Publicidade

Nova Iorque e a acusação do uso político da vacina contra Covid19

Ao anunciar a revisão das vacinas aprovadas pelo governo federal, o estado de Nova Iorque estampa mais uma provocação durante a pandemia

Nova Iorque e a acusação do uso político da vacina contra Covid19
Nova Iorque e a acusação do uso político da vacina contra Covid19
Publicidade


Por Patrícia Vasconcellos
                     
Nova Iorque - O pôster chegou embrulhado em um cone de papel cartão. O título: "New York tough". Nova Iorque difícil, ou dura, é a expressão usada pelo governador Andrew Cuomo para descrever as ações tomadas pela administração estadual durante a pandemia. No topo do cartaz, quatro palavras: esperta, unida, disciplinada, amorosa. Tudo que, segundo Cuomo, a Casa Branca - na atual administração - não é.

A provocação ao presidente americano está no campo superior direito da imagem, logo abaixo do sol sorridente. Donald Trump, no cartaz novaiorquino, aparece sentado em uma meia lua observando a montanha que representa a curva de contaminação no estado de Nova York. Embaixo do desenho de Trump, a frase: "é apenas a gripe". No gráfico lúdico criado por Cuomo, o auge do contágio é topo da colina onde há uma máscara. A queda nos índices de contágio e de vítimas é representada pela corda puxada pelos novaiorquinos, trabalhadores da saúde e trabalhadores essenciais. "Amo história, amo arte. Nós atravessamos a montanha, baixamos para o outro lado e estes são os sinais que representam o que estamos passando". A frase assinada pelo governador está no site onde o pôster é vendido por U$11,50. A empresa fabrica cartazes para destinar fundos ao tratamento de pessoas com autismo.


O cartaz criado pelo governador de Nova Iorque ilustra uma briga de argumentos que já soma vários capítulos. Desde o começo da pandemia, Andrew Cuomo critica Donald Trump pelas ações tomadas em relação à pandemia. O governador afirma que a Casa Branca fez Nova Iorque ser pega de surpresa no meio de março quando a contaminação de milhares de pessoas no país já havia acontecido. Nesta semana, Andrew Cuomo acrescentou mais um ingrediente nessa disputa de pontos de vista. Na quinta-feira (24.set) afirmou que o estado de Nova Iorque vai fazer uma revisão das vacinas contra a Covid19 que forem aprovadas nacionalmente. "Não vou confiar na opinião do governo federal e não recomendaria aos novaiorquinos com base no que afirma a Casa Branca" disse Andrew Cuomo ao apontar no slide azul - durante a coletiva de imprensa - a frase: "infelizmente não podemos mais confiar no governo federal". O comentário do governador aconteceu um dia depois de Donald Trump levantar dúvidas sobre as diretrizes do FDA (Food and Drug Administration) agência federal americana que autoriza a comercialização de alimentos e remédios.

Os estados americanos não têm autonomia para intervir na aprovação de uma vacina aprovada nacionalmente mas podem, por exemplo, atrasar a distribuição se não a consideram seguras. Para o governador de Nova Iorque, Donald Trump, que tenta a reeleição, politizou a questão da vacina. Fato é que o presidente americano afirmou que a imunização estará disponível para o grupo de risco a partir do mês que vem, outubro, apesar da maioria dos laboratórios afirmar que uma vacina só será aprovada quando todas as etapas estiverem concluídas e que o prazo pode ser mais longo que este. Já o CEO da Pfizer, Albert Bourla, estima que sua empresa pode ter resultados a partir do próximo mês. 

Americanos divididos

Uma pesquisa realizada pelo Pew researcher Center concluiu que os americanos estão divididos sobre a decisão de receber ou não a vacina contra a Covid19 quando ela for anunciada pela Casa Branca. Os dados apontam que 51% definitivamente ou provavelmente receberiam a imunização se ela estivesse disponível hoje. 49% dos entrevistados disseram que definitivamente ou provavelmente não seriam vacinados neste momento. Segundo a pesquisa da Pew Researacher Center, a grande maioria confia nos laboratórios. 77% dos entrevistados pensam que é muito ou pouco provável que uma vacina contra a Covid19 seja aprovada nos Estados Unidos antes que sua segurança e eficácia sejam totalmente comprovados.




 
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
mundo
vacina covid19
covid
donald trump
andrew cuomo
patricia vasconcellos
new york

Últimas notícias

Polícia pede prisão preventiva de suspeitos de matar motorista de aplicativo

Polícia pede prisão preventiva de suspeitos de matar motorista de aplicativo

Felipe Gambeta Malheiro e Gustavo Moreira Cardozo são acusados de provocar acidente que resultou na morte de Ednaldo de Souza Mendes, no dia 13 de julho
Brian Rodríguez: atacante uruguaio cobiçado pelo Corinthians é investigado por estupro

Brian Rodríguez: atacante uruguaio cobiçado pelo Corinthians é investigado por estupro

Caso teria ocorrido em maio, no México. Time paulista está disposto a pagar 5 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos do atleta
25 de julho: entenda em 5 pontos a importância do Dia da Mulher Negra

25 de julho: entenda em 5 pontos a importância do Dia da Mulher Negra

No Brasil, mulheres pretas e pardas sofrem mais violência, são maioria dos desempregados e minoria entre políticos e juízes
Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Outros cinco suspeitos foram presos; foram apreendidos três fuzis, duas pistolas e drogas
Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Neurologista era professora efetiva da Universidade Estadual de Goiás desde 2019 e agora está presa
Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Valor representa um aumento real (acima da inflação) de 11,02% frente ao mesmo período de 2023; recorde do semestre também foi batido
Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Eles foram resgatados pela Polícia Militar; grupo teve os celulares retirados e foi levado vendado até o local
Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Entidade de defesa do consumidor diz que justificativa da empresa de tecnologia é “questionável”
Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Criminosos foram capturados pela PRF após um serviço de monitoramento da Polícia Civil
Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Caso aconteceu na noite de quarta-feira (24) e repercutiu nas redes socais; veja
Publicidade
Publicidade