Publicidade

Contas públicas têm déficit primário de R$ 49,9 bilhões em agosto

Resultado para o período é o pior desde 2020; despesas cresceram 36,4%, contra 8% da receita líquida

Contas públicas têm déficit primário de R$ 49,9 bilhões em agosto
Contas públicas
Publicidade

As contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central --- o Governo Central ---, relativas ao mês de agosto, não foram uma boa notícia para o governo. O buraco nas contas deu um salto de 406%, já descontada a inflação. A comparação é com o mesmo mês do ano passado. Na ponta do lápis, o rombo foi de R$ 49,9 bilhões. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Os números foram divulgados nesta 5ª feira (29.set) pelo Tesouro, que é integrante do Ministério da Economia. O resultado é o pior para meses de agosto desde 2020, e vem depois de dois resultados positivos. 

Plano de vôo

A quitação de uma dívida da União com a Prefeitura de São Paulo pela transferência do aeroporto do Campo de Marte [zona norte da capital paulista] para a esfera federal, justifica boa parte do desequilíbriio fiscal, argumenta o Tesouro: teve custo de R$ 23,9 bilhões. É uma operação que não irá se repetir. Outro argumento oficial foi o pagamento de precatórios. O governo pagou R$ 13,3 bilhões a mais na Previdência Social, R$ 6,1 bilhões a mais ao funcionalismo e R$ 6,2 bilhões a mais em precatórios em geral.

Estes pagamentos localizados puxaram as despesas totais para um crescimento de 48,3% (nominais) em agosto. As receitas líquidas cresceram 17,5%. Quando se desconta a inflação, a oscilação das despesas foi de 36,4% (R$ 189 bilhões), e as receitas 8% (R$ 139 bilhões). 

Acumulado do ano

De janeiro a agosto deste ano o cálculo final é positivo em R$ 22,1 bilhões, melhor resultado da série histórica para o período. E o governo calcula que 2022 feche com saldo positivo de R$ 13,5 bilhões. 

Receitas

Em relação ao pagamento de impostos, houve crescimento de R$ 8 bilhões acima da inflação no Imposto de Renda, motivado principalmente pelo aumento do lucro das empresas. Em grande parte, essa alta reflete o aumento do lucro das empresas de energia e de petróleo no início do ano, o que ajuda a compensar parcialmente as desonerações para a indústria e para os combustíveis.

Programas sociais 

As transferências de renda e programas sociais também impactaram o cálculo das contas públicas. Só com o aumento do Auxílio Brasil para R$ 600, foram gastos R$ 7,5 bilhões a mais. Desde janeiro, já são R$ 39,2 bilhões a mais [aumento de 58,1%] em despesas não obrigatórias, onde se encaixa o Auxílio Brasil e outros programas .É uma confrontação flagrante ao argumento do governo que manifesta que as contas públicas se encontram perfeitamente equilibradas. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
economia
contas públicas
déficit primário
guto abranches

Últimas notícias

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Ao todo, os processos a espera de resposta inicial somam quase 1 milhão e 400, diminuição de 600 mil em relação a 2023
Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 67 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 52 mil cada
Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Imagens mostram correria no local; estado de saúde da criança é grave
Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Trabalhadores da área acusam Javier Milei de ter um plano para prejudicar o setor
Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

SBT Brasil visitou os estúdios da Pixar, em Los Angeles, para mostrar como a continuação foi produzida
Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Último inverno rigoroso que garantiu boas vendas foi em 2022. No ano passado, houve queda de 20%
Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Juliana Silva, conhecida como Nega Juh, foi morta em Nova Iguaçu, na noite deste sábado (15)
Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Só no ano passado, foram mais de 65 mil casos, três mil a mais do que em 2022
Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Marinha montou base de operações na região das ilhas de Porto Alegre para auxiliar rapidamente a população
Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Ministros da 1ª Turma decidem na terça (18) se irmãos Brazão, delegado do Rio e dois ligados à milícia do Rio sentam no banco dos réus como mandantes do crime
Publicidade
Publicidade