Publicidade

Tribunal de Haia manda prender oficiais russos por crimes de guerra na Ucrânia

Militares são supostamente responsáveis por lançar ataques contra infraestruturas civis durante ofensivas

Tribunal de Haia manda prender oficiais russos por crimes de guerra na Ucrânia
Governo da Ucrânia
Publicidade

O Tribunal Penal Internacional (TPI), também conhecido como Tribunal de Haia, emitiu, nessa terça-feira (5), mandados de prisão contra Sergei Kobylash, tenente-general das Forças Armadas da Rússia, e Viktor Sokolov, almirante russo e ex-comandante da Froda do Mar Negro. Ambos são acusados de cometer crimes de guerra na Ucrânia.

+ Ataques a hospitais, civis e tortura: o que são crimes de guerra?

Em comunicado, a Corte afirmou que os oficiais russos são supostamente responsáveis por lançar ataques contra infraestruturas civis durante as ofensivas entre 10 de outubro de 2022 e 9 de março de 2023. Eles são acusados de causar danos excessivos a civis em relação à vantagem militar prevista, além de cometer crime contra a humanidade.

"Existem motivos razoáveis para acreditar que eles têm responsabilidade criminal individual pelos crimes acima mencionados por terem cometido os atos conjuntamente e/ou através de terceiros, ordenarem a comissão dos crimes, e/ou por não terem exercido o controlo adequado sobre as forças sob o seu comando", disse o Tribunal de Haia.

A decisão da Corte foi saudada pelo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, que vem cobrando a responsabilização de crimes de guerra no país. "Todo comandante russo que ordena ataques contra civis ucranianos e infraestrutura crítica deve saber que será feita justiça. Todo autor de tais crimes deve saber que eles serão responsabilizados", disse.

Essa é a segunda vez que o TPI emite mandados de prisão contra figuras russas. Em março de 2023, a Corte mandou prender o presidente russo, Vladimir Putin, e a comissária para os Direitos da Criança, Maria Alekseyevn, pela suposta participação na deportação forçada de crianças ucranianas, sobretudo em regiões ocupadas.

+ Rússia condena ativista de direitos humanos a quase 3 anos de prisão por criticar invasão na Ucrânia

Como a Rússia não reconhece o Tribunal, no entanto, os mandados não podem ser cumpridos, a não ser que os alvos visitem algum dos 125 países que participam do tratado de Haia. Entre eles estão os Estados Unidos, China e Brasil.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Guerra na Ucrânia
Tribunal de Haia
Prisão
Rússia
Crime de guerra

Últimas notícias

Fortaleza registra 21 mortes em meio à onda de violência que atinge a cidade

Fortaleza registra 21 mortes em meio à onda de violência que atinge a cidade

Nove crianças e adolescentes, com idades de 8 a 16 anos, foram baleados durante um ataque a tiros em um campo de futebol na noite desta sexta-feira (21)
Nefo, morto no presídio em SP, prestava contas de atentados a comando do PCC na Bolívia

Nefo, morto no presídio em SP, prestava contas de atentados a comando do PCC na Bolívia

Chefe de plano contra Moro interrompido pela PF trocou 135 mensagens com três terminais bolivianos, em menos de um mês; fazendas de coca seriam QG da facção
Sobe para 8 número de vítimas de chacina em praça no Ceará

Sobe para 8 número de vítimas de chacina em praça no Ceará

Um carro e várias motos abriram fogo contra grupo na praça da matriz de Viçosa
Jovem de 20 anos desaparecido no DF é encontrado morto

Jovem de 20 anos desaparecido no DF é encontrado morto

Policiais civis localizaram o corpo de Yoshinori Kubota Lima no Guará. Ele estava desaparecido há 3 dias
Polícia investiga sumiço de adolescente grávida no Paraná

Polícia investiga sumiço de adolescente grávida no Paraná

Isis Victória Mizerski, de 17 anos, está desaparecida desde 6 de junho; suspeito já foi flagrado agredindo mulheres
Polícia do Rio prende em flagrante assaltante armado em hotel de luxo, em Ipanema

Polícia do Rio prende em flagrante assaltante armado em hotel de luxo, em Ipanema

Homem foi detido pela PM e chegou a fazer funcionário de refém, antes de se entregar
Mounjaro: Novo estudo diz que medicamento pode ajudar a tratar apneia do sono

Mounjaro: Novo estudo diz que medicamento pode ajudar a tratar apneia do sono

De acordo com pesquisadores da Universidade da Califórnia, o uso da tirzepatida pode levar uma queda no número de interrupções respiratórias durante o sono
Como agia influencer preso suspeito de dar golpe de R$ 15 milhões com falsos investimentos

Como agia influencer preso suspeito de dar golpe de R$ 15 milhões com falsos investimentos

Registros de conversas mostram o desespero de vítimas enganadas por Gabriel Pinotti
Com doses próximas do vencimento, Saúde amplia vacinação contra dengue

Com doses próximas do vencimento, Saúde amplia vacinação contra dengue

Vacina deve chegar a mais municípios e crianças e adolescentes de 6 a 16 anos poderão ser imunizadas
SBT exibe o último Programa Eliana neste domingo (23)

SBT exibe o último Programa Eliana neste domingo (23)

Apresentadora agradece a todos que participaram do dominical com declarações à equipe e à família e um recado para Silvio Santos
Publicidade
Publicidade