Publicidade

Almirante questiona projeto de lei que faz alterações na atividade de navegação em portos

Marinha é contra PL que altera normas da praticagem, serviço que conduz navios à entrada e saída de portos. Confira a entrevista

Almirante questiona projeto de lei que faz alterações na atividade de navegação em portos
Publicidade

O Senado Federal adiou a votação de um projeto de lei (PL) que altera normas dos serviços de praticagem, nesta 3ª feira (28.nov) após questionamentos realizados pela Marinha do Brasil em torno do texto aprovado na Câmara no último dia 21. Em entrevista ao SBT News, o diretor de Portos e Costas da Marinha, vice-almirante Sérgio Renato Salgueirinho, reiterou os questionamentos feitos pela Força, que afirmou em um documento que a mudança pode colocar a navegação brasileira "em grave risco".

Confira a entrevista:

O serviço de praticagem é responsável por guiar os navios na entrada e saída dos portos. O texto aprovado pelos deputados alterou a proposta original enviada pelo Executivo em 2019, que atribuía a regulamentação econômica da atividade à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Atualmente, a praticagem possui regulação técnica, mas não econômica no Brasil. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O substitutivo aprovado pelo deputado Coronel Meira (PL-PE) propõe que a regulação econômica seja feita também pela Marinha do Brasil, esvaziando atribuições da Antaq. Segundo o Almirante Salgueirinho, além de sobrecarregar a Marinha, a medida não propõe de fato uma regulação econômica. 

"A Marinha é o regulador técnico e acumular as duas funções [também de regulador econômico] traz prejuízos que podem causar a captura do regulador técnico. O PL ele embora diga que a Marinha realizará a regulação econômica, na verdade, o texto estabelece que a Marinha realizará apenas fixação de preços em caráter excepcional e temporário, isso não é regulação econômica. Regulação econômica é ter um órgão técnico, especializado para ter todas as características necessárias para fazer essa regulação. A Marinha não possui essa vocação, a Marinha enxerga que uma agência reguladora é um órgão adequado para fazer essa regulação", disse o Almirante.

Leia também: 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

brasil
política
sbtnews
portalnews
noticias
marinha
praticagem

Últimas notícias

STF condena mais 15 pessoas por participação nos atos golpistas de 8 de janeiro

STF condena mais 15 pessoas por participação nos atos golpistas de 8 de janeiro

Penas variam entre 14 e 17 anos de prisão, por crimes de associação criminosa, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado e deterioração de patrimônio tombado
Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Pesquisa do Hospital Albert Einstein mostra que, na maioria dos casos, a doença pode ser tratada com medicação
Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Além dos obesos, a pesquisa constatou que 43% dos adultos do mundo estão com sobrepeso
Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Aedes aegypti pode transmitir aos pets doença conhecida como 'verme do coração'; conheça sintomas e tratamento
José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

Político está internado desde o dia 25 de fevereiro por causa de uma pneumonia
Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

País ocupa atualmente a 9ª colocação, à frente de Canadá, Rússia e Austrália. Confira lista
Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Dois ministros do STM consideraram homicídio culposo a ação do Exército que teve 257 tiros de fuzil e resultou em duas mortes
Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Combinação evita a emissão de 5 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera
Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

País pode fechar o ano com mais de quatro milhões de infectados por arboviroses
Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis da doença
Publicidade
Publicidade