Publicidade

Número de investidores em criptomoedas cresceu 316% em 6 anos

Alguns estabelecimentos comerciais já aceitam moedas digitais como opção de pagamento

Número de investidores em criptomoedas cresceu 316% em 6 anos
criptomoeda
Publicidade

A forma de pagamento será em dinheiro, crédito ou débito? Nenhuma das opções. Será em 'Wibx'. Pois é, fazer compras com criptomoedas já é realidade em um supermercado do interior de São Paulo.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"É uma forma de pagamento muito próxima do pix. Ele [o cliente] vai chegar no caixa, vai se pronunciar que vai utilizar essa forma de pagamento", conta o gerente do estabelecimento, Jeferson Marques.

Já habituada a realizar pagamentos usando a moeda digital, por meio de um aplicativo, a publicitária Fabiana Galvão conta que aderir ao universo das criptomoedas não é tão complicado como se pensa. "É bem dinâmico, bem intuitivo. Aparece o QRCode na tela, e você escaneia o QRCode, já faz o pagamento na hora", diz ela, demonstrando no celular.

O grupo que controla a rede de supermercados não só fez a loja passar a aceitar essa criptomoeda como investiu na startup responsável pela Wibx. Foram R$ 15 milhões de aporte para ampliar as operações, que incluem uma plataforma para pagamentos.

Esse supermercado não é uma exceção, muito pelo contrário. O uso de moedas digitais como forma de pagamento tem se tornado cada vez mais comum em lojas, restaurantes e até mesmo serviços.

A mudança ilustra um movimento do mercado brasileiro em se se adaptar ao crescimento do número de investidores em moedas digitais: entre 2015 e 2021, o aumento foi de 316%. "Já tem mais de 3 milhões de investidores no Brasil que hoje têm criptomoeda no seu portfólio, e é natural, uma vez que você tem um ativo que tem valor, você queira usar ele como meio de troca", justifica o CEO de uma corretora que trabalha com criptomoedas, João Canhada.

O especialista explica ainda que as criptomoedas se tornaram mais populares depois que as taxas sob transações despencaram. "Você pagaria cerca de 20, 50, até US$ 100 por transação, para enviar qualquer valor, hoje você consegue enviar bitcoin de carteira A para B pagando algum milésimo de centavo de real", acrescenta Canhada.

As criptomoedas também já fazem parte da rotina de um restaurante da capital paulista. "A gente usava muito dinheiro, migrou para o cartão de crédito; hoje, o cartão já está digital. A tendência é que a moeda ela passe a ser utilizada, provavelmente, com muito mais frequência como forma de pagamento", afirma o gerente de marketing, Lauro Mani.

Os clientes aprovaram a adesão. "Eu confio plenamente em cripto. Já fiz pagamento no Brasil e fora do Brasil, sem nunca ter problema. A aceitabilidade tem sido muito grande. É o futuro... ou o presente", diz um dos frequentadores do restaurante, Roberto Alves.
Leia também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
sbt-brasil
economia
moedas digitais
criptomoedas
bitcoin
wibx
pagamento digital
carteira digital
investimento
transações financeiras
transações digitais

Últimas notícias

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Imagens mostram correria no local; estado de saúde da criança é grave
Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Trabalhadores da área acusam Javier Milei de ter um plano para prejudicar o setor
Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

SBT Brasil visitou os estúdios da Pixar, em Los Angeles, para mostrar como a continuação foi produzida
Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Último inverno rigoroso que garantiu boas vendas foi em 2022. No ano passado, houve queda de 20%
Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Juliana Silva, conhecida como Nega Juh, foi morta em Nova Iguaçu, na noite deste sábado (15)
Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Só no ano passado, foram mais de 65 mil casos, três mil a mais do que em 2022
Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Marinha montou base de operações na região das ilhas de Porto Alegre para auxiliar rapidamente a população
Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Ministros da 1ª Turma decidem na terça (18) se irmãos Brazão, delegado do Rio e dois ligados à milícia do Rio sentam no banco dos réus como mandantes do crime
PL que cria cadastro nacional de agressores deve ser analisado pelo Senado

PL que cria cadastro nacional de agressores deve ser analisado pelo Senado

Previsão é de que avaliação seja realizada nos próximos dias
Comidas típicas de Festa Junina estão mais caras com inflação

Comidas típicas de Festa Junina estão mais caras com inflação

Levantamento do Instituto de Economia da Fundação Getúlio Vargas, divulgado com exclusividade para o SBT, analisou 27 itens tradicionais juninos
Publicidade
Publicidade