Publicidade

Governo federal reconhece situação de emergência por dengue em Goiás

Mais de 23,2 mil casos da doença já foram registrados no estado desde janeiro; número de mortes chega a quatro

Governo federal reconhece situação de emergência por dengue em Goiás
Publicidade

O governo federal reconheceu situação de emergência por doenças infecciosas virais em Goiás. A decisão, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (9), acontece em meio ao rápido aumento no número de casos de dengue no estado. Desde janeiro, foram contabilizados mais de 23,2 mil ocorrências, além de quatro mortes pela doença.

+ Dengue: sintomas, vacina, tratamento e tudo mais que você precisa saber sobre a doença

Na portaria, o governo federal considera a decisão do governo de Goiás de 2 de fevereiro, data em que o estado decretou situação de emergência em saúde pública devido à dengue. O decreto autoriza medidas necessárias para evitar internações, casos graves e mortes, incluindo a dispensa de licitação para aquisição de insumos e materiais de saúde.

“Fica admitida ainda a contratação de pessoal por tempo determinado, o remanejamento, lotação ou colocação em exercício provisório dos servidores da Secretaria de Saúde, de acordo com a necessidade levantada pelas áreas técnicas”, diz o texto. Servidores de unidades de saúde também podem ter as férias suspensas no período.

Além de Goiás, estados como Minas Gerais, Rio de Janeiro, Acre, além do Distrito Federal, decretaram situação de emergência por causa da dengue. Centros de Operações de Emergências (COE) de combate ao mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da doença, foram instalados nos locais, assim como tendas de atendimento.

Na quinta-feira (8), o Ministério da Saúde iniciou a distribuição do primeiro lote de vacinas contra a dengue, da fabricante Takeda. Segundo a pasta, as primeiras doses serão destinadas a crianças de 10 a 11 anos, em 521 municípios selecionados. A expectativa é que a data do início da campanha de vacinação seja anunciada ainda hoje.

Enquanto o imunizante não está disponível para todos os públicos, a pasta recomenda a adoção de medidas preventivas para evitar o mosquito Aedes aegypti. Entre as orientações, está a eliminação de água parada nas casas e o uso de repelentes.

+ Cidade de São Paulo registra 1ª morte por dengue em 2024

"O calor recorde e as chuvas acima da média desde o ano passado aumentaram os focos do mosquito transmissor. Precisamos redobrar os cuidados com as nossas casas e em volta delas. Vamos tampar as caixas d'água, descartar o lixo corretamente, manter as vasilhas de água dos animais sempre limpas, guardar garrafas e pneus em locais cobertos e retirar água acumulada dos vasos e plantas", disse a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Saúde
Governo
Goiás
Dengue

Últimas notícias

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Ato foi realizado em crítica à ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em outubro de 2023, dizem autoridades
Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Dispositivo vestível consegue analisar dados de saúde, como sono, frequência cardíaca e precisa funcionar integrado ao smartphone Galaxy S24
RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

Bombeiros afirmam que cinco pessoas estão em estado grave; Vítimas foram levadas para unidades municipais em Itaguaí
Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Apesar dos resultados negativos, companhia disse que superou o momento mais difícil desde que entrou em recuperação judicial. Relembre o caso
Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Eles apreenderam quatro fuzis que estavam de posse de criminosos, mas não apresentaram os armamentos em unidade da Polícia Civil
Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Mulher havia quebrado a perna na Pedra do Telégrafo; local é de difícil acesso
Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Polícia Civil investiga homicídio do integrante da dupla 'Wesley e Gustavo'; suspeito foi capturado em Minas Gerais
Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Anuncio aconteceu em meio a uma onda de desinformação contra o serviço de mensagens do Google
Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Ele afirma que a menina foi mordida e machucada por pelo menos dois colegas e monitora não prestou socorro
Aliados de Bolsonaro chamam ato na Paulista de “momento histórico”; Base de Lula avalia como afronta à democracia

Aliados de Bolsonaro chamam ato na Paulista de “momento histórico”; Base de Lula avalia como afronta à democracia

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann fez duras críticas ao ex-presidente; já Coronel Telhada chamou Bolsonaro de estadista
Publicidade
Publicidade