Publicidade

Influenciadora é presa por suspeita de tortura e roubo em SP

Vitória Guarizo acumula mais de 1 milhão de seguidores. Ela é acusada de ter roubado R$ 40 mil de vítima

Influenciadora é presa por suspeita de tortura e roubo em SP
Modelo transexual Vitória Guarizo, suspeita de integrar quadrilha que aplicava 'boa noite, cinderela' em vítimas
Publicidade

A influenciadora digital Vitória Guarizo Demito, de 25 anos, foi presa em flagrante em São Paulo, nessa 3ª feira (25.jul). Ela e o modelo Gabriel Meneses, de 28 anos, foram alvos de uma operação da Polícia Civil contra uma quadrilha suspeita de atrair vítimas com anúncios de serviço de acompanhante para roubá-las.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo o boletim de ocorrência, ambos participaram de um roubo em maio no qual obrigaram um homem a ingerir substâncias psicotrópicas e usaram métodos de tortura para fazê-lo transferir cerca de R$ 40 mil. Eles eram alvos de mandado de prisão temporária e foram presos em flagrante após serem encontrados em um apartamento onde a polícia apreendeu porções de maconha, cocaína, haxixe e diversos medicamentos psicotrópicos.

Também foram apreendidos celulares, computadores e um carro modelo Jaguar. 

Em nota, a assessoria de imprensa da influenciadora, a LV Assessoria de Imprensa, informou que o processo corre em segredo de Justiça e que a defesa ainda está tomando conhecimento das acusações. Também disse que Vitória está colaborando com as investigações, "confiante de que provará sua inocência". 

O caso é investigado pelo 27º Distrito Policial, em Campo Belo.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
brasil
policia
modelo
vitória guarizo
quadrilha
vítima
tortura
influenciadora digital
transexual
noticias

Últimas notícias

Uma pessoa morre por minuto no mundo por complicações da aids, diz ONU

Uma pessoa morre por minuto no mundo por complicações da aids, diz ONU

Quase 40 milhões de pessoas vivem com o vírus HIV, mas 9,3 milhões não têm tratamento adequado, mostram dados
Brasil registra 208 assassinatos de indígenas em 2023

Brasil registra 208 assassinatos de indígenas em 2023

Número é o segundo maior desde 2014, quando os dados começaram a ser contabilizados
Moraes defende inteligência artificial para reduzir processos judiciais

Moraes defende inteligência artificial para reduzir processos judiciais

Para o ministro do Supremo Tribunal Federal, a iniciativa privada contribui com lentidão jurídica
G20 se compromete a discutir sobre as guerras antes da cúpula com líderes

G20 se compromete a discutir sobre as guerras antes da cúpula com líderes

Até sexta, Lula e ministros de outros países se reúnem para decidir que temas serão enviados para a cúpula, em outubro, no Rio
Caças russos interceptam bombadeiros americanos que se aproximavam de fronteira

Caças russos interceptam bombadeiros americanos que se aproximavam de fronteira

Ministério da Defesa da Rússia afirmou que aviões dos Estados Unidos se aproximavam sobre o Mar de Barents
Delegado da PF ligado a Moraes pode ser o novo corregedor da Abin e servidores protestam

Delegado da PF ligado a Moraes pode ser o novo corregedor da Abin e servidores protestam

Associação da categoria classifica como “preocupante, injustificada e um desprestígio” a possível nomeação de uma pessoa de fora do órgão para ocupar o cargo
Granada é encontrada em abrigo no centro de São Paulo

Granada é encontrada em abrigo no centro de São Paulo

Objeto foi encontrado por um assistente social do local
Governo quer padronizar avaliação de cotas nas universidades federais

Governo quer padronizar avaliação de cotas nas universidades federais

Objetivo do Ministério da Educação é aprimorar métodos que já são usados para evitar fraudes no acesso ao Ensino Superior
Poder Expresso: Trump é o favorito, mas desistência de Biden anima democratas

Poder Expresso: Trump é o favorito, mas desistência de Biden anima democratas

Esta edição também analisa as eleições presidenciais na Venezuela e as disputas municipais no Brasil
Clínica clandestina denunciada por manter pacientes em cárcere é interditada no RJ

Clínica clandestina denunciada por manter pacientes em cárcere é interditada no RJ

Funcionários foram detidos suspeitos de punir internos com tapas na cara e "oração" de 20 minutos
Publicidade
Publicidade