Publicidade

Senado aprova projeto que visa reduzir erros em reconhecimento facial

Proposta prevê maior rigidez para reconhecer criminosos; texto segue para análise da Câmara

Senado aprova projeto que visa reduzir erros em reconhecimento facial
Senado aprova projeto para reduzir erros em reconhecimento facial
Publicidade

O Senado aprovou, na 4ª feira (13.set), o projeto de lei que altera as regras de reconhecimento facial de pessoas acusadas de crimes. A proposta torna o processo mais rígido, a fim de evitar erros, como pessoas inocentes sendo condenadas, e verificar maior grau de confiabilidade do reconhecimento.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O projeto ainda deverá ser analisado pela Câmara dos Deputados. Com o novo texto, a pessoa suspeita do crime deverá ser apresentada ao lado de, no mínimo, outras três pessoas fisicamente parecidas. Além disso, a pessoa que tiver de fazer o reconhecimento:

  • Será convidada a descrever a pessoa que deva ser reconhecida, com uso de relato livre e de perguntas abertas, "vedado o uso de perguntas que possam induzir ou sugerir a resposta";

  • Será perguntada sobre a distância a que esteve do suspeito, o tempo durante o qual visualizou o rosto, bem como as condições de visibilidade e iluminação no local;

  • Será perguntada se algum suspeito lhe foi anteriormente exibido ou se, de qualquer modo, teve acesso ou visualizou previamente alguma imagem deste.

A vítima ou testemunha também será avisada que o suspeito pode ou não estar entre as pessoas que foram apresentadas no reconhecimento. Essa parte foi incluída por emenda do senador Luiz do Carmo (MDB-GO), a única acatada integralmente.

As investigações continuam independentemente do resultado do reconhecimento. Também está previsto que a pessoa a ser reconhecida não poderá ver a vítima ou testemunha que estiver fazendo o reconhecimento. 

A proposta estabelece ainda que o reconhecimento, inclusive o feito por fotografia, terá que ser apoiado por "outros elementos externos de prova", ou seja, o reconhecimento do suspeito não será suficiente, por si só, para condenar. 

De autoria do senador Marcos do Val (Podemos-ES), o PL 676/2021 foi aprovado e apresentado pelo relator da matéria, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). 

Com informações da Agência Senado

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
congresso
senado
reconhecimento facial
criminosos
projeto de lei

Últimas notícias

Garagem com motos roubadas é descoberta na zona leste de SP

Garagem com motos roubadas é descoberta na zona leste de SP

GCM localizou os veículos com o auxílio de uma empresa de rastreamento; ao menos sete motos estavam guardadas no local
Roubo de Ozempic: adolescentes são apreendidos após levar medicamento de farmácia em SP

Roubo de Ozempic: adolescentes são apreendidos após levar medicamento de farmácia em SP

Suspeitos roubaram 13 caixas de Ozempic e 11, de Venvanse. Medicamentos são usados para tratar diabete e TDAH, mas também auxiliam no emagrecimento
ENGANOSO: Enchente em São Leopoldo (RS) não foi causada por rompimento de barragem

ENGANOSO: Enchente em São Leopoldo (RS) não foi causada por rompimento de barragem

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta segunda-feira (24)
INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

Pagamentos serão feitos conforme o número final do cartão de pagamento; moradores do RS terão depósitos antecipados
No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

Dança típica foi considerada relevante para a identificação regional nas apresentações juninas
"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Publicidade
Publicidade