Publicidade

Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Homem teve fotos e vídeos divulgados nas redes sociais como se fosse assaltante

Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria
Publicidade

Um comerciante de 38 anos viu a vida mudar da noite para o dia após uma fake news. O trabalhador, que agora teme sair de casa, foi vítima de uma notícia falsa após pessoas divulgarem fotos dele como se fosse a de um assaltante de uma joalheria em Vitória, no Espírito Santo.

Alex Rocha vive esse pesadelo desde a quarta-feira passada (12), quando as imagens dele começaram a circular. Em uma delas, aparece em uma padaria: o porte físico, a barba e o boné levaram algumas pessoas a identificarem-no com outro homem, o responsável pelo roubo das joias na praia da Costa, naquela mesma semana.

Abordagem sem saber da circulação das imagens

Por conta de outras imagens, onde Alex aparece perto de uma moto, o comerciante foi parado pela polícia e ainda teve que esperar a verificação da identidade de joelhos por quase 15 minutos. Depois, os agentes pediram desculpas e o liberaram, ainda sem saber das imagens que já circulavam e do próprio assalto cometido na joalheria.

O porte físico, a barba e o boné levaram algumas pessoas a identificarem-no com outro homem
O porte físico, a barba e o boné levaram algumas pessoas a identificarem-no com outro homem

O comerciante é pai de três filhas e não está conseguindo trabalhar no comércio, por medo. Na igreja que frequenta, sente que é vigiado e, também, denunciado.

"Eu sou um evangelista da Assembleia de Deus, servo do senhor, casado há 18 anos com a mesma mulher, tenho três filhas abençoadas. E só quero tocar a minha vida normalmente”, desabafou Alex.

Fake news e crimes contra honra, injúria, difamação e calúnia

Quem dissemina fake news, seja nas redes sociais ou replicando em outras redes, ou grupos de mensagens, pode ser preso. “A pessoa que propaga fake news pode ser responsabilizada por esse ato. Existem os crimes contra a honra, de injúria, de difamação ou calúnia que, se se for identificada essa pessoa, e a polícia vai identificar porque investigamos esses fatos, ela será responsabilizada por essa conduta”, de acordo com o delegado Diego Bermond.

O agente ainda explica que é possível identificar de onde partiram as imagens e por onde ela passou. Nesse trajeto, quem compartilhou pode ser responsabilizado - nesse caso, os proprietários da padaria.

“Eles começam a distribuir as imagens sem nenhum medo do que vai acontecer. Sem saber de fato o que está acontecendo, sem ter certeza de qualquer situação. Mas, pelo que percebi na semana, a padaria não sofreu nenhum assalto, mas as imagens de videomonitoramento de dentro da padaria foram liberadas, de alguma forma, como se eu fosse o ladrão”, lamenta o comerciante.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil
Vitória
Espírito Santo
fake news
Notícias
Vítima

Últimas notícias

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Presidente dos EUA defendeu democracia como arena para debates pacíficos
Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Benefício é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218
SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (15); assista!
Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Publicidade
Publicidade