Publicidade

"Não é Não": Lula sanciona lei para combater assédio sexual e violência contra mulheres

Protocolo estabelece regras para estabelecimentos, como bares e casas noturnas, que deverão monitorar casos. Entenda

"Não é Não": Lula sanciona lei para combater assédio sexual e violência contra mulheres
Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, nesta 6ª feira (29.dez), a lei do "Não é Não", de combate à violência e ao constrangimento contra as mulheres.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

De autoria da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), o protocolo estabelece regras que valem para casas noturnas, bares boates, espetáculos musicais realizados em locais fechados e em shows, com venda de bebida alcoólica. O texto inclui também as competições esportivas.

O que o estabelecimento precisa fazer?

A legislação determina que o estabelecimento deve ter uma equipe para atender casos que configurem constrangimento, ou seja, qualquer insistência, física ou verbal, sofrida pela mulher. Além disso, nas situações em que há violência, tal qual uso da força, lesão, morte ou dano.

O estabelecimento também precisará manter, em locais visíveis, cartazes informando sobre a forma de acionar o protocolo "Não é Não" e os números de telefone de contato da Polícia Militar e da Central de Atendimento à Mulher - 180 e criar um "código próprio", divulgado nos sanitários femininos para informar como as mulheres podem solicitar ajuda dos funcionários do local.

Qual é a penalidade em caso de descumprimento?

Quem cumprir as regras terá direito ao selo "Não é Não - Mulheres Seguras". Entretanto, em caso de descumprimento, ele será revogado.

Além disso, o local poderá receber advertência e outras penalidades previstas em lei. Um dos princípios que constam na legislação é respeitar o relato da vítima em relação ao constrangimento ou à violência sofrida.

Com o objetivo de proporcionar mais proteção para as mulheres de casos de violência, é determinado o afastamento do agressor da vítima, inclusive do seu alcance visual.

Veja outras determinações:

  • Colaborar para a identificação das possíveis testemunhas;
  • Solicitar o comparecimento da Polícia Militar ou do agente público competente;
  • Isolar o local específico onde existam vestígios da violência, até a chegada da Polícia Militar ou do agente público competente;
  • Garantir o acesso às imagens à Polícia Civil, à perícia oficial e aos diretamente envolvidos;
  • Preservar por, no mínimo, 30 dias, as imagens, além de garantir os direitos da denunciante.
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Mulher
Governo
Justiça
Lula

Últimas notícias

Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Fantasia de presidiário, algema de pelúcia de sex shop e sapatos rasgados estão entre os itens; doações de roupa foram suspensas pelos Correios
Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Presidente diz que fim da isenção seria injusto com pessoas mais pobres e que "bugigangas" vendidas em sites asiáticos não competem com produtos nacionais
Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Projeto de Lei Complementar prevê quarentena de quatro anos para juízes, promotores, policiais e militares que quiserem concorrer em eleições
"Espero que não transformem a tragédia do RS em palanque político", diz Marconi Perillo

"Espero que não transformem a tragédia do RS em palanque político", diz Marconi Perillo

Presidente do PSDB afirmou ao Perspectivas que torce por parceria entre Paulo Pimenta e Eduardo Leite
Caso Anic Herdy: celular dela foi usado após sumiço

Caso Anic Herdy: celular dela foi usado após sumiço

Aparelho estava na casa de Lourival Fadiga, polícia crê que advogada sabia de todo o plano
Irmãos gêmeos são presos após sequestrar influenciadora no Rio de Janeiro

Irmãos gêmeos são presos após sequestrar influenciadora no Rio de Janeiro

Dupla foi cercada em um motel na zona oeste, na quarta-feira (22)
PF mira financiadores do 8 de janeiro em cinco estados na 27ª fase da Lesa Pátria

PF mira financiadores do 8 de janeiro em cinco estados na 27ª fase da Lesa Pátria

Na nova etapa, 20 endereços em SP, PR, MT, GO e RO são alvos de buscas e apreensões; dois investigados serão monitorados por tornozeleira eletrônica
PF faz operação contra quadrilha especializada em fraudes contra INSS no Rio

PF faz operação contra quadrilha especializada em fraudes contra INSS no Rio

Agentes cumprem nove mandados de prisão e nove de busca e apreensão de alvos suspeitos de desviar R$ 8 milhões
Personal trainer é preso após afastar biquini de aluna durante atendimento

Personal trainer é preso após afastar biquini de aluna durante atendimento

Homem ainda tocou partes íntimas da vítima; crime de importunação sexual foi registrado em Goiás
"Ame Jonatas": pais são presos por desviar dinheiro de campanha para tratamento de menino

"Ame Jonatas": pais são presos por desviar dinheiro de campanha para tratamento de menino

De acordo com a justiça catarinense, o casal se apropriou indevidamente dos recursos destinados ao tratamento da criança para fins pessoais
Publicidade
Publicidade