Publicidade

Bolsonaristas sinalizam vida difícil a Pacheco e governo promete diálogo

Disputa pela Presidência do Senado deve ser apenas a primeira entre oposição e governistas na Casa

Bolsonaristas sinalizam vida difícil a Pacheco e governo promete diálogo
Rogério Marinho e Rodrigo Pacheco
Publicidade

Os nomes favoritos para as presidências da Câmara e do Senado se confirmaram. Arthur Lira (PP-AL) venceu com resultado recorde: 464, dos 513 deputados, o apoiaram. Com o placar bem menos tranquilo, o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) conquistou 49 dos 81 votos possíveis. Ambos começam o novo ano legislativo como terminaram o último - presidentes -, mas a vida de um deve ser bem diferente da do outro nos próximos dois anos.

As duas vitórias tiveram um ponto em comum: o apoio massivo da base governista. No Senado, os bolsonaristas perderam a disputa, mas, na outra casa, eles se "misturaram" com os petistas para garantir a reeleição.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Após a sessão no Senado, Rogério Marinho (PL-RN), candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro, mostrou-se frustrado com o resultado e prometeu oposição a Pacheco. "Vou continuar em defesa do legado deixado pelo governo Bolsonaro e, não só ele, mas também por Michel Temer", pontuou.

O parlamentar ainda fez referência, sem dar detalhes, a supostas ameaças feitas pelo presidente da República e por ministros do governo para dizer que o governo interferiu no Legislativo, desrespeitando a independência do Legislativo. "Estamos preocupados", frisou Marinho.

Resistências
O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) chegou a entrar na disputa, mas abriu mão do cargo no último momento para apoiar Marinho. Agora, disse desejar mais diálogo da parte do vencedor. "A gente espera que este segundo mandato seja melhor do que o primeiro", criticou.

Mais cedo, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) também deixou claro que o presidente reeleito vai ter dificuldades. "Só espero que ele respeite a proporcionalidade dos partidos, senão ele não vai conseguir aprovar muita coisa dentro do plenário."

"Eu vou ter que mostrar a eles que podemos ter uma convivência harmônica", disse Pacheco, após a eleição.

Já o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse que pretende abrir o diálogo com o candidato derrotado. O petista ressaltou que espera contar com o apoio de Marinho para aprovar projetos importantes, como a reforma tributária. "É um senador eleito do Rio Grande do Norte que vai ter todo o respeito institucional", destacou.

Segundo Padilha, a eleição espelhou as estimativas feitas pelo governo e negou que o Palácio do Planalto tenha feito acordos em troca de apoio. O ministro pontuou que os congressistas optaram por terminar com o tempo em que o adversário era considerado "inimigo" e que a ordem era "fuzilar" a oposição. "A era de um governo que desrespeita o Congresso acabou", ressaltou.

Mas...
O líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o senador Renan Calheiros (MDB-AL) celebraram a vitória de Pacheco. O alagoano afirmou que a votação foi uma demonstração de defesa da democracia e teceu elogios ao senador, mas aproveitou para alfinetar o presidente da Câmara.

"Em todos os momentos de dúvida, de crise, de instabilidade, ele [Pacheco] teve uma posição muito assertiva em defesa da democracia. Diferentemente do que aconteceu na Câmara", disse Calheiros.

O emedebista disse que o resultado expressivo da votação de Lira precisa contribuir para torná-lo um presidente "completamente diferente". No entanto, o deputado já disse que vai acontecer justamente o contrário: "Vou ser o mesmo presidente da Câmara. Se fosse para ser diferente, não seria eleito", pontuou Lira.

Leia também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
governo
oposicao
palaciodoplanalto
rodrigopacheco
arthurlira
bolsonaro
renancalheiros
flaviobolsonaro
jairbolsonaro
lula
senadofederal
camaradosdeputados

Últimas notícias

2,6 bilhões de pessoas não estão conectadas à internet, diz ONU

2,6 bilhões de pessoas não estão conectadas à internet, diz ONU

Estudo da UIT aponta que uso da inteligência artificial pode reduzir a exclusão digital no planeta
Incêndios no Pantanal: Mato Grosso do Sul decreta situação de emergência

Incêndios no Pantanal: Mato Grosso do Sul decreta situação de emergência

Uma das medidas é dar permissão ao Corpo de Bombeiros para adentrar casas e prestar socorro às vítimas. Decreto vale por 180 dias
'Bactéria comedora de carne': mulher é infectada após cortar tornozelo no jardim

'Bactéria comedora de carne': mulher é infectada após cortar tornozelo no jardim

Britânica Louise Fawcett passou por 6 cirurgias após ser diagnosticada com fasciíte necrosante
Prefeitura do Rio de Janeiro desapropria terreno do Gasômetro para construir estádio do Flamengo

Prefeitura do Rio de Janeiro desapropria terreno do Gasômetro para construir estádio do Flamengo

Imóvel está localizado na zona portuária da cidade; decreto foi publicado nesta segunda (24)
AliExpress e Magalu fecham acordo inédito e venderão produtos em ambos marketplaces; entenda

AliExpress e Magalu fecham acordo inédito e venderão produtos em ambos marketplaces; entenda

Mudança foi anunciada por meio de comunicado ao mercado; ações da varejista da família Trajano disparam
Ampliação da TV digital: prazo para 250 municípios solicitarem ajuda federal termina na sexta (28)

Ampliação da TV digital: prazo para 250 municípios solicitarem ajuda federal termina na sexta (28)

Programa Brasil Digital implementa estações para transmissão de emissoras públicas e compartilhar infraestrutura com redes privadas
Caso Anic: defesa diz que filhos "não sabiam de nada"

Caso Anic: defesa diz que filhos "não sabiam de nada"

Advogada está desaparecida há 116 dias; Anic de Almeida foi vista pela última vez em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro
Elon Musk confirma o nascimento do 12º filho

Elon Musk confirma o nascimento do 12º filho

Bilionário diz em entrevista que novo herdeiro estava "longe de ser um segredo" e que divulgar um comunicado sobre a gestação seria "bizarro"
Grávida dá à luz presa em congestionamento após acidente entre ônibus e carreta em Minas Gerais

Grávida dá à luz presa em congestionamento após acidente entre ônibus e carreta em Minas Gerais

Ao todo, 12 pessoas se envolveram no acidente; seis foram socorridas com suspeita de fraturas, traumas, cortes e escoriações, mas nenhuma em estado grave
Homem coordenou sequestro de médica no Pará de dentro de presídio no Rio; entenda

Homem coordenou sequestro de médica no Pará de dentro de presídio no Rio; entenda

Ana Letícia Leite Sena Passos foi sequestrada na saída de um evento em Belém e levada para um cativeiro no município de Ananindeua
Publicidade
Publicidade