Publicidade

Visando negociação de dívida, Argentina aprova acordo com FMI

País concentra uma das maiores inflações da América Latina: em 12 meses, o índice chegou a 52,3%

Visando negociação de dívida, Argentina aprova acordo com FMI
O presidente da Argentina, Alberto Fernández
Publicidade

Buscando reorganizar a dívida do país, o Senado da Argentina aprovou, na 5ª feira (17.mar), um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). O valor atual é superior a US$ 45 bilhões.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Com 56 votos a favor, 13 contra e 3 abstenções, a sessão ultrapassou o tempo total de 10 horas. Para entrar em vigor, a renegociação, a 13ª firmada pelos argentinos e a instituição desde a redemocratização do país em 1983, deverá aprovada pela diretoria do FMI em Washington, nos Estados Unidos. Em 2018, durante o governo de Maurício Macri, a Argentina se comprometeu a pagar US$ 19 bilhões em 2022, US$ 20 bilhões em 2023 e mais US$ 4 bilhões em 2024. O país, no entanto, não realizou os pagamentos.

Embora tenha votado a favor do projeto, o Juntos pela Mudança, opositor ao governo do atual presidente Alberto Fernández, afirmou que as medidas não são suficientes. "Este programa não é suficiente, eles têm que mudar de rumo. Teremos problemas de inflação alta, desabastecimento e possivelmente corridas bancárias", declarou o senador Alfredo Cornejo.

Já Fernández agradeceu os parlamentares que se manifestaram favoráveis ao acordo. "Vamos ter um horizonte mais claro. Saberemos que há um problema que não foi resolvido, mas que começa a ser resolvido, que é essa dívida maldita que herdamos", se referindo à gestão de Macri.

A Argentina concentra uma das maiores inflações da América Latina. Em 12 meses, o índice atingiu o patamar de 52,3%.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
mundo
argentina
economia
alberto fernández
américa latina
américa do sul
inflação

Últimas notícias

Garagem com motos roubadas é descoberta na zona leste de SP

Garagem com motos roubadas é descoberta na zona leste de SP

GCM localizou os veículos com o auxílio de uma empresa de rastreamento; ao menos sete motos estavam guardadas no local
Roubo de Ozempic: adolescentes são apreendidos após levar medicamento de farmácia em SP

Roubo de Ozempic: adolescentes são apreendidos após levar medicamento de farmácia em SP

Suspeitos roubaram 13 caixas de Ozempic e 11, de Venvanse. Medicamentos são usados para tratar diabete e TDAH, mas também auxiliam no emagrecimento
ENGANOSO: Enchente em São Leopoldo (RS) não foi causada por rompimento de barragem

ENGANOSO: Enchente em São Leopoldo (RS) não foi causada por rompimento de barragem

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta segunda-feira (24)
INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

Pagamentos serão feitos conforme o número final do cartão de pagamento; moradores do RS terão depósitos antecipados
No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

Dança típica foi considerada relevante para a identificação regional nas apresentações juninas
"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Publicidade
Publicidade