Publicidade

Barbie lança primeira boneca de uma indígena brasileira

Maira Gomez, da etnia Tatuyo, do Amazonas, foi homenageada na recém-lançada coleção comemorativa Role Model

Barbie lança primeira boneca de uma indígena brasileira
Jovem homenageada com a versão da boneca Barbie indígena | Reprodução Instagram
Publicidade

A boneca Barbie ganhou mais uma versão: a Barbie indígena brasileira. A escolhida para ser retratada no novo modelo comemorativo da personagem é Maira Gomez, da etnia Tatuyo, do Amazonas.

+ Mulheres negras são ainda mais afetadas pela desigualdade, mostra estudo do IBGE

A Mattel, fabricante da Barbie, já tinha criado bonecas de indígenas nativas norte-americanas, mas é a primeira vez que homenageia uma indígena do Brasil.

A Barbie inspirada em Maira celebra o Dia Internacional da Mulher, nesta sexta-feira (8), e os 65 anos da boneca, no sábado (9).

A Barbie indígena brasileira não está à venda. Unidades foram confeccionadas para cada uma das homenageadas pela coleção Role Models deste ano.

Quem é a indígena brasileira que inspirou uma Barbie

Maira é criadora de conteúdo digital. Nas publicações feitas nas redes sociais, ela mostra os hábitos familiares, o cotidiano da comunidade, os tipos de refeições feitas pelo povo, a cultura indígena e tem até vídeos das tradicionais festas e danças do povo Tatuyo.

+ Dia das Mulheres: entenda em 6 pontos a importância da data

Famosa nas redes, só no TikTok ela tem mais de 6,6 milhões de seguidores.

O novo modelo do brinquedo, retratando a jovem indígena, traz a diversidade que há no público feminino e ressalta a beleza das mulheres indígenas. Na boneca, há pinturas gráficas no rosto, como os feitos pelas indígenas, com tinta de urucum e jenipapo, adornos ancestrais feitos de penas e sementes, como colares, brincos e tiaras e roupas que simulam palhas de tradição indígena do Brasil.

No Instagram, a indígena contou: "Essa semana estivemos em São Paulo para receber essa bela homenagem da Mattel, representando o Brasil em Barbie Role Model, em comemoração aos 65 anos da Barbie e o Dia Internacional da Mulher. Obrigado, Mattel, por essa homenagem. É uma honra representar nosso país. Afinal, você pode ser o que quiser!"

Universo cor de rosa e a busca pela diversidade

Quando se fala em "Barbie", logo vem na cabeça a ideia de "um mundo cor de rosa" que foi retratado no filme 'Barbie', de 2023. Por décadas, Barbie foi sinônimo de uma mulher magra, com cabelos loiros, pele clara, nariz fino e olhos azuis.

A ideia com as novas versões da boneca é mostrar ao público que toda mulher pode ser uma Barbie.

Lançamento e histórico

O lançamento da boneca indígena brasileira foi anunciado na rede social da Barbie, na quarta-feira (6).

Na publicação, a página afirmou que o lançamento mostra a diversidade das brasileiras. “Em todo o mundo, as mulheres sempre se elevaram acima do status quo [estado das coisas] para imaginar maiores possibilidades para si mesmas e para as gerações futuras”, diz a publicação.

Criada pela empresa Mattel em 1959, o brinquedo virou ícone mundial e representa diferentes profissões e estilos.

Reprodução redes sociais | Jovem indígena posa com a boneca nas redes
Reprodução redes sociais | Jovem indígena posa com a boneca nas redes

Mulheres inspiradoras

Mulheres Inspiradoras | Versões da boneca Barbie feitas pela Mattel
Mulheres Inspiradoras | Versões da boneca Barbie feitas pela Mattel

O novo modelo inspirado em Maira faz parte da coleção Role Models, inspirada em mulheres da vida real de todo o mundo, e celebra figuras importantes, mostrando a diversidade de mulheres que há no mundo.

A coleção tem o lema "Histórias de mulheres notáveis para mostrar às garotas que elas podem ser qualquer coisa”, informa a Mattel.

Ao lado da primeira indígena brasileira, as novas integrantes escolhidas para a coleção Role Models são as representações de outras sete mulheres reconhecidas pelas atividades desempenhadas em seus segmentos, sendo elas:

  • A atriz Dame Helen Mirren (Reino Unido);
  • A modelo Nicole Fujita (Nova Zelândia/Japão);
  • A atriz, produtora e ativista Viola Davis (Estados Unidos);
  • A cantora e compositora Shania Twain (Canadá);
  • A comediante Enissa Amani (Alemanha);
  • A artista Kylie Minogue (Austrália);
  • A cineasta Lila Avilés (México).

Desde 2015, entre as Barbies de edições anteriores da coleção Role Models, consideradas referências femininas, estão a produtora e cineasta norte-americana Shonda Rhimes, a ex-diretora executiva do YouTube, Susan Wojcicki; a cantora cubana Celia Cruz, a skatista nipo-britânica Sky Brown e a tenista japonesa Naomi Osaka.

A presidente da Fundação Nacional dos Povo Indígenas (Funai), Joenia Wapichana, afirmou que todas as formas de dar visibilidade aos povos originários são importantes.

"Tudo que possa visibilizar os povos indígenas creio ser uma oportunidade de mostrar a importância dos povos indígenas no mundo, mas deve levar em consideração a diversidade das mulheres indígenas", disse.

Joenia também propõe que, com o lançamento da boneca na versão indígena, sejam articuladas ações que apoiem projetos para a comunidade.

"Seria importante que a empresa da Barbie criasse um projeto para apoiar os povos indígenas, em especial, iniciativas de mulheres e meninas. Poderia ser gerado um fundo a partir de vendas da boneca para a proteção dos povos indígenas da Amazônia, suas terras e recursos naturais", sugere a presidente da Funai.

*Com informações da Agência Brasil

Veja também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Mulher
Indígenas

Últimas notícias

Influenciador Igor Viana é suspeito de desviar doações para filha com paralisia cerebral

Influenciador Igor Viana é suspeito de desviar doações para filha com paralisia cerebral

Homem, que também é acusado de maus-tratos, teria chamado de “trouxas” os seguidores que fizeram doações para a menina
Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças

Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças

Vídeo de professora agredindo crianças de 3 e 4 anos em escola de São José do Rio Preto circulam na internet desde sexta-feira (21)
23 armas de presidente de empresa de ônibus são apreendidas em São Paulo

23 armas de presidente de empresa de ônibus são apreendidas em São Paulo

Presidente afastado da Upbus é suspeito de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Companhia foi alvo da Operação Fim da Linha
Estudantes da rede pública recebem nesta quarta (26) parcela do Pé-de-Meia nesta quarta

Estudantes da rede pública recebem nesta quarta (26) parcela do Pé-de-Meia nesta quarta

Valor é de R$ 200 e depósitos vão até o dia 1º de julho, de acordo com data de aniversário
Pacheco critica decisão do STF que descriminaliza porte de maconha: "Gera vácuo e lacuna jurídica"

Pacheco critica decisão do STF que descriminaliza porte de maconha: "Gera vácuo e lacuna jurídica"

Segundo presidente do Senado, descriminalização do porte de drogas "só pode se dar através do processo legislativo, e não por uma decisão judicial"
Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Escolha na urna foi "vendida" por valores menores do que R$ 100 na maior parte das vezes, segundo entrevistados pelo Instituto Não Aceito Corrupção
Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Ex-titular da Delegacia de Homicídios teria conduzido as investigações de modo a garantir a impunidade dos mandantes do duplo homicídio
Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Segundo estimativas do INSS, medida pode vir a resultar em economia de R$ 7,2 bilhões em um ano
Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Segundo a proposta, caberá ao governo regular a inclusão da técnica no SUS
Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Ao menos cinco pessoas morreram e dezenas ficaram feridas
Publicidade
Publicidade