Publicidade

Claudia Goldin leva Nobel de Economia por pesquisa sobre mulheres no mercado de trabalho

Professora forneceu primeiro relato de diferença salarial entre gêneros

Claudia Goldin leva Nobel de Economia por pesquisa sobre mulheres no mercado de trabalho
Divulgação/Prêmio Nobel
Publicidade

A historiadora econômica Claudia Goldin foi a vencedora do Prêmio Nobel de Economia de 2023. O anúncio foi feito na manhã desta 2ª feira (9.out), pela Academia Real das Ciências da Suécia, que homenageou a norte-americana pelos avanços na compreensão dos resultados do mercado de trabalho das mulheres. Além da medalha, ela receberá 11 milhões de coroas suecas (R$ 5 milhões).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"As mulheres estão muito sub-representadas no mercado de trabalho global e, quando trabalham, ganham menos do que os homens. Goldin vasculhou os arquivos e coletou mais de 200 anos de dados, o que lhe permitiu demonstrar como e por que as diferenças de gênero nas taxas de renda e emprego mudaram. Ela forneceu o primeiro relato abrangente dos ganhos das mulheres", disse a Academia.

Os trabalhos de Goldin mostraram que a participação feminina no mercado de trabalho não teve uma tendência de alta significativa nos últimos anos, mas sim uma curva em forma de U. A participação das mulheres casadas diminuiu com a transição de uma sociedade agrária para uma sociedade industrial no século XIX, mas depois começou a aumentar com o crescimento do setor de serviços no século XX.

Participação feminina no mercado de trabalho | Reprodução/Prêmio Nobel

Goldin explicou esse padrão como o resultado da mudança estrutural e da evolução das normas sociais em relação às responsabilidades das mulheres pelo lar e pela família. A economista apontou ainda que o acesso à pílula anticoncepcional desempenhou um papel importante na aceleração dessa mudança, oferecendo novas oportunidades para o planejamento de carreira.

Apesar da modernização, durante um longo período de tempo a diferença salarial entre mulheres e homens quase não diminuiu. Segundo a economista, parte da explicação é que as decisões educacionais são tomadas em uma idade relativamente jovem e muitas adolescentes acabam seguindo os passos das gerações anteriores, nas quais as mães não voltaram a trabalhar até que o crescimento dos filhos. 

"Entender o papel da mulher no trabalho é importante para a sociedade. Graças à pesquisa inovadora de Claudia Goldin, agora sabemos muito mais sobre os fatores subjacentes e quais barreiras podem precisar ser abordadas no futuro", disse Jakob Svensson, presidente do Comitê do Prêmio em Ciências Econômicas.

Com o anúncio do vencedor de Economia, a edição do Prêmio Nobel de 2023 chega ao fim. Na última semana, o Comitê divulgou os ganhadores das categorias de MedicinaFísicaQuímicaLiteratura e Paz.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
premio nobel
economia
claudia goldin
mulheres
mercado de trabalho
diferença salarial
generos

Últimas notícias

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Modelo viralizou nas redes sociais ao vencer o Miss Universo em abril; prêmio foi para a Magalí Benejam, da província de Córdoba
SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

Iniciativa transmitirá a movimentação ao vivo na tenda de doações e conferência dos itens no galpão da Jequiti
Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

No Dia Nacional da Adoção, conheça relatos emocionantes de crianças e adolescentes que encontraram lares repletos de carinho e dedicação
Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Feira contou com cerca de 40 animais que precisam de um novo lar
Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Desde final de abril, Unidades Básicas de Saúde são obrigadas a ter salas. Humanização do atendimento é apontada por especialistas e vítimas como fundamental
Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Estimativa é de que cerca de 40 mil pessoas participaram da 17ª edição do evento
Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Refúgio climático, que também acontece no Brasil, alerta para a necessidade de uma política nacional de amparo às vítimas de impactos ambientais
Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Moradores contabilizam o caos causado pelas enchentes; Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias
Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Região do Rio Grande do Sul lida com dificuldades por aumento do nível das águas. Em outros locais, população enfrenta situação de frio
Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Órgão máximo da ONU para deliberar sobre disputas entre Estados havia determinado fim de ataques a Rafah
Publicidade
Publicidade