Publicidade

Servidores públicos cogitam possível greve unificada para aumento em 2024

Movimento pode avançar ainda em janeiro, caso contraproposta de reajuste, a ser enviada ao governo, não apresente resultado

Servidores públicos cogitam possível greve unificada para aumento em 2024
Pedro França/Agência Senado
Publicidade

Servidores públicos federais trabalham com a possibilidade de uma paralisação unificada, para pressionar por um aumento salarial ainda em 2024. Na esteira de movimentos iniciados por carreiras, como a greve de 24h prevista no Banco Central para a próxima semana e a suspensão de atividades de funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma ação geral é vista como alternativa, caso uma contraproposta que será apresentada na próxima quarta-feira (10.jan) não avance.

+ Servidores federais preparam contraproposta ao governo e pressionam por reajuste em 2024

“Por enquanto, várias categorias isoladamente estão definindo datas para paralisar. O que o Fórum [das Carreiras de Estado, Fonacate] vai fazer é, já a partir dessa contraproposta, a gente tentar unificar esses calendários e ver se tem como fazer um dia nacional de todos esses que estão paralisando isoladamente. Fazer uma coisa só”, afirmou, ao SBT News, o presidente do Fonacate, Rudinei Marques.

De acordo com Marques, a movimentação depende do retorno do governo ao texto que será protocolado junto à Secretaria de Relações do Trabalho, do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. O documento vai pedir para que o reajuste anunciado pelo governo ao próximo biênio seja antecipado para este ano, além de uma equiparação entre carreiras públicas federais.

O presidente do Fonacate também destaca que a possível greve unificada ainda será discutida entre os representantes de carreiras: “Leva um pouco de tempo para construir, mas [a paralisação] está no radar”. Uma reunião para iniciar as discussões sobre o tema deve ser articulada a partir da terceira semana de janeiro.

+ Funcionários do Banco Central decretam greve para o dia 11 de janeiro

“A gente não aceita congelamento salarial em 2024, ainda mais o governo já tendo assinado acordo com outras carreiras, algumas por medida provisória no último dia do ano. Não tem sentido conceder para alguns e não para os demais, então a gente vai insistir que quer algo ainda para 2024”, diz.

Contraproposta ao governo

Servidores questionam a sugestão enviada pelo Executivo, indicando apenas adequações em benefícios de refeição, saúde e creche, sem impacto salarial para o ano. O governo estabeleceu a atualização de 51% para auxílio-saúde e auxílio-creche. E de aumento do vale alimentação, de R$ 658 para R$ 1 mil. Um aumento em folha, no entanto, ficou parcelado e para o próximo biênio – com 4,5% a serem pagos em 2025 e 2026.

Funcionários públicos em greve

Desde o início do ano, servidores do Ibama iniciaram paralisação das atividades, com pedidos para reestruturação de carreira, fortalecimento das instituições ambientais federais e melhoria das condições de trabalho do instituto. Na última semana, funcionários do ICMBio aderiram ao movimento.

Funcionários do Banco Central também confirmaram uma greve de 24h na próxima quinta-feira, 11 de janeiro. O movimento foi aprovado em assembleia dos servidores na última sexta-feira (5.jan). A expectativa é de que a adesão supere os 70%, de forma que apenas serviços essenciais continuem em funcionamento no dia.

De acordo com o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Fabio Faiad, esta será a maior paralisação em um dia da história do BC. “O desempenho do presidente Roberto Campos Neto é insuficiente e o governo não trouxe proposta concreta ainda, por isso os servidores indicaram o estado de greve”, declara.

A reportagem entrou em contato com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos para posicionamento frente à paralisação de carreiras e indicativo de greve do Banco Central, assim como críticas à sugestão de parcelamento do aumento a servidores, mas não obteve resposta até a publicação deste texto. O espaço segue aberto para manifestação.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Greve
Brasília
Banco Central

Últimas notícias

Barbeiro transforma ponto de taxi em barbearia após perder comércio em Porto Alegre

Barbeiro transforma ponto de taxi em barbearia após perder comércio em Porto Alegre

No dia 4 de maio deste ano, Laio viu tudo o que tinha ficar embaixo d'água, inclusive sua residência
Com hospitais alagados, gestantes e recém-nascidos são atendidos em abrigos no RS

Com hospitais alagados, gestantes e recém-nascidos são atendidos em abrigos no RS

Uma das crianças atendidas tem 11 dias de vida e nem chegou a usar o enxoval, que foi totalmente perdido nas enchentes
Imposto de renda: 17 milhões de contribuintes ainda não entregaram declaração; veja dicas

Imposto de renda: 17 milhões de contribuintes ainda não entregaram declaração; veja dicas

No dia 31 de maio, encerra-se o prazo para declarar o IRPF 2024; escritórios de contabilidade têm ampliado a capacidade de atendimento
Enquanto o Sul do Brasil enfrenta os efeitos da chuva, outras partes do mundo sofrem com a seca

Enquanto o Sul do Brasil enfrenta os efeitos da chuva, outras partes do mundo sofrem com a seca

No México, por exemplo, mais de 22 milhões de pessoas podem ficar sem água nas próximas semanas
Santa Catarina recebe mais de 400 famílias afetadas pelas chuvas no RS

Santa Catarina recebe mais de 400 famílias afetadas pelas chuvas no RS

Estado vem fazendo um mapeamento para distribuir auxílios conforme a demanda de cada um dos gaúchos
Irã mata 7 pessoas na forca; ONG denuncia aumento de execuções

Irã mata 7 pessoas na forca; ONG denuncia aumento de execuções

Penas teriam sido aplicadas neste sábado (18); das 7 vítimas, 2 seriam mulheres
Flores são projetadas no Cristo para lembrar combate ao abuso sexual de crianças

Flores são projetadas no Cristo para lembrar combate ao abuso sexual de crianças

Ação faz parte da campanha de mobilização nacional. Do início de 2024 até agora, o Disque 100 recebeu mais de 11 mil denúncias
Chuvas no RS: Força-tarefa encontra galão de água sendo vendido a R$ 80

Chuvas no RS: Força-tarefa encontra galão de água sendo vendido a R$ 80

Ação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) contra preços abusivos autuou 65 estabelecimentos
Municípios do RS discutem plano para dar novas moradias aos afetados pelas chuvas

Municípios do RS discutem plano para dar novas moradias aos afetados pelas chuvas

Relatório da Confederação Nacional dos Municípios aponta que mais de 100 mil casas foram danificadas ou completamente destruídas
Cantor Arlindinho denuncia que filha de 9 anos foi vítima de racismo em escola

Cantor Arlindinho denuncia que filha de 9 anos foi vítima de racismo em escola

Filho de Arlindo Cruz relatou o fato nas redes sociais; escola se manifestou por meio de nota
Publicidade
Publicidade