Publicidade

Presidente da Anatel afirma que anonimato nas redes sociais fere a Constituição

Em entrevista ao Perspectivas, Carlos Baigorri lamenta ambiente de "completa barbárie" e "nenhum tipo de responsabilização" nas plataformas digitais

Presidente da Anatel afirma que anonimato nas redes sociais fere a Constituição
Presidente da Anatel, Carlos Baigorri | SBT News/Divulgação
Publicidade

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Carlos Baigorri, afirmou ao programa Perspectivas desta quarta-feira (12) que anonimato nas redes sociais fere a Constituição brasileira. Em entrevista à jornalista Paola Cuenca, o chefe da estatal também criticou o atual "estado de coisas" de "completa barbárie" nessas plataformas digitais.

"Hoje, redes têm características de empresas de comunicação social tradicional pela Constituição. Como empresas, têm responsabilidade pelos conteúdos que 'colocam no ar' nas redes", explicou. "Anonimato não é exceção, é regra", criticou.

Baigorri negou que essa discussão sobre redes sociais e internet tenha a ver com censura ou cerceamento da liberdade de expressão.

"Constituição prevê livre manifestação de pensamento. Quanto a isso, não há dúvida, é cláusula pétrea. Mas mesmo dispositivo que prevê liberdade prevê que é vedado o anonimato. O estado de coisas nas redes atenta contra a Constituição", analisou.

Segundo ele, empresas responsáveis por redes sociais não atuam com a mesma responsabilidade exigida das companhias de comunicação tradicional, possibilitando ambientes tóxicos e contaminados por discursos violentos.

"[Isso] permite que a livre expressão de pensamento se dê, na maioria dos casos, sob manto do anonimato. Aí, cria-se completa barbárie, onde cada um pode falar o que quiser e agredir os outros sem nenhum tipo de responsabilização", lamentou.

Assista à entrevista completa:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Anatel
Redes Sociais
internet
Constituição
Tecnologia

Últimas notícias

Caminhonete que transportava time de futebol capota e deixa 4 mortos

Caminhonete que transportava time de futebol capota e deixa 4 mortos

Jogadores foram arremessados do veículo no capotamento
Assista: Ronaldo Caiado diz ao Perspectivas que é o mais experiente da direita para 2026

Assista: Ronaldo Caiado diz ao Perspectivas que é o mais experiente da direita para 2026

Governador de Goiás ainda comentou, na entrevista, relação com Lula e Bolsonaro, entre outros temas
Polícia Federal faz operação contra esquema de corrupção na Agência Nacional do Petróleo

Polícia Federal faz operação contra esquema de corrupção na Agência Nacional do Petróleo

Força-tarefa Ética no Tanque afastou dois terceirizados que prestavam serviços para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis em SP
Eleições Municipais 2024: Em Belém, Edmilson Rodrigues tenta reeleição mas enfrentará bolsonarista e divisão de votos

Eleições Municipais 2024: Em Belém, Edmilson Rodrigues tenta reeleição mas enfrentará bolsonarista e divisão de votos

Além de vieses ideológicos, disputa na capital do Pará soma oito pré-candidatos e deve ter projeção nacional pela COP 30
"Ainda Estou Aqui", novo filme de Walter Salles, concorre ao Leão de Ouro no Festival de Veneza; veja lista

"Ainda Estou Aqui", novo filme de Walter Salles, concorre ao Leão de Ouro no Festival de Veneza; veja lista

Longa reúne novamente diretor e estrela de "Central do Brasil", Fernanda Montenegro; elenco ainda traz Selton Mello e Fernanda Torres
Tabata Amaral, pré-candidata do PSB  à prefeitura de São Paulo, é sabatinada

Tabata Amaral, pré-candidata do PSB à prefeitura de São Paulo, é sabatinada

Deputada federal é a terceira a participar de rodada de entrevistas promovida pelo SBT News, em parceria com a rádio Novabrasil
ENGANOSO: Vídeo enganoso sugere imposto de 26,5% sobre todo autônomo; reforma tributária cria exceções

ENGANOSO: Vídeo enganoso sugere imposto de 26,5% sobre todo autônomo; reforma tributária cria exceções

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Funcionária é demitida por justa causa após difamar empresa no LinkedIn

Funcionária é demitida por justa causa após difamar empresa no LinkedIn

Trabalhadora tentou recorrer, mas decisão foi mantida pela Justiça de Minas Gerais
Brasil Agora: Fazenda anuncia bloqueios no Orçamento; Kamala sobe tom contra Trump

Brasil Agora: Fazenda anuncia bloqueios no Orçamento; Kamala sobe tom contra Trump

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta terça-feira (23)
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 61 milhões nesta terça-feira (23)

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 61 milhões nesta terça-feira (23)

Apostas podem ser feitas em casas lotéricas ou pela internet até as 19h
Publicidade
Publicidade