Publicidade

Viva Mais, Viva Bem: mulher x violência; como evitar relações abusivas, inclusive no trabalho

É necessário se posicionar no primeiro momento de tensão, explica psicóloga

Viva Mais, Viva Bem: mulher x violência; como evitar relações abusivas, inclusive no trabalho
Publicidade

Os números de violência contra a mulher chamam a atenção. Mesmo diante de discussões e novas medidas protetivas, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública traz uma realidade preocupante. Os casos de violência mais extremos no primeiro semestre de 2023 já superam os registrados no mesmo período desde 2019. De janeiro a julho deste ano, foram registrados 722 feminicídios no Brasil.

Assista:

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A psicóloga Thirza Reis explica que a violência doméstica tem um ciclo. Ela começa com uma tensão, passa para a violência física, depois vem o arrependimento e se fecha com uma lua de mel, um comportamento que não é sustentado por muito tempo.

"A violência é um processo de escalonamento. Então, por isso, precisamos estar muito atentas. Se a mulher perceber a tensão, precisa começar o processo de posicionamento, diga que não gostou e que não quer ser tratada assim", afirma. 

No podcast Viva Mais, Viva Bem, Thirza faz um alerta para mulheres que ficam em dúvida sobre o comportamento do homem. "Se isso acontece, aqui já merece um limite imediato. Se você se posiciona no início, você já vai dando o tom do relacionamento".

Durante o bate-papo, a psicóloga explicou os tipos de violência em casa ou no trabalho e como se posicionar mesmo diante de elogios carregados de insinuações constrangedoras. 

O episódio completo já está disponível no canal do SBT News no YouTube e no Spotify.

Veja também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
noticias
podcast
vivi ferreira
violência contra a mulher
feminicídio
viva mais viva bem

Últimas notícias

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Pesquisa do Hospital Albert Einstein mostra que, na maioria dos casos, a doença pode ser tratada com medicação
Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Além dos obesos, a pesquisa constatou que 43% dos adultos do mundo estão com sobrepeso
Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Aedes aegypti pode transmitir aos pets doença conhecida como 'verme do coração'; conheça sintomas e tratamento
José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

Político está internado desde o dia 25 de fevereiro por causa de uma pneumonia
Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

País ocupa atualmente a 9ª colocação, à frente de Canadá, Rússia e Austrália. Confira lista
Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Dois ministros do STM consideraram homicídio culposo a ação do Exército que teve 257 tiros de fuzil e resultou em duas mortes
Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Combinação evita a emissão de 5 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera
Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

País pode fechar o ano com mais de quatro milhões de infectados por arboviroses
Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis da doença
Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

"Central de telemarketing do crime" funcionava em São Paulo; idosos eram vítimas preferidas
Publicidade
Publicidade