Publicidade

Em um mês de guerra, mais de 3,6 milhões de civis deixaram a Ucrânia

Conflito também já provocou a morte de ao menos 977 moradores que permaneceram no país

Em um mês de guerra, mais de 3,6 milhões de civis deixaram a Ucrânia
Publicidade

Mais de 3,6 milhões de pessoas já deixaram a Ucrânia desde o início da invasão russa ao país, em 24 de fevereiro. Segundo monitoramento da Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de metade do número de refugiados é composta por crianças e adolescentes, além de quase 200 mil cidadãos de outras nacionalidades. A movimentação na Europa é a maior desde a Segunda Guerra Mundial.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A maioria dos civis segue procurando abrigo em países fronteiriços e a Polônia está entre os principais destinos, tendo recebido mais de 2,1 milhões de pessoas. Em seguida, o grupo segue para Romênia (555 mil), Moldávia (371 mil), Hungria (324 mil), regiões da Rússia (271 mil), Eslováquia (256 mil) e Belarus (4,9 mil).

Em pronunciamento no início do mês, o alto comissário da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), Filippo Grandi, garantiu que, por hora, os países estão conseguindo administrar a chegada dos refugiados, mas que a situação pode se complicar caso o conflito militar continue por muito tempo, uma vez que as nações ainda estão se recuperando da crise econômica causada pela pandemia de covid-19.

"Muitos chegam de carro e, sobretudo, têm vínculos, podem viajar até onde possuem família, amigos, uma comunidade. No entanto, é possível que, caso a guerra continue, comecemos a observar pessoas sem recursos ou vínculos e isto será um problema mais difícil de administrar para os países europeus", explicou. 

Além dos cidadãos em situação de refúgio, a ONU estima que mais de 7 milhões de pessoas tenham se deslocado dentro da Ucrânia para procurar cidades mais seguras. De acordo com o monitoramento, os intensos bombardeamentos aéreos e ataques terrestres já afetaram 2.571 de civis, sendo que 977 morreram e 1.594 ficaram feridos. Entre as crianças, 81 não resistiram e 108 permanecem machucadas.

+ Zelensky convoca manifestações no mundo contra invasão russa na Ucrânia

O Escritório da organização afirma, no entanto, que acredita que os números reais são "consideravelmente maiores, pois o recebimento de informações de alguns locais onde ocorreram intensas batalhas foi adiado e muitos relatórios estão pendentes de comprovação". A cidade de Mariupol, por exemplo, está sob ataque constante das forças russas e o número de atingidos ainda está sendo apurado.

Leia também

+ União Europeia e 'países hostis' vão pagar por gás natural russo em rublos

+ Jornalista russa morre em bombardeio em Kiev, na Ucrânia

+ Ucrânia acusa Rússia de deter trabalhadores humanitários em Mariupol

+ Ofensiva russa na Ucrânia influenciará crises globais, diz Zelensky

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
um mes
guerra
refugiados
invasao
russia
conflito militar
europa
reunioes
mortes
feridos
bombas
ataques
kiev
moscou
mariupol

Últimas notícias

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Pesquisa do Hospital Albert Einstein mostra que, na maioria dos casos, a doença pode ser tratada com medicação
Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Além dos obesos, a pesquisa constatou que 43% dos adultos do mundo estão com sobrepeso
Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Aedes aegypti pode transmitir aos pets doença conhecida como 'verme do coração'; conheça sintomas e tratamento
José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

Político está internado desde o dia 25 de fevereiro por causa de uma pneumonia
Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

País ocupa atualmente a 9ª colocação, à frente de Canadá, Rússia e Austrália. Confira lista
Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Dois ministros do STM consideraram homicídio culposo a ação do Exército que teve 257 tiros de fuzil e resultou em duas mortes
Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Combinação evita a emissão de 5 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera
Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

País pode fechar o ano com mais de quatro milhões de infectados por arboviroses
Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis da doença
Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

"Central de telemarketing do crime" funcionava em São Paulo; idosos eram vítimas preferidas
Publicidade
Publicidade