Publicidade

São João na Bahia: período junino deve injetar cerca de R$ 2 bilhões no estado

Cidades como Amargosa, Cruz das Almas, Senhor do Bonfim e Santo Antônio de Jesus se transformam em verdadeiros polos de celebração

São João na Bahia: período junino deve injetar cerca de R$ 2 bilhões no estado
Publicidade

O mês de junho é marcado pela celebração a três grandes santos da Igreja Católica: Santo Antônio, São João Batista e São Pedro. Por isso, as festas juninas se espalham pelo Brasil, especialmente no Nordeste.

A tradição de celebrar os santos juninos é tão forte que faz os baianos enfrentarem aperto na rodoviária da capital e até seis horas de viagem rumo ao interior da Bahia. Cidades como Amargosa, Cruz das Almas, Senhor do Bonfim e Santo Antônio de Jesus se transformam em verdadeiros polos de celebração. São esperadas quase dois milhões de pessoas de outros estados.

Com cerca de 64 mil habitantes, a cidade de Cruz das Almas estima receber mais de 500 mil pessoas em cinco dias de festa. Entre as atrações estão nomes como Wesley Safadão, Mari Fernandez, as duplas Zé Neto e Cristiano e Matheus e Kauan.

Além das atrações musicais, as quadrilhas juninas também encantam o público com as coreografias sincronizadas.

Segundo a Secretaria Estadual de Turismo da Bahia, o período junino deve injetar cerca de R$ 2 bilhões no estado. E não é só festa: a venda de comidas típicas deve movimentar mais de R$ 1 milhão em amendoim e quase R$ 4 milhões em milho, produtos que não podem faltar nessa época.

Para quem ficou na capital não vai deixar de se divertir. A folia junina em Salvador vai durar 12 dias, com mais de 100 shows no Pelourinho, Parque de Exposições e outros locais.

A festa em Santo Antônio começou na noite deste sábado (22). Ainda hoje, passarão pelo palco a dupla Maiara e Maraisa e o cantor Tarcísio do Acordeon. São esperadas 400 mil pessoas nesses cinco dias de evento com música, dança e comidas típicas.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Festa Junina
Bahia
São João
Festa
Música

Últimas notícias

Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Outros cinco suspeitos foram presos; foram apreendidos três fuzis, duas pistolas e drogas
Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Neurologista era professora efetiva da Universidade Estadual de Goiás desde 2019 e agora está presa
Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Valor representa um aumento real (acima da inflação) de 11,02% frente ao mesmo período de 2023; recorde do semestre também foi batido
Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Eles foram resgatados pela Polícia Militar; grupo teve os celulares retirados e foi levado vendado até o local
Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Entidade de defesa do consumidor diz que justificativa da empresa de tecnologia é “questionável”
Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Criminosos foram capturados pela PRF após um serviço de monitoramento da Polícia Civil
Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Caso aconteceu na noite de quarta-feira (24) e repercutiu nas redes socais; veja
STJ acata pedido do governo e determina que INSS mantenha serviços essenciais e pelo menos 85% de equipes

STJ acata pedido do governo e determina que INSS mantenha serviços essenciais e pelo menos 85% de equipes

A decisão partiu da presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura
Ministra das Mulheres diz que PL do Aborto é "cruel" e "fere Código Penal"

Ministra das Mulheres diz que PL do Aborto é "cruel" e "fere Código Penal"

Cida Gonçalves comentou tema em entrevista ao programa Perspectivas, do SBT News
Eleições Municipais 2024: PSDB foca em Palmas para demarcar território após perda de espaço político

Eleições Municipais 2024: PSDB foca em Palmas para demarcar território após perda de espaço político

Prefeita reeleita Cinthia Ribeiro tenta manter comando da capital do Tocantins com os tucanos em meio ao avanço do bolsonarismo
Publicidade
Publicidade