Publicidade

Em reunião, Lula pede 1 minuto de silêncio por vítimas em creche de SC

Segundo o presidente, criminoso "não tem nada de humano" e deve ter vindo de "um planeta do ódio"

Em reunião, Lula pede 1 minuto de silêncio por vítimas em creche de SC
Cerimônia de assinatura dos decretos que atualizam a regulamentação das leis de saneamento (Ricardo Stuckert)
Publicidade

Na cerimônia de assinatura dos decretos que atualizam a regulamentação das leis de saneamento, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu um minuto de silêncio, aos presentes, em homenagem aos familiares das crianças vítimas do ataque à creche de Blumenau (SC).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A homenagem foi realizada. "Hoje é um dia que deixa todos nós seres humanos enojados com o que uma figura que parece ser humana, porque tem cabeça, tem braço, tem perna, tem olhos, mas que comete uma monstruosidade, que penso que todos nós que somos pais, avós, mães, tios, jamais imaginávamos que puddesse acontecer", pontuou Lula no evento desta 4ª feira (5.abr) também.

"Essa figura humana, que não tem nada de humano, que deve ter vindo de outro planeta, um planeta do ódio, esse cidadão teve a pachorra de matar quatro crianças com machadada numa creche e ferir três. Não tem palavra para consolar a família. Quem já perdeu parente sabe que não existe palavra".

Saneamento básico

Em discurso, na cerimônia, Lula ressaltou sempre ter dito que "muitas vezes os governantes não gostam de fazer obra de saneamento básico, porque antigamente a gente dizia que era enterrar manilha. E enterrar manilha não dá voto, as pessoas não veem".

Entretanto, ressaltou o petista, "um esgoto é uma coisa muito complicada. Gasta-se muito dinheiro, atende-se de forma extraordinária a qualidade de vida das pessoas. Porque aplicar dinheiro em sanemanento básico é aplicar na saúde, é cuidar da saúde do povo de cada cidade, mas muitas vezes a população não vê e ainda xinga os prefeitos quando está acontencendo um buraco na avenida principal".

"O que nós estamos fazendo é tentando chamar o Brasil à responsabilidade para que até 2033 a gente resolva um problema que é crônico no país: nós não temos o hábito de cuidar do saneamento básico".

Governadores e ministros do Governo Federal também estavam presentes na cerimônia. "Eu sempre disse que não era possível alguém governar o Brasil se não levasse em conta a existência dos municípios e dos estados. Foi assim quando nós, em fevereiro de 2007, instituímos o PAC, com a participação dos 27 governadores e de uma grande maioria de prefeitos que ajudaram a gente a constuir os projetos que eram prioritários para cada estado e cidade", afirmou Lula.

"Essa é a segunda reunião que nós fazemos com governadores, e vai haver muito mais, porque eu não acredito que a gente possa governar sem a gente conversar com os nossos entes federados", complementou.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
governo
lula
homenagem
policia
vítimas
cerimônia
saneamento básico
crime
creche
blumenau
prefeitos
governadores
guilherme-resck

Últimas notícias

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

Dança típica foi considerada relevante para a identificação regional nas apresentações juninas
"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (24); assista!
Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Primeiro-ministro israelense concedeu entrevista a uma emissora do país pela primeira vez desde o início da guerra
Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Paralisação nacional começou em abril. Retorno às aulas depende de decisão interna de cada instituição
Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Propostas de reajuste para as duas categorias foram aprovadas por 89 votos a 15
Publicidade
Publicidade