma Vez um Sonho", livro de J.D. Vance que virou filme, conta sobre o vice de Trump

O que "Era uma Vez um Sonho", livro de J.D. Vance que virou filme, conta sobre o vice de Trump

Busca por obras inspiradas na vida do senador de Ohio aumentaram drasticamente após anúncio do republicano na chapa presidencial
Força Nacional será enviada ao MS para atuar nos conflitos entre indígenas e fazendeiros

Força Nacional será enviada ao MS para atuar nos conflitos entre indígenas e fazendeiros

Autorização do Ministério da Justiça e Segurança Pública foi publicada nesta quarta
Prefeita de Paris mergulha no rio Sena para mostrar que há segurança para as provas dos Jogos Olímpicos

Prefeita de Paris mergulha no rio Sena para mostrar que há segurança para as provas dos Jogos Olímpicos

Anne Hidalgo tenta garantir condições para banho que estão previstas provas aquáticas na capital francesa
Carlos Viana tira licença do Senado para disputar prefeitura de Belo Horizonte

Carlos Viana tira licença do Senado para disputar prefeitura de Belo Horizonte

Pesquisa mostra Viana com 8% das intenções de voto para prefeito da capital mineira nas eleições deste ano
Publicidade
Publicidade