Publicidade

Ministério acompanhará denúncia de racismo contra cantora Luciane Dom

Artista teve cabelo revistado no aeroporto Santos Dumont, no Rio. Infraero nega revista nos cabelos

Ministério acompanhará denúncia de racismo contra cantora Luciane Dom
Luciane Dom diz ter sido vítima de racismo
Publicidade

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, afirmou que a pasta vai acompanhar um caso de racismo ocorrido no aeroporto Santos Dumont (foto), no Rio de Janeiro, contra a cantora Luciane Dom, na tarde desta 5ª feira (14.nov). De acordo com relato da própria cantora em uma rede social, após passar por scanners de bagagem e corporal, durante o acesso ao salão de embarque, ela foi sorteada para uma vistoria aleatória, quando pediram para fazer uma revista em seu cabelo.  

+ Leia mais notícias do SBT News

"Lamento o ocorrido com a Luciane Dom no aeroporto Santos Dumont, no Rio. Infelizmente, casos como esses não são pontuais. Nosso corpo e nosso cabelo precisam ser respeitados. A equipe do Ministério da Igualdade Racial já está se mobilizando para entender e acompanhar o caso", disse a ministra.

Em seu depoimento, Luciane descreveu a cena de constrangimento e o impacto emocional da situação, no momento em que embarcava para São Paulo, onde  teria compromissos profissionais.

"As coisas nunca são suaves para pessoas como eu. Eu estou no meio da divulgação de uma música minha que sai amanhã, estava feliz, vendo memes, lendo coisas leves que gosto, aí chego no aeroporto Santos Dumont e sou parada por uma revista aleatória, minutos antes de embarcar para São Paulo. Eu já tinha passado a mala no scanner, e eu mesma já tinha passado no scanner corporal. A mulher me diz 'tenho que olhar seu cabelo'. Eu olho para ela aterrorizada com a violência desse ato. Ela chama o superior. Meu dia acabou", explicou a cantora.

O que diz a Infraero

Em nota, a Infraero, que administra o aeroporto Santos Dumont, afirmou que Luciane Dom "foi selecionada aleatoriamente para uma inspeção manual", mas negou ter havido revista nos cabelos. "Após averiguação interna, foi constatado por imagens de câmeras de segurança que não houve uma inspeção nos cabelos".

Ainda segundo a nota, "a inspeção de segurança aleatória é independente de origem, raça, sexo, idade, profissão, cargo, orientação sexual, orientação religiosa ou qualquer outra característica do passageiro".

A estatal disse repudiar qualquer forma de discriminação e se colocou à disposição das autoridades para esclarecer os fatos. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
notícias
racismo
brasil
rio de janeiro

Últimas notícias

Barbeiro transforma ponto de taxi em barbearia após perder comércio em Porto Alegre

Barbeiro transforma ponto de taxi em barbearia após perder comércio em Porto Alegre

No dia 4 de maio deste ano, Laio viu tudo o que tinha ficar embaixo d'água, inclusive sua residência
Com hospitais alagados, gestantes e recém-nascidos são atendidos em abrigos no RS

Com hospitais alagados, gestantes e recém-nascidos são atendidos em abrigos no RS

Uma das crianças atendidas tem 11 dias de vida e nem chegou a usar o enxoval, que foi totalmente perdido nas enchentes
Imposto de renda: 17 milhões de contribuintes ainda não entregaram declaração; veja dicas

Imposto de renda: 17 milhões de contribuintes ainda não entregaram declaração; veja dicas

No dia 31 de maio, encerra-se o prazo para declarar o IRPF 2024; escritórios de contabilidade têm ampliado a capacidade de atendimento
Enquanto o Sul do Brasil enfrenta os efeitos da chuva, outras partes do mundo sofrem com a seca

Enquanto o Sul do Brasil enfrenta os efeitos da chuva, outras partes do mundo sofrem com a seca

No México, por exemplo, mais de 22 milhões de pessoas podem ficar sem água nas próximas semanas
Santa Catarina recebe mais de 400 famílias afetadas pelas chuvas no RS

Santa Catarina recebe mais de 400 famílias afetadas pelas chuvas no RS

Estado vem fazendo um mapeamento para distribuir auxílios conforme a demanda de cada um dos gaúchos
Irã mata 7 pessoas na forca; ONG denuncia aumento de execuções

Irã mata 7 pessoas na forca; ONG denuncia aumento de execuções

Penas teriam sido aplicadas neste sábado (18); das 7 vítimas, 2 seriam mulheres
Flores são projetadas no Cristo para lembrar combate ao abuso sexual de crianças

Flores são projetadas no Cristo para lembrar combate ao abuso sexual de crianças

Ação faz parte da campanha de mobilização nacional. Do início de 2024 até agora, o Disque 100 recebeu mais de 11 mil denúncias
Chuvas no RS: Força-tarefa encontra galão de água sendo vendido a R$ 80

Chuvas no RS: Força-tarefa encontra galão de água sendo vendido a R$ 80

Ação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) contra preços abusivos autuou 65 estabelecimentos
Municípios do RS discutem plano para dar novas moradias aos afetados pelas chuvas

Municípios do RS discutem plano para dar novas moradias aos afetados pelas chuvas

Relatório da Confederação Nacional dos Municípios aponta que mais de 100 mil casas foram danificadas ou completamente destruídas
Cantor Arlindinho denuncia que filha de 9 anos foi vítima de racismo em escola

Cantor Arlindinho denuncia que filha de 9 anos foi vítima de racismo em escola

Filho de Arlindo Cruz relatou o fato nas redes sociais; escola se manifestou por meio de nota
Publicidade
Publicidade