Publicidade

Parlamento Europeu declara Rússia como "Estado patrocinador do terrorismo"

Deputados citam violações do direito internacional e pedem novo pacote de sanções contra Moscou

Parlamento Europeu declara Rússia como "Estado patrocinador do terrorismo"
Com 494 votos a favor, 58 contra e 44 abstenções, o texto ressalta os ataques russos contra civis e a destruição de infraestruturas ucranianas não militares | Reprodução
Publicidade

O Parlamento Europeu aprovou, nesta 4ª feira (23.nov), uma resolução que classifica a Rússia como "um Estado patrocinador do terrorismo" e que "utiliza métodos de terrorismo". Com 494 votos a favor, 58 contra e 44 abstenções, o texto ressalta os ataques russos contra civis, a destruição de infraestruturas ucranianas não militares e outras violações do direito internacional e humanitário, que constituem crimes de guerra.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Com a medida, o Parlamento pede que a União Europeia crie um quadro jurídico adequado aos Estados que promovem terrorismo no mundo e que inclua a Rússia na lista. "Pedimos que a UE isole ainda mais a Rússia internacionalmente, incluindo quando se trata da adesão da Rússia a organizações e organismos internacionais, tais como o Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU)", dizem os parlamentares.

+ Britânicos acusam Rússia de usar drones para atacar instalações de energia

+ Mísseis russos atingem maternidade em Zaporizhzhia

A resolução solicita ainda que os Estados-membros concluam "o mais rápido possível" as discussões para a imposição do nono pacote de sanções contra Moscou. Os eurodeputados também querem que os países da UE previnam, investiguem e julguem ativamente qualquer evasão às restrições já em vigor e, em conjunto com a Comissão Europeia, considerem possíveis medidas contra países que tentem ajudar a Rússia.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
parlamento europeua
declara
russia
estado
terrorismo
direito internacional
direito humanitario
crimes de guerra
sançoes

Últimas notícias

Passageiros passam horas presos em avião sem refrigeração na Grécia; veja vídeo

Passageiros passam horas presos em avião sem refrigeração na Grécia; veja vídeo

Temperatura na aeronave da Qatar Airways ultrapassou os 40º C
Jovem é morto após marcar encontro por aplicativo de relacionamento gay em SP

Jovem é morto após marcar encontro por aplicativo de relacionamento gay em SP

Leonardo Rodrigues Nunes, de 24 anos, chegou a ser socorrido Pronto Socorro do Hospital Ipiranga, porém não resistiu aos ferimentos
Temporais provocam inundações e ameaçam prédios no Chile

Temporais provocam inundações e ameaçam prédios no Chile

Erosão causada pela chuva coloca em risco um complexo de edifícios de luxo em Viña del Mar
Por falta de segurança, nem todos caminhões de ajuda humanitária são recebidos em Gaza

Por falta de segurança, nem todos caminhões de ajuda humanitária são recebidos em Gaza

Bombardeios israelenses no extremo sul, em Rafah fazem ser inviável a passagem dos caminhões
Mercado Público de Porto Alegre volta a funcionar parcialmente após 41 dias fechado por inundação

Mercado Público de Porto Alegre volta a funcionar parcialmente após 41 dias fechado por inundação

Os restaurantes do segundo piso e as lojas com acesso direto para a rua voltam a operar das 10h às 15h, nesta sexta (14) e sábado (15)
VaideBet e Corinthians: polícia tenta localizar testemunha chave do caso

VaideBet e Corinthians: polícia tenta localizar testemunha chave do caso

Segundo a polícia, Adriana Ramuno, de 53 anos, esteve na casa da mulher, usada como laranja no repasse de comissão da VaideBet, antes do caso ir à imprensa
Ministério Público do RS prende 26 em operação contra grupo criminoso que atuava na serra gaúcha

Ministério Público do RS prende 26 em operação contra grupo criminoso que atuava na serra gaúcha

Segundo o MP-RS, o grupo é um dos mais ativos e violentos na serra gaúcha
STF forma maioria para tornar Janones réu por ofensas contra Jair Bolsonaro

STF forma maioria para tornar Janones réu por ofensas contra Jair Bolsonaro

Nas redes sociais, o deputado chamou o presidente de “assassino”, “miliciano” e “ladrãozinho de joias”
Thiago Brennand é condenado a indenizar advogada por danos morais

Thiago Brennand é condenado a indenizar advogada por danos morais

Gabriela Manssur entrou com uma ação por calúnia contra o empresário depois que ele ser referiu a ela como "bandida", "maloqueira" e "canalha" nas redes sociais
Rio Grande do Sul recebe destinação recorde do Imposto de Renda

Rio Grande do Sul recebe destinação recorde do Imposto de Renda

Ao todo, foram R$ 101 milhões, quase três vezes mais do que o valor registrado em 2023
Publicidade
Publicidade