Publicidade

Polícia desarticula quadrilhas especializadas em roubos a condomínios

Investigações pegaram criminosos que atuavam em 5 estados, se passavam por moradores e ostentavam nas redes sociais

Polícia desarticula quadrilhas especializadas em roubos a condomínios
Publicidade

A Polícia Civil prendeu o terceiro integrante de uma quadrilha especializada em roubo a condomínios nesta terça-feira (23). As investigações estavam em andamento desde dezembro do ano passado, quando o grupo de criminosos invadiu um apartamento em Porto Alegre.

Imagens das câmeras de segurança flagraram a ação dos bandidos. Nos vídeos, um criminoso entra no condomínio, sem dificuldade. Logo depois, chega mais um ladrão. Enquanto isso, um comparsa, de carro, circula para dar cobertura. Uma hora e meia depois, a dupla deixa o prédio com uma sacola e uma mala. Segundo a polícia, foram levados um cofre, joias e dinheiro em espécie, tudo avaliado em meio milhão de reais.

Antes de agir, os suspeitos observavam a rotina dos moradores e do condomínio. Segundo o delegado João Paulo de Abreu, os criminosos se aproveitaram das obras que aconteciam no local. “Eles estavam ali para também participar daquela obra e, infelizmente, sem muito critério por parte da portaria, acabaram tendo o acesso à parte interna, foram em vários apartamentos e elegeram aquele que estava vazio”, explica.

O crime deu início a uma investigação nacional. Dois dos integrantes, Gabriel de Albuquerque Carvalho, de 24 anos, e Lucas Costa Santana, de 22, foram presos no dia 13 de abril, em Avaí, no interior de São Paulo.

A prisão do terceiro criminoso foi nesta terça-feira (23), em São Paulo. Gabriel Santos Dias, de 22 anos, ostentava nas redes sociais joias roubadas, como anéis e correntes de ouro, relógios caros, além de festas e viagens. Uma das fotos foi feita no espelho de um condomínio invadido.

A quadrilha agia em pelo menos cinco estados do país: Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul. Até agora, a operação já bloqueou mais de um milhão de reais em contas bancárias.

Mais uma quadrilha

A prisão acontece na mesma semana em que a polícia de São Paulo desarticulou um grupo criminoso especializado em roubo a condomínios. Os envolvidos também eram jovens e costumavam se passar por moradores.

"São duas quadrilhas separadas, distintas, mas eles se reconhecem, são da mesma região, e não estavam atuando juntos. Eles acabam fazendo a mesma coisa, tanto que faziam aqui e depois migraram”, explica o delegado.

No último domingo (21), dois homens suspeitos de integrarem uma quadrilha de roubo de imóveis foram presos por policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais). Os criminosos estavam a caminho de São Paulo e voltavam de Curitiba, no Paraná, quando foram detidos na Rodovia Régis Bittencourt.

De acordo com a polícia, os presos e mais dois criminosos que conseguiram escapar tinham furtado um apartamento em um condomínio na capital paranaense, durante o fim de semana. Os detidos roubaram joias, dólares e objetos pessoais.

A quadrilha já estava sendo investigada pela polícia, por isso, mudou o foco das ações e passou a realizar os arrombamentos em cidades nos estados do Sul do Brasil. Houve troca de informações entre as Polícias Civis de São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná para solucionar o crime. As prisões foram realizadas por agentes da 4ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Condomínio).

Os suspeitos levaram R$ 7 mil em espécie, US$ 825, joias, roupas, tênis, e algumas outras moedas estrangeiras. Dois revólveres calibres 38 e 32, além das respectivas munições, foram apreendidos.

A dupla revelou que as duas armas estão com os outros dois integrantes da quadrilha, que voltaram para São Paulo usando outro meio de transporte. Ambos já foram identificados. Os presos foram autuados por furto qualificado e associação criminosa.

Quadrilha especializada

Identificados como Luiz Henrique Malandrino Filho e Rodrigo Paixão da Silva Júnior, ambos de 21 anos, os homens estão sempre juntos e compartilham, nas redes sociais, fotos das joias furtadas.

Antes de atacar em Curitiba, eles também furtaram apartamentos de luxo em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Os chefes da quadrilha ainda estão sendo procurados.

Em um dos roubos, há dez dias, os dois se beijaram na porta do prédio para se passar por moradores e enganar o porteiro. E deu certo. O suposto casal passa despercebido e tira o alerta de qualquer porteiro ou morador.

No mês de abril, Rodrigo Paixão foi filmado em outro furto, na capital gaúcha. Ele levou mais de 3 milhões de reais em joias, dinheiro e uma pistola calibre 9 milímetros.

Em Curitiba, neste sábado, foi ele quem agiu novamente. Entrou às 16h14 e saiu, carregado, em menos de uma hora.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Quadrilha
Roubo
Criminoso
facção criminosa
Imóveis
Prisão

Últimas notícias

Frente Nacional de Prefeitos se mobiliza para a compra de medicamentos no RS

Frente Nacional de Prefeitos se mobiliza para a compra de medicamentos no RS

Secretário da Frente Nacional dos Prefeitos fala ao programa Perspectivas do SBT News
Arara-azul: esforço coletivo é feito para recuperar habitat natural da ave

Arara-azul: esforço coletivo é feito para recuperar habitat natural da ave

Estrela dos filmes "Rio", ave brasileira habita clima árido e de altas temperaturas
Novo ataque de Israel a acampamento de refugiados em Rafah deixa ao menos 21 mortos

Novo ataque de Israel a acampamento de refugiados em Rafah deixa ao menos 21 mortos

Ataque aconteceu enquanto manifestantes, em várias partes do mundo, ainda protestavam contra as 45 mortes provocadas por bombardeio no domingo
Covid-19 já matou mais que a dengue no Brasil em 2024

Covid-19 já matou mais que a dengue no Brasil em 2024

Principais vítimas da covid-19, segundo o Ministério da Saúde, são pessoas que não se vacinaram ou que não completaram o ciclo de imunização
Voluntários alertam para diminuição de ajuda humanitária no RS: "Precisamos de mais braços, estamos exaustos"

Voluntários alertam para diminuição de ajuda humanitária no RS: "Precisamos de mais braços, estamos exaustos"

Quase 50 mil gaúchos permanecem em abrigos no estado; em Porto Alegre, a maior parte dos abrigos são mantidos com doações e o trabalho de voluntários
Congresso derruba veto de Lula a trecho do projeto das "saidinhas" de presos

Congresso derruba veto de Lula a trecho do projeto das "saidinhas" de presos

Condenados que cumprem pena em regime semiaberto não podem mais obter autorização para saída temporária do estabelecimento nos casos de visita à família
Especialista celebra dados positivos de alfabetização, mas diz que “Brasil está muito atrás” de países desenvolvidos

Especialista celebra dados positivos de alfabetização, mas diz que “Brasil está muito atrás” de países desenvolvidos

Professor da UnB lembra que o país segue abaixo da meta de 80% estabelecida pelo Ministério da Educação
Operadoras se comprometem a retomar planos de saúde cancelados, após reunião com Lira

Operadoras se comprometem a retomar planos de saúde cancelados, após reunião com Lira

Presidente da Câmara disse que decisão foi confirmada pelas empresas Amil e Unimed
Redução do IDH no Brasil: Pnud se preocupa com “custo da inação” em meio às crises

Redução do IDH no Brasil: Pnud se preocupa com “custo da inação” em meio às crises

Catástrofes climáticas e crises sanitárias podem impactar no IDH do país; capacidade da governança de um estado é uma forma de gestão de crise, diz entidade
Dia mundial do hambúrguer: de lanche tímido importado a versão gourmet brasileiríssima

Dia mundial do hambúrguer: de lanche tímido importado a versão gourmet brasileiríssima

Data celebra alimento que, hoje, não é apenas um tipo de refeição, mas parte da identidade gastronômica brasileira
Publicidade
Publicidade