Publicidade

Lula fica estável e Bolsonaro avança, mostra Instituto FSB Pesquisa

De acordo com o levantamento, diferença entre os dois caiu para 9 pontos percentuais

Lula fica estável e Bolsonaro avança, mostra Instituto FSB Pesquisa
Diferença entre Lula e Bolsonaro caiu para 9 pontos percentuais
Publicidade

Na pesquisa divulgada nesta 2ª feira (22.ago) pelo Instituto FBS Pesquisa -- encomenada pelo BTG Pactual -- o ex-presidente Lula (PT) aparece com 45% das intenções de voto, mesmo percentual apontado no levantamento da semana passada.

O presidente Bolsonaro (PL), que tenta a reeleição, tem 36%. Ele avançou 2 pontos percentuais em relação à última pequisa, do dia 15 de agosto. No entanto, a margem de erro da pesquisa também é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Em seguida, aparecem Ciro Gomes (PDT) com 6%; Simone Tebet (MDB) tem 3%; Vera Lucia (PSTU) e Pablo Marçal (PROS) aparecem com 1% cada. Os outros candidatos não pontuaram.

Não sabem ou não responderam somam 3%. Os dados foram apurados em um cenário estimulado, ou seja, quando os entrevistados recebem uma lista e apontam em qual dos nomes apresentados eles têm a intenção de votar. 4% disseram que não votaram em nenhum dos candidatos da lista.

Num cenário estimulado de segundo turno, a pesquisa aponta vitória de Lula (PT) com 52% das intenções de voto. Bolonaro (PL) ficaria com 39%.

Foram entrevistados 2.000 eleitores entre os dias entre os dias 19 e 21 de agosto de 2022. A margem de erro é de dois pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral.

Leia também

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
eleições
bolsonaro
lula
ciro
tebet
pesquisa
corrida eleitoral
voto
urna eletrônica

Últimas notícias

Apagão cibernético afeta companhias aéreas, bancos e emissoras ao redor do mundo

Apagão cibernético afeta companhias aéreas, bancos e emissoras ao redor do mundo

Falha vem sendo relatada sobretudo por usuários da Microsoft
CNC: intenção de consumo reduz, mas satisfação com renda é a maior desde 2015

CNC: intenção de consumo reduz, mas satisfação com renda é a maior desde 2015

Crédito ainda seletivo deixa famílias de baixa renda com pouca perspectiva de compras
Parlamento israelense vota contra criação de Estado palestino

Parlamento israelense vota contra criação de Estado palestino

Partidos alegaram que ação representaria um perigo existencial para o país, provocando conflito
MEC libera consulta às bolsas ofertadas pelo Prouni; veja como acessar

MEC libera consulta às bolsas ofertadas pelo Prouni; veja como acessar

Programa ofertará mais de 243 mil vagas em universidade privadas do país; inscrições começam em 23 de julho
SBT News na TV: terremoto de 7,3 graus atinge Chile e é sentido por brasileiros

SBT News na TV: terremoto de 7,3 graus atinge Chile e é sentido por brasileiros

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta sexta-feira (19); assista!
Trump promete "maior operação de deportação da história dos EUA" se eleito

Trump promete "maior operação de deportação da história dos EUA" se eleito

Declaração foi feita durante discurso na Convenção Nacional do Partido Republicano
Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 2

Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 2

Recurso pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 201 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 14 mil cada
Dia Nacional do Futebol: entenda a origem da data comemorativa de 19 de julho

Dia Nacional do Futebol: entenda a origem da data comemorativa de 19 de julho

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou o Dia Nacional do Futebol em 1976
No 1º discurso após o atentado, Trump adota discurso moderado e pede que "discórdia" e "divisão" sejam curadas

No 1º discurso após o atentado, Trump adota discurso moderado e pede que "discórdia" e "divisão" sejam curadas

Ex-presidente também destacou que poderia ter morrido e relembrou detalhes do atentado
Publicidade
Publicidade