Publicidade

Scholz dá prioridade ao Japão na primeira viagem à Ásia

Chanceler da Alemanha quer estreitar laços com países do Indo-Pacífico que compartilham os mesmos valores

Scholz dá prioridade ao Japão na primeira viagem à Ásia
Olaf Scholz e Fumio Kishida
Publicidade

Em sua primeira viagem oficial à Ásia, o chanceler alemão Olaf Scholz disse em Tóquio nesta 5ªfeira (28.abr) que seu país quer fortalecer os laços com países da região do Indo-Pacífico que compartilham os mesmos valores e trabalhar juntos para acabar com a agressão da Rússia na Ucrânia. "Minha viagem é um sinal político claro de que a Alemanha e a União Europeia continuarão e intensificarão seu envolvimento com a região do Indo-Pacífico", disse Scholz após se encontrar com o primeiro-ministro Fumio Kishida.

+ Leia as últimas notícias sobre a guerra na Ucrânia

Em coletiva de imprensa, o prêmie do Japão afirmou que ele e Scholz concordaram que, como membros do G-7, grupo dos sete países mais industrializados, compartilham a responsabilidade de trabalhar juntos para acabar com a agressão russa e restaurar a paz, a estabilidade e a ordem internacional o mais rápido possível. "A crise da Ucrânia abala os alicerces da ordem internacional não apenas na Europa, mas também na Ásia. Qualquer tentativa de mudar o status quo deve ser evitada, especialmente no leste da Ásia", disse Kishida, que continuou,"Se não mostrarmos claramente (à Rússia) que esse tipo de mudança unilateral ao status quo pela força e imprudência tem um alto custo, passará a mensagem errada para a Ásia", disse ele.

Em sua primeira viagem a Tóquio como chanceler, Scholz disse que tanto a Alemanha quanto o Japão são defensores da "ordem internacional baseada em regras", dos princípios da Carta da ONU e da defesa dos direitos humanos universais. Scholz disse que também queria vir ao Japão porque Tóquio assumirá a presidência do G-7 depois da Alemanha.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
scholz
alemanha
russia
guerra_na_ucrania
guerra-na-ucrania
japão
china

Últimas notícias

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Imagens mostram correria no local; estado de saúde da criança é grave
Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Trabalhadores da área acusam Javier Milei de ter um plano para prejudicar o setor
Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

SBT Brasil visitou os estúdios da Pixar, em Los Angeles, para mostrar como a continuação foi produzida
Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Último inverno rigoroso que garantiu boas vendas foi em 2022. No ano passado, houve queda de 20%
Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Juliana Silva, conhecida como Nega Juh, foi morta em Nova Iguaçu, na noite deste sábado (15)
Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Só no ano passado, foram mais de 65 mil casos, três mil a mais do que em 2022
Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Marinha montou base de operações na região das ilhas de Porto Alegre para auxiliar rapidamente a população
Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Ministros da 1ª Turma decidem na terça (18) se irmãos Brazão, delegado do Rio e dois ligados à milícia do Rio sentam no banco dos réus como mandantes do crime
PL que cria cadastro nacional de agressores deve ser analisado pelo Senado

PL que cria cadastro nacional de agressores deve ser analisado pelo Senado

Previsão é de que avaliação seja realizada nos próximos dias
Comidas típicas de Festa Junina estão mais caras com inflação

Comidas típicas de Festa Junina estão mais caras com inflação

Levantamento do Instituto de Economia da Fundação Getúlio Vargas, divulgado com exclusividade para o SBT, analisou 27 itens tradicionais juninos
Publicidade
Publicidade