Publicidade

Alckmin anuncia mais 31 nomes do governo de transição

Foram indicadas equipes que trabalharão em seis grupos técnicos

Alckmin anuncia mais 31 nomes do governo de transição
Publicidade

O vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), anunciou nesta 5ª feira (10.nov) os novos nomes que irão compor a equipe do governo de transição. Foram indicados mais 31 integrantes dos Grupos Técnicos. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Nas Comunicações estão o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, Jorge Bittar, César Alvarez e Alessandra Orofino. 

No Grupo Técnico de Direitos Humanos estão a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), Silvio Almeida, Luis Alberto Neoquete, Janaína Barbosa de Oliveira, Rubens Linhares Mendonça Lopes, Emídio de Souza e Maria Vitória Benevides. 

No grupo dedicado à Igualdade Racial: Nilma Lino Gomes, Givânia Maria Silva, Douglas Belchior, Thiago Tobias, Iêda Leal, Martvs das Chagas e Preta Ferreira. 

Já na área da Indústria, Comércio e Serviços, foram anunciados os seguintes nomes: Germano Rigotto, Jackson Schneider, Rafael Lucheze e Marcelo Ramos. No mesmo grupo, mas voltados para a área de pequenas empresas, estão Tatiana Conceição Valente, Paulo Okamoto, Paulo Feldman, André Ceciliano. 

No Grupo técnico das Mulheres, estão Anielle franco, Rosely faria, Roberta Eugênio, Maria Helena Guarese, Eleonora Menicucci e Aparecida gonçalves. 

Por fim, no grupo de Planejamento, Orçamento e Gestão, estão Ester Duex, Guido Mantega, Enio Verri, Antônio Corrêa Lacerda. 

Transição

A equipe de transição indicada pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) começou a ocupar as instalações do Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) na 2ª feira (7.nov). O local foi escolhido para sediar os trabalhos do gabinete de transição.

Os principais nomes já haviam sido oficializados na 3ª feira (8.nov). Alckmin, que tem comandado o processo de troca entre a atual e a próxima gestão, anunciou os responsáveis pela economia e pela assistência social. 

A equipe de transição econômica será formada por quatro nomes especialistas da área: André Lara Resende, Guilherme Mello, Nelson Barbosa e Persio Arida. Apesar de não anunciado de forma oficial, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega também deverá fazer parte do grupo de trabalho, segundo afirmou Alckmin.

Ficarão a cargo da área de desenvolvimento, apontada como assistência social: Simone Tebet, Márcia Lopes, Tereza Campello e André Pitan. A futura primeira-dama, Rosângela Silva, a Janja, será a coordenadora da posse de Lula. 

Já o Conselho de Transição Governamental, representado pelos partidos, terá os seguintes nomes: 

1. Antônio Brito (PSD)
2. Carlos Siqueira (PSB)
3. Daniel Tourinho (AGIR)
4. Felipe Espirito Santo (PROS)
5. Gleisi Hoffmann (PT)
6. Guilherme Ítalo (Avante)
7. Jefferson Coriteac (SD)
8. José Luiz Penna (PV)
9. Juliano Medeiros (PSOL)
10. Luciana Santos (PCdoB)
11. Wesley Diógenes (REDE)
12. Wolney Queiroz (PDT)

Os nomes de Renan Calheiros, Jader Barbalho, Simone Tebet, Reinaldo Takarabe e Germano Rigotto, todos do MDB, já haviam sido confirmados na 4ª feira (9.nov) pelo presidente da sigla, Baleia Rossi.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
eleicoes
alckmin
transição
lula
grupos técnicos
bruna-yamaguti

Últimas notícias

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Ato foi realizado em crítica à ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em outubro de 2023, dizem autoridades
Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Dispositivo vestível consegue analisar dados de saúde, como sono, frequência cardíaca e precisa funcionar integrado ao smartphone Galaxy S24
RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

Bombeiros afirmam que cinco pessoas estão em estado grave; Vítimas foram levadas para unidades municipais em Itaguaí
Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Apesar dos resultados negativos, companhia disse que superou o momento mais difícil desde que entrou em recuperação judicial. Relembre o caso
Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Eles apreenderam quatro fuzis que estavam de posse de criminosos, mas não apresentaram os armamentos em unidade da Polícia Civil
Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Mulher havia quebrado a perna na Pedra do Telégrafo; local é de difícil acesso
Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Polícia Civil investiga homicídio do integrante da dupla 'Wesley e Gustavo'; suspeito foi capturado em Minas Gerais
Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Anuncio aconteceu em meio a uma onda de desinformação contra o serviço de mensagens do Google
Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Ele afirma que a menina foi mordida e machucada por pelo menos dois colegas e monitora não prestou socorro
Aliados de Bolsonaro chamam ato na Paulista de “momento histórico”; Base de Lula avalia como afronta à democracia

Aliados de Bolsonaro chamam ato na Paulista de “momento histórico”; Base de Lula avalia como afronta à democracia

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann fez duras críticas ao ex-presidente; já Coronel Telhada chamou Bolsonaro de estadista
Publicidade
Publicidade