Publicidade

Brasil e Bolívia assinam acordo para aumentar produção de fertilizantes nos dois países

Cerimônia de assinatura do memorando de entendimento foi realizada no Palácio Itamaraty, em Brasília

Brasil e Bolívia assinam acordo para aumentar produção de fertilizantes nos dois países
Publicidade

O Brasil e a Bolívia assinaram, nesta terça-feira (30), um memorando de entendimento cujo objetivo é aumentar a produção de fertilizantes em ambos os países. O acordo prevê a realização de estudos para construção de fábricas de fertilizantes nitrogenados nas duas nações, por exemplo.

+ Governo divulga datas para saque-aniversário do FGTS em 2024; veja calendário

A cerimônia de assinatura do memorando foi realizada no Palácio Itamaraty, em Brasília. Do lado brasileiro, assinaram o documento os ministros Geraldo Alckmin, do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Carlos Fávaro, da Agricultura e Pecuária, e Alexandre Silveira, de Minas e Energia. Já do lado boliviano, assinaram os ministros Franklin Ortiz, de Hidrocarbonetos e Energias, e Remmy Gonzáles Atila, do Desenvolvimento Rural e Terras.

Segundo o MDIC, a Bolívia possui grandes reservas de gás natural, que é fundamental para a produção dos nitrogenados, e minerais usados em outros tipos de nutrientes, mas carece de capacitação e de recursos para desenvolver suas cadeias. O memorando tenta reduzir essa carência, acrescenta a pasta, ao prever, por exemplo, ações de cooperação técnica, plano de desenvolvimento industrial e programa de atração de investimento.

"Celebramos um importante memorando de entendimentos sobre fertilizantes com a Bolívia, o mais novo membro do Mercosul. Vamos reduzir nossa dependência externa de insumos essenciais para o nosso campo e fortalecer nossas cadeias regionais, fazendo nosso agronegócio ganhar ainda mais competitividade", afirmou Geraldo Alckmin.

+ Ministro de Lula defende post do governo com 'toc, toc, toc' em dia de operação contra Carlos Bolsonaro

Entre os pontos acordados entre Brasil e Bolívia hoje, está ainda a cooperação estratégica para estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental para a atração de investimentos em projetos com potencial de desenvolvimento em Três Lagoas (MS) e Cuiabá, no território brasileiro; e em Porto Quijarro (Santa Cruz), Uyuni (Potosí), Copaisa (Oruro) e Santivañez (Cochabamba), no território boliviano.

O chanceler do Brasil, Mauro Vieira, pontuou: "A Bolívia tem um importante papel de fornecedor de gás natural para o mercado brasileiro, o qual queremos ampliar com novos projetos em matéria de integração energética e nas áreas de fertilizantes e biocombustíveis".

O acordo prevê também ações de mapeamento geológico e pesquisa mineral, e um conjunto de medidas para ampliação e facilitação do comércio entre Brasil e Bolívia na área de fertilizantes e insumos para a nutrição de plantas.

"A implementação do memorando será conduzida por um grupo de trabalho conjunto, composto por representantes das áreas técnicas, que terá a responsabilidade de elaborar um plano estratégico de cooperação", explica o MDIC em comunicado.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Governo
Mundo
Bolívia
Acordo
Economia

Últimas notícias

Fugitivos de Mossoró invadem galpão em sítio e polícia faz cerco em área

Fugitivos de Mossoró invadem galpão em sítio e polícia faz cerco em área

Buscas por dois membros do Comando Vermelho que escaparam de presídio federal entraram no 19º dia
Cheias em rios do Acre atingem 19 municípios; Governo decreta emergência

Cheias em rios do Acre atingem 19 municípios; Governo decreta emergência

Segundo dados do governo local, cerca de 11 mil pessoas estão desabrigadas
Torcedora flagra criança chamando Vinicius Jr de macaco durante jogo

Torcedora flagra criança chamando Vinicius Jr de macaco durante jogo

Ofensa racista aconteceu durante jogo entre Valencia x Real Madrid; mãe da criança tentou impedir gravação
Esquerda convoca ato para se contrapor ao de Bolsonaro, mas descarta pedido de prisão

Esquerda convoca ato para se contrapor ao de Bolsonaro, mas descarta pedido de prisão

Diferentes cidades deverão ter manifestações em 23 de março; divulgação de que atos exigiriam prisão de Bolsonaro foi criticada
Morre o jornalista Claudio Tognolli, aos 60 anos

Morre o jornalista Claudio Tognolli, aos 60 anos

Também músico e escritor, o profissional venceu os prêmios Esso e Jabuti
Fiocruz indica que vacina BCG é ineficaz quando aplicada em adultos

Fiocruz indica que vacina BCG é ineficaz quando aplicada em adultos

Segundo uma pesquisa conduzida pela fundação, o imunizante é mais eficaz quando aplicado em crianças de até 5 anos
FALSO: Vídeo é editado para insinuar falsamente que Magno Malta estava bêbado em ato pró-Bolsonaro

FALSO: Vídeo é editado para insinuar falsamente que Magno Malta estava bêbado em ato pró-Bolsonaro

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Paciente com câncer consegue congelamento de óvulos pelo plano de saúde

Paciente com câncer consegue congelamento de óvulos pelo plano de saúde

Mulher do Rio Grande do Sul ganhou na justiça o direito de tratamento pago pelo plano de saúde
Papa volta a suplicar por fim de guerras e por desarmamento

Papa volta a suplicar por fim de guerras e por desarmamento

Em reflexão na Praça São Pedro, o pontífice falou sobre o conflito entre Israel e o Hamas e pediu a libertação dos reféns
Apenas 1 em 4 pacientes recebem tratamento adequado contra o câncer

Apenas 1 em 4 pacientes recebem tratamento adequado contra o câncer

Levantamento global aponta para a importância de exames preventivos
Publicidade
Publicidade