Publicidade

PSDB apresenta Datena como pré-candidato à Prefeitura de São Paulo

Apresentador chegou a ser convidado para ser vice de Tabata Amaral (PSB); se quiser seguir na disputa, ele terá que deixar a TV até o fim do mês

PSDB apresenta Datena como pré-candidato à Prefeitura de São Paulo
Datena é apresentado como pré-candidato à Prefeitura de São Paulo ao lado de tucanos históricos | Emanuelle Menezes/SBT News
Publicidade

O apresentador José Luiz Datena foi lançado, nesta quinta-feira (13), como pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo.

Filiado ao partido desde abril, Datena desistiu de compor chapa com Tabata Amaral (PSB) – que havia feito um convite para o apresentador ser seu vice – e lançou sua pré-candidatura com o apoio de tucanos históricos, como Mário Covas Neto e o ex-senador Aécio Neves.

Segundo José Aníbal, presidente municipal do PSDB, a força eleitoral de Datena, medida em pesquisas internas, foi o que animou o partido a lançar uma candidatura própria. Por meses, os tucanos flertaram com a campanha do PSB, que tem a deputada federal Tabata como pré-candidata.

O apresentador se filiou ao PSB em dezembro de 2023 e participou do lançamento da pré-candidatura da sigla, que aconteceu na laje da casa da parlamentar, na Vila Missionária. Meses depois, porém, trocou de legenda e migrou para o PSDB. Datena e Tabata, agora, devem ser adversários na urna.

Tabata Amaral lança pré-candidatura à prefeitura de SP ao lado de Datena. | Emanuelle Menezes
Tabata Amaral lança pré-candidatura à prefeitura de SP ao lado de Datena. | Emanuelle Menezes

A pré-candidatura do apresentador de programas policiais é uma tentativa da legenda de voltar ao protagonismo na capital paulista. Com a morte do prefeito Bruno Covas (PSDB), em 2021, Ricardo Nunes (MDB) assumiu o cargo e manteve grande parte do secretariado tucano.

Apesar disso, a proximidade de Nunes – que tenta a reeleição – com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afastou a chance de um apoio do PSDB ao atual prefeito. A decisão rachou o partido. Parte dos políticos tucanos queria seguir com Nunes e a legenda viu a bancada de vereadores na Câmara Municipal de São Paulo se dissipar.

Idas e vindas de Datena

Esse é o 11º partido de Datena, que nunca se candidatou oficialmente a um cargo político. Desde 1992, ele já fez parte de siglas como PT, PP, União Brasil, PSC, PDT e MDB.

O apresentador ensaiou entrar na política outras quatro vezes, mas sempre retrocedeu e seguiu na televisão. Para manter seu nome na disputa, Datena terá que deixar seu programa na TV até dia 30 de junho. O prazo é definido no artigo 45, parágrafo 1º, da Lei das Eleições.

Em 2016, Datena teve uma pré-candidatura à prefeitura de São Paulo lançada pelo PP, mas desistiu sob a alegação de que o partido foi implicado em denúncias de corrupção pela Operação Lava Jato. Dois anos depois, não seguiu em frente com uma candidatura a senador pelo extinto Democratas.

Em 2020, afirmou que seria candidato a vice-prefeito de São Paulo na vitoriosa chapa de Bruno Covas (PSDB), morto em 2021, mas abriu mão a pedido da Bandeirantes. Nas últimas eleições, em 2022, era pré-candidato ao Senado no estado, pelo PSC. Indefinições quanto à composição da chapa estadual minaram a empreitada.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Eleições
Eleições municipais

Últimas notícias

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Publicidade
Publicidade