Publicidade

De olho em promessa de campanha, Lula planeja titular 39 quilombos

Movimento do governo federal vem após queda de 60% de regularização

De olho em promessa de campanha, Lula planeja titular 39 quilombos
Publicidade

O governo Lula prepara uma série de ações para voltar a titular territórios quilombolas após a gestão Bolsonaro, que reduziu a regularização desses espaços, entre os anos de 2019 a 2022, em mais de 60%, segundo o Incra. Como noticiou o SBT News, o presidente deve anunciar as primeiras titulações durante agenda com Ministério da Igualdade Racial no próximo dia 21 de março, quando a pasta irá comemorar 20 anos de existência.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O MIR e outras entidades ligadas aos quilombos repassaram ao governo uma lista com o nome de 39 territórios que estão em processo de regularização. Durante a agenda, Lula deve divulgar alguns locais que passarão a ter os títulos.

Ainda não há data definida, mas o presidente também deve ir pessoalmente a algum desses lugares para acompanhar uma cerimônia de titulação. Com essas ações, o petista irá atender a uma das pautas do movimento negro, que no ano passado publicou carta pedindo celeridade nas definições das áreas quilombolas. 


De acordo com a Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos, na gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) o processo de titularização, que é de responsabilidade do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, e o processo de certificação, que fica com a Fundação Palmares, praticamente deixaram de existir. 

O coordenador do Conaq, Renildo Rodrigues, diz que quase não se lembra dos territórios contemplados: "Nós tivemos de seis anos de paralisação das titularizações. O governo também deu uma parada na questão orçamentária. Havia um recurso de R$ 70 milhões para a pauta quilombola nos governos anteriores ao de Bolsonaro. No dele, havia R$300 mil para a regularização", afirma.

Programa aquilomba Brasil

O secretário nacional de Políticas para Quilombos, Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e Ciganos, Ronaldo dos Santos, afirma que o MInistério da Igualdade Racial também planeja lançar o programa "Aquilomba Brasil", ação interministerial que vai criar um plano para organizar as demandas quilombolas no país. 

Ao falar sobre os desafios que a pasta terá para titular os quilombos, o secretário afirma que é necessário ter uma "mudança de paradigma" com relação à causa no Brasil: "Essa questão quilombola é reparação. Isso é uma decisão de governo, mas eu sei que é um governo de coalizão, mas vamos lidar com isso e vamos enfrentar isso respeitosamente", diz.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
governo lula
quilombo
milena teixeira
incra
fundação palmares

Últimas notícias

Autora atacada por pitbulls escreve poesia pela primeira vez após acidente

Autora atacada por pitbulls escreve poesia pela primeira vez após acidente

A autora, reconhecida na literatura infantil brasileira, foi atacada por três cães da raça pitbull no dia 5 de abril
Do protagonismo na Lava-Jato à suspensão pelo CNJ: quem é Gabriela Hardt?

Do protagonismo na Lava-Jato à suspensão pelo CNJ: quem é Gabriela Hardt?

Juíza foi substituta de Sergio Moro na 13ª Vara Federal, em Curitiba, durante o auge da operação
Chuva forte pode atingir 161 cidades de Minas Gerais

Chuva forte pode atingir 161 cidades de Minas Gerais

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta para risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos
Teto de supermercado desaba e deixa feridos em Diadema

Teto de supermercado desaba e deixa feridos em Diadema

Duas pessoas ficaram gravemente feridas e foram socorridas ao Hospital Municipal da cidade; outras nove tiveram ferimentos leves
Tutor de pitbull morre após ser atacado pelo próprio cachorro

Tutor de pitbull morre após ser atacado pelo próprio cachorro

Vítima sofria ataque de epilepsia enquanto foi mordida pelo animal
Governo propõe aumento de R$ 90 no salário mínimo e déficit zero em 2025

Governo propõe aumento de R$ 90 no salário mínimo e déficit zero em 2025

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025 foi apresentado nesta segunda-feira (15)
Adolescente de 17 anos é estuprada pelo cunhado no interior de SP

Adolescente de 17 anos é estuprada pelo cunhado no interior de SP

Vítima estava na casa da irmã e cuidava dos sobrinho quando sofreu a violência, neste final de semana
Poder Expresso: Irã ataca Israel, conflito pode ter reflexos econômicos no Brasil

Poder Expresso: Irã ataca Israel, conflito pode ter reflexos econômicos no Brasil

A edição desta segunda-feira (15) analisa como a escalada do confronto no Oriente Médio pode atingir brasileiros
Por que existem gêmeos siameses? Entenda

Por que existem gêmeos siameses? Entenda

As causas dessa anomalia rara ainda não são bem explicadas pela ciência, mas a descoberta pode vir durante a gestação
Conflito entre Irã e Israel pode impactar preço do petróleo no Brasil

Conflito entre Irã e Israel pode impactar preço do petróleo no Brasil

Ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira afirmou que criou grupo de trabalho para acompanhar possível acirramento do conflito e suas consequências
Publicidade
Publicidade