Publicidade

Jogador de rugby dirige ambulância 13 horas por dia para ajudar na luta contra a COVID-19 na Itália

Maxime Mbanda resolveu ser voluntário depois que os campeonatos e treinos do seu time foram suspensos

Jogador de rugby dirige ambulância 13 horas por dia para ajudar na luta contra a COVID-19 na Itália
Jogador de rugby dirige ambulância 13 horas por dia para ajudar na luta contra a COVID-19 na Itália
Publicidade
O jogador italiano de rugby, Maxime Mbanda, deu um grande exemplo de empatia e solidariedade ao trocar os campos pelo voluntariado durante a pandemia de coronavírus que atinge o mundo inteiro. 

Mbanda dirige uma ambulância por cerca de 13 horas, todos os dias, para ajudar na luta contra os efeitos da COVID-19 na Itália, país que mais sofre com a doença no momento, já são mais de 6 mil mortos e 50 mil infectados

Em entrevista a agência de notícias AFP, o jogador contou como surgiu a ideia de ajudar: "Quando tudo no rugby foi cancelado, eu pensei de que forma poderia ajudar, mesmo não tendo experiência. Então, eu comecei há 8 dias sem folgas e com turnos de 12 a 13 horas", disse. 

Além da atitude solidária, Mbanda ainda deixou um recado para as pessoas que não estão levando a pandemia do coronavírus a sério."Se as pessoas vissem o que eu vejo nos hospitais, não fariam filas na frente do supermercado, pensariam duas vezes antes de sair de casa, até para ir correr", explicou.

Nas redes sociais, o jogador do Zebre, time de rugby da Itália, mostrou um pouco da rotina como voluntário e fez um apelo aos italianos: "Se for jovem, não viver com idosos ou pessoas com doenças prévias e não quiser ficar em casa com as mãos atadas, tente fazer um telefonema para a assistência pública da sua cidade, eles podem precisar de si", escreveu na postagem. 

 


Maxime Mbanda realiza a transferência de pacientes que testaram positivo de um hospital para outro e fez um registro emocionante do momento em que atendia a uma paciente idosa. 

"O medo desfaz todas as distinções. A força e ternura ao mesmo tempo que esta avó apertou a minha mão fez-me pensar muito. Já não somos brancos, negros, amarelos, cristãos, muçulmanos, ortodoxos, gays, heterossexuais... Somos todos seres humanos e a única coisa em que pensamos é em protegermos a nós próprios, aos nossos entes queridos e aos nossos semelhantes. E é um período histórico a que muitos de nós não estão habituados. Sempre se falou de guerras mundiais, guerras na Síria, Iraque, África... Mas, desta vez, o inimigo é invisível. Ultimamente, estou aprendento muito. No fundo, é normal ter medo, mas é a forma como reage que diferencia o resultado. Só se todos seguirmos as directrizes governamentais conseguiremos ultrapassar este momento!", escreveu.

 

 
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

primeiro impacto
esportes
rugby
itália
coronavírus
covid-19
solidariedade

Últimas notícias

STF discute, nesta quinta (13), desoneração dos agrotóxicos

STF discute, nesta quinta (13), desoneração dos agrotóxicos

No plenário virtual, os ministros já haviam formado maioria a favor dos benefícios fiscais, mas ainda há tempo de reverter o placar no plenário físico
Futuro de Juscelino depende de negociação com União Brasil por fidelidade no Congresso

Futuro de Juscelino depende de negociação com União Brasil por fidelidade no Congresso

Ministro indiciado ganha tempo para se defender enquanto Lula estiver cumprindo agenda pela Europa
Entenda como decisão do STF pode aumentar o seu saldo do FGTS

Entenda como decisão do STF pode aumentar o seu saldo do FGTS

Os ministros decidiram, nesta quarta (12), que correção do Fundo deve ser pelo IPCA, a fim de evitar perdas inflacionárias
PF abre inquérito para investigar leilão do arroz, para suprir demanda com tragédia no RS

PF abre inquérito para investigar leilão do arroz, para suprir demanda com tragédia no RS

Conab, responsável pela compra dos grãos importados, suspendeu o negócio após suspeitas de irregularidades
Polícia argentina usa gás de pimenta para reprimir protestos contra a Lei de Bases

Polícia argentina usa gás de pimenta para reprimir protestos contra a Lei de Bases

Pacote de reformas enviado pelo governo Milei está em debate no Senado
Tarcísio autoriza abertura de licitação para privatizar gestão de 33 novas escolas

Tarcísio autoriza abertura de licitação para privatizar gestão de 33 novas escolas

O prazo de concessão será de 25 anos, de acordo com a Secretaria de Educação do estado
Alexandre de Moraes prorroga mais uma vez inquéritos das fake news e milícias digitais

Alexandre de Moraes prorroga mais uma vez inquéritos das fake news e milícias digitais

O ministro deu mais 180 dias para conclusão das investigações, atendendo a pedido feito pela Polícia Federal (PF)
Lula: “O Brasil não vai desperdiçar oportunidade de se tornar uma grande economia”

Lula: “O Brasil não vai desperdiçar oportunidade de se tornar uma grande economia”

Presidente brasileiro participou de abertura de evento no Rio de Janeiro que reúne investidores árabes e brasileiros
Senado aprova projeto que obriga restaurantes a terem cartaz ensinando manobra de desengasgo

Senado aprova projeto que obriga restaurantes a terem cartaz ensinando manobra de desengasgo

Texto foi aprovado na forma de um substitutivo da relatora, senadora Damares Alves (Republicanos-DF), e volta agora à Câmara dos Deputados
Erika Hilton processa Nikolas Ferreira por crime de transfobia e cobra indenização de R$ 5 milhões

Erika Hilton processa Nikolas Ferreira por crime de transfobia e cobra indenização de R$ 5 milhões

A acusação da deputada foi após uma fala de Nikolas na reunião da Comissão da Defesa dos Direitos das Mulheres, na última quarta-feira
Publicidade
Publicidade