Publicidade

Saiba quem é Naval, apontando como chefe da maior milícia do Rio de Janeiro

Paulo David Guimarães Ferraz Silva é considerado pela polícia como um "homem de guerra"

Saiba quem é Naval, apontando como chefe da maior milícia do Rio de Janeiro
Paulo David Guimarães Ferraz Silva, conhecido como Naval | Divulgação
Publicidade

Apontado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro como o novo chefe da milícia de Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho, Paulo David Guimarães Ferraz Silva, conhecido como Naval, ocupa o lugar do miliciano Rui Paulo Gonçalves Estevão, o Pipito.

Pipito morreu na última sexta-feira (7), durante um confronto com policiais na Favela do Rodo, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Já Zinho se entregou à Polícia na véspera de Natal do ano passado.

Ex-fuzileiro naval — motivo do apelido, Paulo David Guimarães é considerado um "homem de guerra" pela polícia do Rio de Janeiro por seu comportamento violento e histórico de diversos homicídios praticados.

Segundo à Polícia, Naval está na milícia há muitos anos, além de já ser líder de algumas comunidades, como Barbante e Vilar Carioca e ter ajudado na ocupação da comunidade da Carobinha, na zona oeste, que era disputada também pelo Comando Vermelho.

Naval é considerado suspeito do homicídio do antigo chefe da milícia carioca Liga da Justiça, Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho, em 2022. Com a morte de Jerominho, Zinho passou a comandar a organização, expandindo seu poder paramilitar no Rio de Janeiro.

Após a expansão. o "Bonde do Zinho" passou a ser o maior grupo paramilitar do estado do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Crime
crime organizado
Milícia
Rio de Janeiro
Miliciano

Últimas notícias

SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (15); assista!
Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Publicidade
Publicidade