Publicidade

Crescimento da indústria automobilística em 2022 será moderado

Segundo Anfavea, falta de componentes eletrônicos ainda deverá afetar cadeia de produção

Crescimento da indústria automobilística em 2022 será moderado
indústria automobilística
Publicidade

A indústria automobilítica deve ter crescimento moderado em 2022, ainda com dificuldades na cadeia global de produção, reflexo da pandemia de covid-19. É o que aponta a Associação Nacional de Fabricantes de Autoveículos (Anfavea), que prevê uma alta de 9,4% para o setor. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Um dos motivos apontados pela entidade é a falta de semicondutores, ou seja, componentes eletrônicos para a produção dos automóveis. A expectativa é de que a escassez seja menor do que foi em 2021, mas esse ainda será um problema para este ano, sobretudo no primeiro semestre. 

A projeção também leva em conta uma retração no crescimento por conta do impacto de questões relacionadas ao financiamento, ou seja, às condições de aquisição de veículos. Além disso, ainda existe a fragilidade do mercado de trabalho e as consequências econômicas geradas pela instabilidade da pandemia.

"Esperamos que, na crise sanitária, a gente não tenha novas variantes e que realmente possamos confirmar nossa expectativa de que a pandemia vai ficar controlada até o fim do ano. Por conta dessas premissas, a gente prevê esse crescimento moderado, porque é um ano desafiador ainda, tanto na produção como na questão de juros e financiamento", explica o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.

Para Moraes, há também a expectativa de que o preço dos automóveis suba. Isso porque, segundo ele, a indústria automobilística leva em conta o contexto global de produção. Ou seja, uma volatilidade no câmbio, por exemplo, pode impactar no valor final dos veículos. "Mas com certeza a gente tem preocupação, porque o consumidor também tem limites para absorver parte desse aumento", pondera. 

IPVA  

De acordo com o presidente da entidade, o mundo já deixou de produzir 10 milhões de veículos por causa da falta de semicondutores. No Brasil, mais de 300 mil veículos deixaram de ser produzidos pela falta desses componentes. Como consequência, houve um aumento de demanda para veículos seminovos e o preço dos usados também subiu. Tal cenário gera um impacto no Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA). 

"O aumento do preço do veículo usado que está provocando o aumento da base de cálculo do IPVA é uma consequência da pandemia, por conta dessa desorganização da cadeia global de novos. A gente percebeu também que no mercado de usados de todos os países, inclusive dos mais avançados, também houve esse aumento substancial nos veículos usados por conta de maior procura do consumidor que não quis esperar por um o novo", ressalta Moraes. 

Para ele, uma redução expressiva no valor do imposto só deve ser observada quando houver equilíbrio no mercado automobilístico, o que só deve acontecer em 2023. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
anfavea
indústria automobilística
carros
automóveis
ipva
inflação
preços
economia

Últimas notícias

Influenciador Igor Viana é suspeito de desviar doações para filha com paralisia cerebral

Influenciador Igor Viana é suspeito de desviar doações para filha com paralisia cerebral

Homem, que também é acusado de maus-tratos, teria chamado de “trouxas” os seguidores que fizeram doações para a menina
Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças

Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças

Vídeo de professora agredindo crianças de 3 e 4 anos em escola de São José do Rio Preto circulam na internet desde sexta-feira (21)
23 armas de presidente de empresa de ônibus são apreendidas em São Paulo

23 armas de presidente de empresa de ônibus são apreendidas em São Paulo

Presidente afastado da Upbus é suspeito de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Companhia foi alvo da Operação Fim da Linha
Estudantes da rede pública recebem nesta quarta (26) parcela do Pé-de-Meia nesta quarta

Estudantes da rede pública recebem nesta quarta (26) parcela do Pé-de-Meia nesta quarta

Valor é de R$ 200 e depósitos vão até o dia 1º de julho, de acordo com data de aniversário
Pacheco critica decisão do STF que descriminaliza porte de maconha: "Gera vácuo e lacuna jurídica"

Pacheco critica decisão do STF que descriminaliza porte de maconha: "Gera vácuo e lacuna jurídica"

Segundo presidente do Senado, descriminalização do porte de drogas "só pode se dar através do processo legislativo, e não por uma decisão judicial"
Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Escolha na urna foi "vendida" por valores menores do que R$ 100 na maior parte das vezes, segundo entrevistados pelo Instituto Não Aceito Corrupção
Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Ex-titular da Delegacia de Homicídios teria conduzido as investigações de modo a garantir a impunidade dos mandantes do duplo homicídio
Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Segundo estimativas do INSS, medida pode vir a resultar em economia de R$ 7,2 bilhões em um ano
Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Segundo a proposta, caberá ao governo regular a inclusão da técnica no SUS
Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Ao menos cinco pessoas morreram e dezenas ficaram feridas
Publicidade
Publicidade