Publicidade

Relatório sobre liberação de armas pelo Exército a condenados não deve responsabilizar militares

Documento sigiloso do TCU apontou que mais de 5,2 mil licenças de CACs foram emitidas a pessoas que respondem por crimes

Relatório sobre liberação de armas pelo Exército a condenados não deve responsabilizar militares
Armas de fogo fizeram várias vitimas em 2022
Publicidade

A edição desta terça-feira (5) do Brasil Agora repercutiu reportagem do SBT News sobre liberação de armas pelo Exército Brasileiro a condenados por crimes. O jornalista Leonardo Cavalcanti apurou que o relatório sigiloso do Tribunal de Contas da União (TCU) que apontou essas emissões, ocorridas entre 2019 e 2022, no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), não deve responsabilizar militares.

+ Barroso diz que militares "foram manipulados na política" e "fizeram papelão no TSE"; veja análise

"Esse relatório do TCU aponta para incapacidade do Exército de fiscalizar e controlar armas, algo que a gente já sabia e está detalhado nele. O relatório apresenta uma série de recomendações. O que apurei com pessoal do TCU, ministros e procuradores: [o relatório] não vai avançar para além das recomendações. Porque não vai responsabilizar, de fato, quem deveria ser responsabilizado", comentou o jornalista.

+ "Do jeito que é hoje, não dá para nenhum governo planejar", diz senador sobre reforma eleitoral

Matéria publicada nessa segunda (4) mostrou que EB concedeu licenças de Caçadores, Atiradores e Colecionadores (CACs) a pelo menos 5,2 mil pessoas que respondem por crimes como tráfico de drogas e homicídio.

+ Transferência de Fernandinho Beira-Mar: entenda rodízio de presos em penitenciárias federais

"Pelo histórico do TCU, segundo fontes me falaram, esse relatório não deve avançar na política do tribunal contra os militares. Lembrando que o ministro da Defesa é José Múcio, que foi presidente do Tribunal de Contas", lembrou Cavalcanti.

+ Brasil Agora: armas para condenados e Super Terça nos EUA

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

CAC
Bolsonaro
Exército

Últimas notícias

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Militares disseram que são capazes de alistar 3 mil este ano; 66 mil são elegíveis para alistamento
Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Resolução da agência é publicada semanas após morte do empresário Henrique Chagas, em São Paulo
Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Casal usava senha do dispositivo até vítima alterar a combinação de números; crime brutal por motivo banal foi registrado no Pará
Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

IA generativa Meta AI terá acesso as fotos e legendas compartilhados publicamente nas redes sociais da big tech
Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Nelsinho Trad (PSD-MS) disse que trabalha para acelerar tramitação de projeto de lei que institui Política Nacional de Manejo Integrado do Fogo
Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Veículos estavam no estacionamento de empresa na Barra Funda; ninguém se feriu
SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

Fernando Sastre Filho está preso pela morte de condutor de aplicativo após colisão na zona leste da capital paulista, em março
WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

Jornalista australiano fundou plataforma que publicou milhares de documentos confidenciais dos Estados Unidos e estava preso na Inglaterra desde 2019
Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Mulher estava desaparecida há oito dias; ela saiu de Piracicaba, no interior de SP, e foi para o Mato Grosso do Sul
Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Policial foi morto com tiros da própria arma durante briga na zona leste de SP; dono do local também foi detido
Publicidade
Publicidade