Publicidade

Planalto: não houve despesas públicas com ida de Carlos Bolsonaro à Rússia

Governo também disse que não se encontra nenhum "indício de conduta tendente ao cometimento de ato ilícito"

Planalto: não houve despesas públicas com ida de Carlos Bolsonaro à Rússia
Carlos Bolsonaro
Publicidade

Em ofício enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), o Planalto afirmou que não houve despesas aos cofres públicos na viagem do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos) na comitiva do presidente Jair Bolsonaro (PL) à Rússia.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"No mesmo sentido e corroborando com o entendimento da não verificação de irregularidades, é relevante ressaltar, em atendimento ao que foi solicitado pelo Ministro Relator, que não há (...) registros de despesas relacionadas ao Vereador Carlos Bolsonaro, no tocante à viagem presidencial internacional ocorrida com destino à Rússia, em fevereiro de 2022", defendeu o governo no ofício enviado ao ministro Alexandre de Moraes. 

O governo teve de justificar a ida do vereador ao ministro após um pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede- AP). Segundo o governo, não foram pagos pelo Ministério das Relações Exteriores quaisquer valores a título de diárias ao vereador e "tampouco há registros de despesas neste Ministério relacionadas a sua participação na comitiva oficial do senhor Presidente da República".

No documento, o Planalto também disse que não se encontra configurado nenhum "indício de conduta tendente ao cometimento de ato ilícito, tanto na esfera civil, como administrativo-político e, com mais razão ainda, de natureza penal".

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
governo
carlos bolsonaro
stf
justica
alexandre de moraes
rússia
jair bolsonaro
alexandre-leoratti

Últimas notícias

INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

Pagamentos serão feitos conforme o número final do cartão de pagamento; moradores do RS terão depósitos antecipados
No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

Dança típica foi considerada relevante para a identificação regional nas apresentações juninas
"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (24); assista!
Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Primeiro-ministro israelense concedeu entrevista a uma emissora do país pela primeira vez desde o início da guerra
Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Paralisação nacional começou em abril. Retorno às aulas depende de decisão interna de cada instituição
Publicidade
Publicidade