Publicidade

FALSO: Traficantes não fizeram símbolo de Lula com as mãos

Candidata à deputada federal por SP, Carla Zambelli (PL) compartilhou foto falsa em redes sociais

FALSO: Traficantes não fizeram símbolo de Lula com as mãos
Publicidade

FALSO

FALSO | É falsa postagem que circula nas redes sociais em que Carla Zambelli, deputada federal por São Paulo e candidata à reeleição pelo PL, afirma que traficantes estavam comemorando decisão do STF que suspendeu trechos de decretos que facilitavam a compra e porte de armas, fazendo sinal de L com as mãos, em referência ao candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva, do PT. A foto utilizada é de traficantes da facção carioca Amigos dos Amigos (A.D.A), que tem como um de seus símbolos a letra L.


O QUE FOI INVESTIGADO?: A postagem, que é um print da página de Instagram @dr_beretta, afirma: "Traficantes comemorando que a proibição do STF para calibres restritos só vale para novos pedidos de compra. Sinal de L com as mãos mostra quem eles apoiam (Lula) para presidente". Zambelli ainda conclui: "Alô, Fachin! Dá uma espiadinha aqui!!!". A foto usada na postagem mostra cinco homens, no que parece ser uma comunidade, empunhando fuzis e fazendo a letra L com as mãos.

Onde foi publicado: A imagem foi publicada inicialmente no perfil @dr_beretta, no Instagram, e depois repostada no perfil do Facebook da deputada Carla Zambelli, onde viralizou.

Alcance da publicação: A postagem no perfil de Carla Zambelli no Facebook já tem 6,1 mil curtidas, mil comentários e 6,7 mil compartilhamentos.

O que diz o autor da publicação: Procurada, a assessoria de imprensa de Carla Zambelli se limitou a dizer que a postagem se tratava de "um meme". Marcelo Barazal, dono da página @dr_beretta, foi procurado, mas não respondeu a nossa reportagem.


CONCLUSÃO DA VERIFICAÇÃO

É falsa postagem divulgada por Carla Zambelli que afirma que traficantes estavam comemorando decisão do STF que suspendeu trechos de decretos que facilitavam a compra e porte de armas, fazendo sinal de L com as mãos, em referência a Lula, candidato à presidência da República pelo PT. 

A foto utilizada na postagem foi originalmente publicada pela página Jacarepaguá Notícias RJ, em 8 de janeiro de 2018, e mostra traficantes da facção Amigos dos Amigos (A.D.A) na comunidade Nogueira de Sá, em Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro. Na imagem, cinco homens empunham fuzis e fazem a letra L com as mãos.

Segundo reportagem da jornalista Cecília Olliveira, especialista em Criminalidade e Segurança Pública, a facção Amigos dos Amigos foi fundada em 1996, por três importantes traficantes do Rio: Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê, Celso Luís Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém, e Paulo César Silva Santos, o Linho. Linho desapareceu em 2003 e a inicial de seu apelido virou símbolo da facção, o "faz o L" com os dedos.

A foto usada na postagem falsa viralizada por Carla Zambelli é, inclusive, utilizada na reportagem da jornalista, feita em agosto de 2020 para o site The Intercept, como forma de explicar uma das marcas da A.D.A.

Para o SBT News De Fato, é falso todo conteúdo ou informação inventada, que foi alterada ou sofreu edições para mudar seu significado original e divulgado de modo deliberado para espalhar uma falsidade ou mentira.

Saiba mais:


COMO VERIFICAMOS?

Para realizar a verificação fizemos, inicialmente, uma busca reversa sobre a imagem publicada pela deputada, utilizando para isso o Google Search e o Bing Image Match. A partir das buscas, encontramos a postagem da página Jacarepaguá Notícias RJ, de janeiro de 2018, com a mesma foto, afirmando que aqueles seriam traficantes da facção Amigos dos Amigos (A.D.A).

Com a informação de que aqueles traficantes da foto faziam parte da A.D.A, passamos a pesquisar mais sobre a facção e seus símbolos característicos. Assim, chegamos a reportagem do site The Intercept, que confirma que o "faz o L" é uma marca dos Amigos dos Amigos.

Amigos dos Amigos

De acordo com André Rodrigues, professor de segurança pública na Universidade Federal Fluminense (UFF) e cientista político, a facção Amigos dos Amigos (A.D.A) é uma organização do chamado "varejo do tráfico" no Rio de Janeiro. Surgida em meados dos anos 90, chegou a dominar áreas importantes da cidade, como a favela da Rocinha, mas tem perdido espaço nos últimos anos.

Segundo o Mapa Histórico dos Grupos Armados do Rio de Janeiro, produzido pelo Instituto Fogo Cruzado e pelo Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (GENI) da UFF, áreas de domínio da A.D.A tendem à quase extinção nos anos mais recentes, chegando a uma área de apenas 1,1% em todo território controlado pelo tráfico no Rio de Janeiro.

Faz o L

O símbolo do "faz o L" é uma referência a uma das lideranças da A.D.A, o traficante Linho. Para o professor da UFF, Linho "é um símbolo por conta do comando que ele tinha na facção. Símbolo que acaba se incorporando como a marca simbólica daqueles que possuem alguma vinculação à facção A.D.A".

Ainda segundo Rodrigues, Linho chegou a ser chefe da facção criminosa Amigos dos Amigos até 2003, quando desapareceu. 

"O Linho é um nome de destaque da A.D.A, chegando a ter sido o chefe da facção durante alguns anos, ali no final dos anos 90 e início dos anos 2000, até o seu desaparecimento em 2003. Então, por isso, ele é uma figura que teve muito destaque na facção e por isso acabou ficando essa marca do "faz o L" como um dos símbolos da A.D.A", afirmou o especialista em segurança pública.

No YouTube, há um canal intitulado A.D.A do Linho, que traz diversos vídeos de músicas de funk enaltecendo a facção criminosa e o traficante Linho. Entre elas, o funk "Faz o L Só Quem É A.D.A Até Morrer", que diz em um trecho: Faz o L só quem é A.D.A até morrer, bota a cara, a gente veio para ficar.

Decreto de armas

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) referendou no dia 20 de setembro, por 9 votos a 2, as liminares que limitavam a posse de arma de fogo e a quantidade de munições que podem ser adquiridas.

Elas haviam sido concedidas pelo ministro Edson Fachin no dia 5 do mesmo mês, em três Ações Direta de Inconstitucionalidade para suspender efeitos de trechos de decretos da Presidência da República que regulamentam o Estatuto do Desarmamento e flexibilizam a compra e o porte de armas.

Com as liminares, a posse de arma de fogo só pode ser autorizada às pessoas que demonstrem efetiva necessidade, por razões profissionais ou pessoais. Já a aquisição de armas de fogo de uso restrito só deve ser autorizada por interesse da segurança pública ou da defesa nacional. Portanto, enquanto durar a liminar, a aquisição desse tipo de armamento por CACs -- colecionadores, atiradores e caçadores -- está suspensa.

A quantidade de munição que pode ser adquirida pelos proprietários de armas também fica limitada, de forma diligente e proporcional, apenas ao necessário para garantir a segurança dos cidadãos.

De acordo com o Instituto Sou da Paz, as decisões do STF não revogam os decretos publicados pelo Governo Federal e só geram efeitos futuros, ou seja, não retroagem para armas que já foram compradas.

"O Instituto Sou da Paz avalia que esta é mais uma medida que responde aos excessos e ilegalidades do Governo Federal em sua ação de desmonte do controle de armas e da promoção de um caos jurídico, concretizados com a publicação de mais de 40 normativas, algumas delas editadas e revogadas no mesmo dia", afirmou, em nota, o Instituto.

Por que investigamos

O SBT News De Fato investiga conteúdos suspeitos que viralizaram nas redes sociais sobre as eleições de 2022. Conteúdos falsos ou enganosos que envolvem candidatos, como é o caso de Lula, podem influenciar na compreensão da realidade e na imagem construída pelos eleitores sobre o político. A escolha sobre o candidato deve ser tomada com base em informações verdadeiras e confiáveis.


SBT News De Fato

SBT News De Fato é o serviço de checagens, verificação de fatos e educação midiática do SBT. O objetivo é ser um núcleo de orientação e de informações ao público em relação ao conteúdo espalhado e distribuído na internet e pelas redes sociais. Nesta primeira fase, o grupo vai atuar no combate a desinformação durante o período das eleições gerais deste ano.  A escolha sobre o candidato deve ser tomada com base em informações verdadeiras e confiáveis. Por isso, o SBT News De Fato conta com uma equipe de jornalistas profissionais do SBT, regionais e afiliadas. São eles: SBT SP, SBT RioSBT ParáSBT RSSBT DF, TV Aratu (BA), SBT MT (MT), TV Tambaú (PB), TV Jornal (PE), Jornal do Commercio (PE), TV Allamanda (RO), TV Norte (AM, AC e RR), TV Cidade Verde (PI) e TV Ponta Verde (AL). Clique aqui e saiba mais.


>> Emanuelle Menezes é jornalista no SBT e SBT News

Você também pode se interessar por:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
defato
de-fato
de fato
eleições
checagem
desinformação
verificação
falso
traficantes
símbolo
l com as mãos
foto
redes sociais
carla zambelli
lula

Últimas notícias

Amazônia registra décimo mês consecutivo de redução do desmatamento, diz Imazon

Amazônia registra décimo mês consecutivo de redução do desmatamento, diz Imazon

Bioma perdeu 79 km² de floresta em janeiro; Roraima, Mato Grosso e Pará lideram ranking de devastação
Ex-jogador Daniel Alves é convocado para tribunal em Barcelona

Ex-jogador Daniel Alves é convocado para tribunal em Barcelona

Outros envolvidos no processo também receberam intimações da Justiça espanhola; tribunal já pode ter redigido sentença
Disputa entre milicianos e traficantes na zona norte do Rio faz vítimas

Disputa entre milicianos e traficantes na zona norte do Rio faz vítimas

Prisão de “Zinho” intensificou onda de violência; mulher com filhas desmaiou após assalto
Empresários de 17 setores preparam ato no Congresso contra a reoneração da folha de pagamentos

Empresários de 17 setores preparam ato no Congresso contra a reoneração da folha de pagamentos

Movimento de grupos atingidos pela medida vai apresentar balanço mostrando que benefício gerou 215 mil empregos em 2023
Zelensky cobra países e diz que atraso na entrega de ajuda militar beneficia exército russo

Zelensky cobra países e diz que atraso na entrega de ajuda militar beneficia exército russo

Tropas de Moscou continuam avançando no território ucraniano após reivindicarem a cidade de Avdiivka
ENGANOSO: Apresentador da Globo não evitou noticiar rombo no governo Lula; houve erro técnico

ENGANOSO: Apresentador da Globo não evitou noticiar rombo no governo Lula; houve erro técnico

Confira a verificação realizada pelos jornalistas e redações integrantes do Projeto Comprova
Falso taxista é preso após aplicar golpes em bairros ricos de SP

Falso taxista é preso após aplicar golpes em bairros ricos de SP

Homem trocava cartões de clientes, usando carro roubado com placas clonadas
Intenção de consumo das famílias sofre queda, mas registra melhor fevereiro desde 2015

Intenção de consumo das famílias sofre queda, mas registra melhor fevereiro desde 2015

Índice caiu 0,5% no mês devido ao menor acesso ao crédito e à prioridade dos brasileiros de quitar dívidas
Em meio à crise com Israel, Brasil recebe ministros estrangeiros para preparação do G20

Em meio à crise com Israel, Brasil recebe ministros estrangeiros para preparação do G20

Políticos irão se reunir no Rio de Janeiro para debater temas sociais e ambientais, além da reforma de organizações multilaterais
Governo autoriza envio da Força Nacional para segurança externa do presídio de Mossoró

Governo autoriza envio da Força Nacional para segurança externa do presídio de Mossoró

Decisão acontece em meio à fuga de dois criminosos; agentes ficarão na unidade por 60 dias
Publicidade
Publicidade