Publicidade

Quarta-feira de Cinzas: O que significa e por que é celebrada após o carnaval?

O dia marca o fim da folia e o início da Quaresma, uma jornada de "santificação" para a Semana Santa, segundo a fé cristã

Quarta-feira de Cinzas: O que significa e por que é celebrada após o carnaval?
'Quarta de Cinzas', aquarela de Julian Falat, feita no século 19. Foto: Reprodução
Publicidade

Com o fim da folia do carnaval, chega a Quarta-feira de Cinzas. A data, para os cristãos, marca o período de preparação para a Semana Santa e o começo da temporada de Quaresma, um período de recolhimento.

Segundo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) a Quaresma é um período de preparação que dura cerca de 40 dias. Os devotos devem ficar durante 6 semanas - a partir da celebração da Quarta-feira de Cinzas até a quinta-feira da Semana Santa - em uma jornada de "santificação".

"Quaresma é o tempo de preparação para todos os cristãos para o que chamamos de 'A maior de todas as festas cristãs' que é a Páscoa. A data é importante para a Igreja pois marca o início de um tempo maior de retiro. É por isso que nos dias anteriores da 'Quarta-feira de Cinzas' há o carnaval. Após esses dias de folia, o cristão deve praticar de uma maneira mais rigorosa a abstinência da carne - tanto do alimento propriamente dito quanto dos prazeres humanos", afirma o padre Jean Poul Hansen, secretário-executivo de Campanhas da CNBB.

carnaval sp
carnaval sp

Quanto mais proibição, mais folia

Segundo o cientista social e sociólogo Guilherme Amaral, com o passar dos anos, as sociedades mais conservadoras e rígidas são as que têm a festa carnavalesca mais intensa, antes da temporada de Quaresma.

"A quantidade de excessos e de celebrações no carnaval são maiores nas sociedades onde há maior proibição. No carnaval de Veneza por exemplo há uma sociedade altamente regulada. Portanto, durante os dias de celebração de carnaval muita gente coloca máscaras - essas pessoas se sentem mais à vontade para cometer excessos, pois não serão reconhecidas e nem comprometerão a sua imagem. Com a permissão desses exageros durante o período de folia, após isso é dado o início da Quaresma e, então, esse cidadão precisa voltar à chamada 'regulação social', que antecede a Páscoa", explica Guilherme Amaral.

Por que as datas do carnaval e da Páscoa variam ano a ano?

De acordo com padre Hansen, a data de celebração da 'Quarta-feira de Cinzas' muda todos os anos porque é seguido o Calendário Lunar.

"As datas são variáveis porque depende do Calendário Lunar - que define o dia de celebração da Páscoa em cada ano. O calendário comum, que é usado no dia a dia, é chamado de Calendário Solar [a marcação é baseada no movimentos do Sol, utilizado pela primeira vez pelos egípcios, há cerca de 6 mil anos, quando o ano possuía 12 meses formado por 30 dias cada, perfazendo um calendário de 360 dias]. Por esse motivo, a data de celebração da Festa da Páscoa só é feita a partir da contagem do Calendário Lunar - que vai indicar e definir todas as datas das tradicionais festas cristãs", completou o religioso.

Ou seja, marcada a Páscoa, se retrocede seis semanas e há a celebração da 'Quarta-feira de Cinzas'. Assim, fica estabelecido que o carnaval seja festejado nos dias dias anteriores à Quarta de Cinzas.

A partir disso, há a chamada missa da 'Ceia do Senhor', dando início ao Tríduo Pascal - conjunto de três dias celebrados no Cristianismo, composto pela Quinta-feira Santa, Sexta-feira Santa e o Sábado Santo.

O Tríduo Pascal é celebrado em memória da Paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo, conforme os Evangelhos.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil

Últimas notícias

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Militares disseram que são capazes de alistar 3 mil este ano; 66 mil são elegíveis para alistamento
Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Resolução da agência é publicada semanas após morte do empresário Henrique Chagas, em São Paulo
Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Casal usava senha do dispositivo até vítima alterar a combinação de números; crime brutal por motivo banal foi registrado no Pará
Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

IA generativa Meta AI terá acesso as fotos e legendas compartilhadas publicamente nas redes sociais da big tech
Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Nelsinho Trad (PSD-MS) disse que trabalha para acelerar tramitação de projeto de lei que institui Política Nacional de Manejo Integrado do Fogo
Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Veículos estavam no estacionamento de empresa na Barra Funda; ninguém se feriu
SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

Fernando Sastre Filho está preso pela morte de condutor de aplicativo após colisão na zona leste da capital paulista, em março
WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

Jornalista australiano fundou plataforma que publicou milhares de documentos confidenciais dos Estados Unidos e estava preso na Inglaterra desde 2019
Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Mulher estava desaparecida há oito dias; ela saiu de Piracicaba, no interior de SP, e foi para o Mato Grosso do Sul
Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Policial foi morto com tiros da própria arma durante briga na zona leste de SP; dono do local também foi detido
Publicidade
Publicidade