Publicidade

Educação: veja quatro pontos de urgência para novo governo

Recomposição orçamentária do setor é um dos desafios para Lula em 2023

Educação: veja quatro pontos de urgência para novo governo
Recomposição orçamentária da educação é um dos desafios do novo governo para 2023
Publicidade

A recomposição orçamentária da educação é um dos desafios do novo governo para 2023 e as negociações com o Congresso precisam ser concluídas ainda neste ano. O objetivo é atender os setores impactados pela queda de previsão de recursos na proposta de despesas do governo federal que está em análise pelos parlamentares enviada pela atual gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo Lucas Hoogerbrugge, líder de Relações Governamentais do Todos pela Educação, referência no tema no país, pelo menos quatro pontos são considerados mais urgentes: a correção dos valores da alimentação escolar, o financiamento do conjunto de ações de apoio de desenvolvimento da Educação Básica, o orçamento para a Educação Infantil e para a Educação de Jovens e Adultos. 

Fazem parte das medidas de apoio ao desenvolvimento da Educação Básica, por exemplo, a expansão do Ensino Médio Integral e o Programa de Recuperação da Aprendizagem dos Estudantes.  

"Na prática, o apoio ao desenvolvimento da Educação Básica é uma das principais ações que repassa recurso para os estados e municípios para implementar aqueles programas que são mais estruturantes. Essa é uma ação central do Ministério da Educação para Educação Básica e teve uma queda muito grande, na casa R$ 500 milhões", explica Hoogerbrugge. 

De acordo com levantamento feito pelo instituto, houve decréscimo significativo na previsão de orçamento para a Educação Básica em 2023. Se em 2022 o valor proposto para a área foi de R$ 5,9 bilhões, para o próximo ano são sugeridos R$ 5,2 bilhões.

Em relação à evolução anual do orçamento para a Educação Infantil, por exemplo, nos últimos 4 anos, os resultados revelam um cenário de sucessivas reduções. Em 2017, os recursos para esta área somavam R$ 594,4 milhões. No ano seguinte, o primeiro do governo Bolsonaro, foi reduzido para R$ 476,6 bilhões. Em 2021, a queda foi ainda mais expressiva, chegando a R$ 96,4 milhões. Veja o gráfico a seguir:

jnj
Evolução anual do orçamento para a Educação Infantil (valor pago) | Fonte: Senado Federal

Para 2023, as previsões também não são otimistas. "A Educação Infantil teve um corte de mais de 90% dos recursos e, a de Jovens e Adultos, pouco mais de 50%", diz o analista. "São ações que ao longo dos últimos 4 anos têm sido consistentemente despriorizadas no orçamento, levando à situação atual", afirma.

Além da articulação junto à Câmara e ao Senado, o futuro governo criou mais de 30 grupos temáticos para analisar o atual cenário das diversas áreas e, assim, definir medidas de atuação para os próximos anos. O da Educação é coordenado pelo ex-ministro Henrique Paim. 

"A gente tem ouvido da transição que existirá uma priorização de parte dos recursos que estão sendo planejados na recomposição do orçamento para a educação. Entre eles, recursos para a alimentação escolar. Seria muito importante que dentro dessa composição tivesse um espaço dedicado também para para a Educação Infantil e de Jovens e Adultos, principalmente para nós conseguirmos ter um programa robusto de recuperação da aprendizagem a partir do ano que vem", arremata Hoogerbrugge.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
orçamento
jair bolsonaro
lula
governo
educação
todos pela educação
congresso
brasil

Últimas notícias

Casa Branca reforça intenção de Biden em permanecer até o final do mandato como presidente dos EUA

Casa Branca reforça intenção de Biden em permanecer até o final do mandato como presidente dos EUA

Porta-voz do governo estadunidense mantém tom político contra as intenções e promessas de Donald Trump, apesar de Biden desistir da reeleição
Defesa Civil usa tratores aquáticos para retirar toneladas de peixes mortos do Rio Piracicaba

Defesa Civil usa tratores aquáticos para retirar toneladas de peixes mortos do Rio Piracicaba

Equipes estão com 10 embarcações de pequeno porte e mais dois hidrotratores para fazerem a limpeza de rio que passa por São Paulo
Debate, troca de nomes e saúde: o que levou Biden a desistir das eleições nos EUA

Debate, troca de nomes e saúde: o que levou Biden a desistir das eleições nos EUA

Desempenho em pesquisas e situações ‘confusas’ pressionaram para que presidente deixasse tentativa de reeleição; entenda
Kamala Harris se diz “honrada” com apoio de Biden “para derrotar Trump”

Kamala Harris se diz “honrada” com apoio de Biden “para derrotar Trump”

Atual vice-presidente dos Estados Unidos depende do sinal verde do partido Democrata para assumir candidatura principal
Bill Clinton anuncia apoio a Kamala Harris após desistência de Biden

Bill Clinton anuncia apoio a Kamala Harris após desistência de Biden

O ex-presidente dos Estados Unidos afirmou que o país já viveu muitos altos e baixos, "mas nada o preocupa mais do que a ameaça de mais um mandato de Trump"
Conheça cotados para substituir Biden na corrida eleitoral dos EUA

Conheça cotados para substituir Biden na corrida eleitoral dos EUA

Com desistência por reeleição, partido democrata escolherá novo representante. Kamala Harris e governadores estão entre cotados
Obama se pronuncia sobre desistência de Joe Biden e não menciona Kamala Harris

Obama se pronuncia sobre desistência de Joe Biden e não menciona Kamala Harris

Ex-presidente dos Estados Unidos elogiou Biden, mas advertiu que decisão deixa os democratas em "águas desconhecidas"
Após incentivar desistência de Joe Biden, ex-presidente da Câmara elogia decisão do atual presidente

Após incentivar desistência de Joe Biden, ex-presidente da Câmara elogia decisão do atual presidente

Para Nancy Pelosi, Biden é um patriota que “sempre colocou” os Estados Unidos em primeiro lugar
Boletim médico revela melhora de Biden em meio a desistência do presidente à reeleição

Boletim médico revela melhora de Biden em meio a desistência do presidente à reeleição

Líder democrata continua desempenhando todas as funções presidenciais, segundo comunicado divulgado neste domingo (21)
“É o interesse do meu partido e do país que eu me afaste”: leia a carta de desistência de Biden

“É o interesse do meu partido e do país que eu me afaste”: leia a carta de desistência de Biden

Presidente dos Estados Unidos abriu mão da disputa eleitoral e apoiou que a disputa fique com Kamala Harris, atual vice
Publicidade
Publicidade