Publicidade

Juíza que ofereceu café a preso em audiência de custódia é homenageada pela OAB

Vídeo do momento circulou nas redes sociais, com direito a críticas e elogios à atuação da magistrada

Juíza que ofereceu café a preso em audiência de custódia é homenageada pela OAB
Publicidade

A Ordem dos Advogados do Brasil em Roraima (OAB-RR) atribuiu uma Menção Elogiosa à juíza Lana Leitão Martins, do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), que ofereceu café a um preso que estava com frio durante uma audiência de custódia, realizada na última quarta-feira (10). Um vídeo do momento circulou nas redes sociais, com direito a críticas e elogios à atuação da magistrada.

+ Leia as últimas notícias do portal SBT News

No ofício, a entidade reconhece a "atuação ética e humanizada" da juíza. Na audiência de custódia, ela aplicou "efetivamente o ordenamento jurídico, observando as regras de segurança sanitária e garantia de direitos da pessoa presa, com excelência, presteza e dedicação, sempre pautada na ética e compromisso institucional", destacou o presidente da OAB-RR, Ednaldo Gomes Vidal.

No vídeo, a magistrada inicia a audiência de custódia, mas logo percebe que o preso, Luan Gomes, de 20 anos, está com frio. Ela também pede que tirem a algema dele – prática contida em decisões do STF e em protocolo estabelecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

"O senhor está com frio? Tem que tirar as algemas dele. Audiência não pode ocorrer com o réu algemado", diz a juíza, no início da gravação. Ela continua:

"Desliga o ar-condicionado, por favor (pede a um profissional presente na sala). Pega um café para o senhor Luan, porque eu não vou fazer audiência com ele tremendo".

A Menção Elogiosa à Lana Martins foi formalizada ao ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida, ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima (TJRR) e ao presidente da Associação de Magistrados de Roraima (AMARR).

O que é uma audiência de custódia?

Na audiência de custódia, o preso em flagrante será apresentado a um juiz, em até 24 horas, para que ele avalie a legalidade da detenção. A obrigatoriedade da audiência de custódia após a prisão foi estabelecida pela Lei Anticrime, assinada por Jair Bolsonaro (PL) em 2019.

"Após receber o auto de prisão em flagrante, no prazo máximo de até 24 horas após a realização da prisão, o juiz deverá promover audiência de custódia com a presença do acusado, seu advogado constituído ou membro da Defensoria Pública e o membro do Ministério Público, e, nessa audiência, o juiz deverá, fundamentadamente: relaxar a prisão ilegal; converter a prisão em flagrante em preventiva; ou conceder liberdade provisória, com ou sem fiança", diz o artigo 310 do Código Penal.

Para Matheus Bueno, membro da Comissão de Advocacia Criminal da OAB de São Paulo, "a audiência de custódia é uma medida asseguradora do direito de liberdade, um direito de todos os cidadãos de, se presos, serem apresentados rapidamente a um juiz para que este analise a legalidade dessa prisão e a necessidade de manter essa pessoa presa", afirma.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Justiça
Roraima
Crime
Advogado
Homenagem

Últimas notícias

Alexei Navalny é enterrado em Moscou com milhares de pessoas sob escolta policial

Alexei Navalny é enterrado em Moscou com milhares de pessoas sob escolta policial

Principal opositor de Putin foi encontrado morto na prisão, onde cumpria uma pena de 19 anos sob a acusação de extremismo
Justiça proíbe Meta de usar marca no Brasil

Justiça proíbe Meta de usar marca no Brasil

Justiça de São Paulo tomou decisão porque empresa brasileira usa o nome Meta há mais de 30 anos e tem registro no INPI
Imposto de Renda 2024: o que você precisa saber para não ter problemas na hora de declarar

Imposto de Renda 2024: o que você precisa saber para não ter problemas na hora de declarar

Cidadãos com rendimentos acima de R$ 28.735,92 em 2023, que não enviarem dentro do prazo, poderão ser multados
Ouvidoria da PM vai voltar à Baixada Santista para investigar série de mortes

Ouvidoria da PM vai voltar à Baixada Santista para investigar série de mortes

Pelo menos 39 pessoas morreram em operações realizadas após o assassinato de um agente da Rota
Lula propõe envio de moção à ONU pelo “fim do genocídio” na Faixa de Gaza

Lula propõe envio de moção à ONU pelo “fim do genocídio” na Faixa de Gaza

Presidente brasileiro fez sugestão em São Vicente e Granadinas, onde participa de reunião da cúpula de países latino-americanos e do Caribe
Elon Musk processa OpenAI e acusa Sam Altman de "traidor"

Elon Musk processa OpenAI e acusa Sam Altman de "traidor"

Dono da Tesla e SpaceX diz que empresa de IA não se preocupa com o bem da humanidade e companhia virou subsidiária da Microsoft
Nunes Marques suspende concurso para soldados da PM de MG que restringia participação de mulheres

Nunes Marques suspende concurso para soldados da PM de MG que restringia participação de mulheres

Decisão foi proferida no âmbito de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade protocolada pela Procuradoria-Geral da República (PGR)
Rio: Vereadores derrubam projeto que prevê apoio a mulheres encaminhadas ao aborto legal

Rio: Vereadores derrubam projeto que prevê apoio a mulheres encaminhadas ao aborto legal

Projeto derrotado por 32 votos a 8 defendia o atendimento humanizado em casos já previsto na Legislação Federal
IA da Microsoft, Copilot, está agressivo com usuários

IA da Microsoft, Copilot, está agressivo com usuários

Chatbot chegou a chamar um usuário de mentiroso e disse para "não entrar em contato comigo novamente"
Homem é indiciado por estuprar sete vítimas; entre elas, quatro filhas

Homem é indiciado por estuprar sete vítimas; entre elas, quatro filhas

As investigações começaram depois que policiais receberam uma denúncia do Conselho Tutelar referente à filha mais nova do acusado
Publicidade
Publicidade