Publicidade

Câmara aprova decreto de intervenção federal na segurança do DF

Texto foi aprovado, por unanimidade, em votação simbólica, e agora segue para apreciação no Senado

Câmara aprova decreto de intervenção federal na segurança do DF
câmara dos deputados
Publicidade

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta 2ª feira (9.jan), por unanimidade, o decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que estabelece a intervenção federal na Segurança Pública do Distrito Federal.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O texto foi assinado por Lula, no domingo (8.jan), em decorrência da invasão e depredação dos prédios dos Três Poderes, em Brasília. O decreto tramitou em caráter de urgência e foi aprovado pelos deputados em votação simbólica. A redação não pode sofrer alterações na Câmara e, por isso, segue conforme editada pelo governo para apreciação no Senado Federal, o que é esperado para esta 3ª feira.

Na leitura do parecer, o relator do texto, deputado Rubens Pereira Júnior (PT-MA), argumentou que as forças de segurança mostraram-se "incapazes de impedir, de coibir e de reprimir tais ataques intoleráveis ao Estado Democrático de Direito e ao patrimônio público". Segundo ele, a intenção era a depor o governo eleito, "por meio de golpe de Estado".

+ Intervenção federal: entenda o que significa a medida adotada por Lula

O relator destacou possível comportamento leniente por parte das autoridades distritais em relação às ameaças golpistas, que já eram observadas na capital federal. "Com efeito, o governo do Distrito Federal e sua Secretaria de Segurança Pública foram, para dizer o mínimo, inábeis, negligentes e omissos ao cuidar de um tema tão sensível, porquanto se tratava de tragédia anunciada", concluiu Rubens Pereira Júnior.

Democracia
O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), destacou, na abertura dos trabalhos, a importância da sessão plenária para demonstrar que a democracia brasileira "continua viva e funcionando plenamente", e condenou os atentados do último domingo.

"A profanação do templo da Democracia e o inaceitável vandalismo que aconteceram ontem, na Praça dos Três Poderes, são condenáveis sob todos os pontos de vista, e merecem apuração rigorosa", enfatizou Lira.

O presidente da Câmara defendeu ainda que os autores de tais ataques representam uma minoria da sociedade, e que os brasileiros não se sentem representando pelos atos de vandalismo, independentemente de convicções políticas, partidárias e ideológicas.

"A maior resposta que podemos dar agora é mais democracia."

Lira pediu sanção exemplar aos envolvidos nas invasões. "As punições devem vir pelas mãos da Justiça com uma dosimetria que considere não só os danos ao patrimônio público como o simbolismo de um atentado simultâneo aos palácios que representam os poderes da nossa República", acrescentou o deputado.

Leia também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
congresso
câmara dos deputados
decreto
intervenção federal
segurança pública
distrito federal
decreto do presidente lula
luiz inácio lula da silva
invasão em brasília
vandalismo

Últimas notícias

Sem vice-prefeito, Eduardo Paes oficializa candidatura à reeleição no Rio

Sem vice-prefeito, Eduardo Paes oficializa candidatura à reeleição no Rio

Durante convenção partidária, Paes falou sobre ter cumprido ou não propostas feitas nas eleições municipais de 2020
Robô da Nasa encontra mineral inédito em Marte

Robô da Nasa encontra mineral inédito em Marte

Cristais amarelos de enxofre puro foram revelados após o rover Curiosity passar sobre uma rocha
Taxista é preso por integrar quadrilha paulista que rouba casas de luxo no Rio

Taxista é preso por integrar quadrilha paulista que rouba casas de luxo no Rio

Segundo as investigações, o homem utilizava o veículo para guiar os assaltantes até as casas que seriam roubadas
Rebelião de presos incendeia presídio em Franco da Rocha, Grande São Paulo; situação foi controlada

Rebelião de presos incendeia presídio em Franco da Rocha, Grande São Paulo; situação foi controlada

O motim foi o primeiro em quatro anos, em São Paulo, segundo o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (SIFUSPESP)
Helicóptero dos bombeiros faz pouso forçado às margens do rio Araguaia em Goiás; piloto fica ferido

Helicóptero dos bombeiros faz pouso forçado às margens do rio Araguaia em Goiás; piloto fica ferido

Motivos do pouso de emergência estão sendo investigados pelos órgãos competentes
Ministério da Saúde atualiza caderneta infantil; saiba qual a importância de manter a vacinação em dia

Ministério da Saúde atualiza caderneta infantil; saiba qual a importância de manter a vacinação em dia

A distribuição dos exemplares em versão física da caderneta foi retomada neste ano
PF prende homem com dinheiro falso em Minas Gerais

PF prende homem com dinheiro falso em Minas Gerais

Suspeito foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal de Montes Claros, no norte do estado
Dia do Amigo é celebrado no Brasil neste sábado; entenda origem da data

Dia do Amigo é celebrado no Brasil neste sábado; entenda origem da data

Celebração é diferente da comemorada pela Organização das Nações Unidas (ONU)
Morre Moacir, ex-jogador do Atlético Mineiro, aos 54 anos

Morre Moacir, ex-jogador do Atlético Mineiro, aos 54 anos

Volante ganhou o Campeonato Mineiro por três vezes e a Copa Conmebol pelo clube
Polícia Federal brasileira atua na segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Paris

Polícia Federal brasileira atua na segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Paris

Agentes da corporação vão executar ações de segurança pública, cooperação internacional e atividades de inteligência
Publicidade
Publicidade