Publicidade

Israel afirma que serviço de inteligência ajudou a "evitar um ataque terrorista no Brasil"

Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta 4ª feira (8.nov), operação contra célula do Hezbollah no Brasil

Israel afirma que serviço de inteligência ajudou a "evitar um ataque terrorista no Brasil"
Publicidade

O governo de Israel divulgou nota, nesta 4ª feira (8.nov), afirmando que o serviço de inteligência do país, conhecido como Mossad, participou da ação da Polícia Federal (PF) que prendeu suspeitos de integrar uma célula do Hezbollah no Brasil. 

+ Acompanhe a cobertura da guerra em Israel 
+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Os serviços de segurança do Brasil, junto com a Mossad (serviço de inteligência de Israel) e outras agências de segurança internacionais, conseguiram evitar um ataque terrorista no Brasil que estava sendo planejado pela organização terrorista Hezbollah, direcionada e financiada pelo regime do Irã", diz o comunicado.

A Polícia Federal (PF) prendeu temporariamente dois suspeitos e cumpriu 11 mandados de busca e apreensão em Minas Gerais, São Paulo e no Distrito Federal em ação contra planejamento de ataques terroristas no Brasil.

Dos 11 mandados de busca e apreensão, sete foram realizados em MG, três no DF e um em SP, onde também ocorreram as duas prisões temporárias. A Subseção Judiciária de Belo Horizonte expediu as medidas judiciais. 

Os suspeitos, tanto recrutadores quanto recrutados, podem responder pelos crimes de constituir ou integrar organização terrorista e de realizar atos preparatórios de terrorismo. Somadas, as penas máximas podem chegar a 15 anos e 6 meses de reclusão.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
portal news
sbtnews
sbt news
notícias
ataque terrorista
israel
polícia federal
hezbollah
mossad
gabriella furquim

Últimas notícias

Ex-jogador de vôlei, Tande sofre infarto aos 54 anos: "Cuidem-se"

Ex-jogador de vôlei, Tande sofre infarto aos 54 anos: "Cuidem-se"

Por meio das redes sociais, o atleta publicou um vídeo enquanto se recupera no hospital e revelou que está bem
Pelo menos 17 universidades federais entram em greve

Pelo menos 17 universidades federais entram em greve

Mais de um mês e meio após o início da paralisação de institutos federais, agora os professores de universidades aderiram à paralisação
Após críticas, Mauro Vieira defende nota do Itamaraty sobre ataques do Irã contra Israel

Após críticas, Mauro Vieira defende nota do Itamaraty sobre ataques do Irã contra Israel

Ministro das Relações Exteriores afirmou que comunicado foi escrito em momento em que informações sobre o conflito não estavam claras
Ministro das Comunicações debate "TV do futuro" em evento nos EUA

Ministro das Comunicações debate "TV do futuro" em evento nos EUA

Juscelino Filho está no NAB Show, em Las Vegas, acompanhado de Carlos Baigorri, presidente da Anatel
Autora atacada por pitbulls escreve poesia pela primeira vez após acidente

Autora atacada por pitbulls escreve poesia pela primeira vez após acidente

A autora, reconhecida na literatura infantil brasileira, foi atacada por três cães da raça pitbull no dia 5 de abril
Do protagonismo na Lava-Jato à suspensão pelo CNJ: quem é Gabriela Hardt?

Do protagonismo na Lava-Jato à suspensão pelo CNJ: quem é Gabriela Hardt?

Juíza foi substituta de Sergio Moro na 13ª Vara Federal, em Curitiba, durante o auge da operação
Chuva forte pode atingir 161 cidades de Minas Gerais

Chuva forte pode atingir 161 cidades de Minas Gerais

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta para risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos
Teto de supermercado desaba e deixa feridos em Diadema

Teto de supermercado desaba e deixa feridos em Diadema

Duas pessoas ficaram gravemente feridas e foram socorridas ao Hospital Municipal da cidade; outras nove tiveram ferimentos leves
Tutor de pitbull morre após ser atacado pelo próprio cachorro

Tutor de pitbull morre após ser atacado pelo próprio cachorro

Vítima sofria ataque de epilepsia enquanto foi mordida pelo animal
Governo propõe aumento de R$ 90 no salário mínimo e déficit zero em 2025

Governo propõe aumento de R$ 90 no salário mínimo e déficit zero em 2025

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025 foi apresentado nesta segunda-feira (15)
Publicidade
Publicidade