Publicidade

Líder do grupo Wagner interrompe rebelião após acordo com Bielorrússia

Mercenários estavam a 200 km de Moscou e prometiam punir soldados russos

Líder do grupo Wagner interrompe rebelião após acordo com Bielorrússia
| Reprodução
Publicidade

O gabinete do presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, anunciou, neste sábado (24.jun), que o líder do grupo paramilitar Wagner, Yevgeny Prigozhin, aceitou um acordo para interromper a rebelião contra o governo russo. Mais cedo, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, conversou com Lukashenko, autorizando-o a negociar com o grupo.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Como resultado das negociações, chegamos a acordos sobre a inadmissibilidade de desencadear um massacre sangrento no território da Rússia. Prigozhin aceitou a proposta de Lukashenko de interromper o movimento de pessoas armadas do Wagner no território da Rússia e novas medidas para diminuir as tensões", diz o comunicado.

O acordo entre Prigozhin e Lukashenko acontece poucas horas após Moscou acionar operações antiterroristas. Isso porque, logo depois de iniciar a rebelião, o grupo Wagner começou a se movimentar pela região de Lipetsk, que fica a cerca de 470 quilômetros ao Sul da cidade. O objeto era responder ao ataque das tropas russas contra um dos acampamentos do grupo, que vitimizou dezenas de integrantes.

Em mensagem nas redes sociais, Prigozhin confirmou o acordo, dizendo que o grupo estava voltando para os acampamentos. O líder dos mercenários explicou que o governo russo aceitou retirar o processo criminal que havia sido aberto contra ele, além de descartar possíveis punições aos combatentes envolvidos na rebelião.

+ Grupo Wagner: Otan diz estar monitorando rebelião e G7 reúne ministros

"Eles queriam desmantelar o Wagner. Partimos para a Marcha da Justiça. Em um dia, marchamos a menos de 200 km de Moscou. Durante esse tempo, não perdemos uma única gota de sangue de nossos combatentes", disse Prigozhin. "Percebendo toda a responsabilidade pelo fato de que o sangue russo será derramado, estamos virando nossas colunas e partindo na direção oposta, para nossos acampamentos", completou.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
líder
grupo wagner
interrompe
rebeliao
acordo
bielorrusia
yevgeny prigozhin
alexander lukashenko
camila-stucaluc

Últimas notícias

Estuprador em série é preso em Belo Horizonte após não retornar de saidinha temporária

Estuprador em série é preso em Belo Horizonte após não retornar de saidinha temporária

Ronaldo Nobre dos Santos estava foragido desde 2018; polícia investiga outros crimes cometidos por ele durante fuga
SBT News na TV: Maduro rebate Lula sobre “banho de sangue” na Venezuela caso perca as eleições

SBT News na TV: Maduro rebate Lula sobre “banho de sangue” na Venezuela caso perca as eleições

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta quarta-feira (24); assista!
Balões com lixo enviados pela Coreia do Norte caem em complexo presidencial da Coreia do Sul

Balões com lixo enviados pela Coreia do Norte caem em complexo presidencial da Coreia do Sul

Autoridades descartaram risco de contaminação por itens; provocação aumenta tensão entre países
Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 5

Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 5

Recurso pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Bombeiros combatem seis focos de incêndios florestais no Pantanal (MS)

Bombeiros combatem seis focos de incêndios florestais no Pantanal (MS)

Fogo se intensificou no fim de semana por conta das condições climática
"Quem se assustou que tome um chá de camomila", diz Maduro após Lula comentar "banho de sangue"

"Quem se assustou que tome um chá de camomila", diz Maduro após Lula comentar "banho de sangue"

Maduro também perguntou ao público: "Vocês querem que chegue ao poder um Milei? Que chegue um Bolsonaro?"
Resultado Mega-Sena 2752: ninguém acerta dezenas e prêmio acumula para R$ 65 milhões

Resultado Mega-Sena 2752: ninguém acerta dezenas e prêmio acumula para R$ 65 milhões

Cinco pessoas acertaram a quina e levaram R$ 51.676,02 cada
Macron recusa nomeação de primeira-ministra indicada pela esquerda

Macron recusa nomeação de primeira-ministra indicada pela esquerda

Presidente francês disse que só tomará decisão após Jogos Olímpicos
"A Caverna Encantada": conheça a nova novela do SBT que promete emoção e mistério

"A Caverna Encantada": conheça a nova novela do SBT que promete emoção e mistério

Com uma história repleta de mistérios, confusões, diversão, amor e fé, a trama promete conquistar toda a família brasileira
Grupos palestinos assinam acordo para reconstruir a Faixa Gaza

Grupos palestinos assinam acordo para reconstruir a Faixa Gaza

Formação da comunidade foi acordada nesta terça-feira (23), na China
Publicidade
Publicidade